Pular para o conteúdo

Instituto Federal do Rio Grande do Sul

Instituto Federal do Rio Grande do Sul
Início da navegação
Nossos CampiMapa do Rio Grande do Sul com marcações nas cidades onde o IFRS está presente.
 Esconder/Mostrar Menu Fim da navegação
Início do conteúdo

Último dia para pagar a taxa de inscrição do Processo Seletivo de Estudantes


Esta quinta-feira, 8 de novembro de 2018, é o último dia para pagar a taxa de inscrição do Processo Seletivo de Estudantes 2019/1 do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS). As inscrições encerraram-se na quarta-feira, dia 7 de novembro.

A taxa de inscrição da seleção custa R$ 35,00 (trinta e cinco reais) para os cursos técnicos e R$ 50,00 (cinquenta reais) para os cursos de graduação.

São ofertadas mais de 4.500 vagas em cursos técnicos e superiores gratuitos nos 17 campi do IFRS, localizados em Alvorada, Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Feliz, Ibirubá, Osório, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Rio Grande, Rolante, Sertão, Vacaria, Veranópolis e Viamão. As aulas terão início no primeiro semestre de 2019.

Saiba mais
Os documentos com as orientações e o detalhamento do processo (editais) e todas as novidades podem ser acompanhados pelo site ingresso.ifrs.edu.br. As provas serão aplicadas em 2 de dezembro de 2018.

Como funciona a seleção:

  • Cursos técnicos integrados e concomitantes ao Ensino Médio: Os cursos integrados permitem a formação de Ensino Médio e técnica profissional simultaneamente. Têm como pré-requisito para ingresso o Ensino Fundamental concluído, e o candidato ingressa obrigatoriamente no primeiro ano. Os cursos concomitantes oferecem formação técnica profissional para os alunos que estão cursando o Ensino Médio em outra instituição de ensino e desejam complementar a formação. O exame de seleção para essas duas modalidades constitui-se de prova com 40 questões objetivas que visa à avaliação dos conhecimentos adquiridos pelos candidatos nas matérias do núcleo comum do Ensino Fundamental (Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Língua Portuguesa).
  • Cursos técnicos subsequentes ao Ensino Médio: Os cursos subsequentes oferecem formação técnica profissional para os alunos que já concluíram o Ensino Médio. No momento de inscrever-se para essa modalidade no processo seletivo, o estudante optou por uma das alternativas: ingresso mediante “prova e nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)”; apenas por “nota do Enem”; ou “somente prova”. No caso da opção pela nota do Enem, ele indicou o ano que deseja o aproveitamento (de 2013 até o atual – 2018). No caso da opção pela prova, o candidato vai prestar um exame de seleção com 40 questões objetivas que visam à avaliação dos conhecimentos adquiridos pelos candidatos nas matérias do núcleo comum do Ensino Médio (Matemática e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias).
  • Cursos superiores:  Os cursos superiores têm como pré-requisito para ingresso o Ensino Médio concluído. O IFRS oferece cursos superiores de tecnologia (cuja vocação é atender a demandas específicas do mundo do trabalho), bacharelados (formam para atuar de forma mais ampla no mundo do trabalho), licenciaturas (indicados para quem quer atuar como professor de Ensino Fundamental e Médio, com disciplinas ligadas à didática, psicologia e pedagogia).
    Na hora de inscrever-se no processo seletivo para um curso superior, o estudante optou por uma das alternativas: ingresso mediante “prova e nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)”; apenas por “nota do Enem”; ou “somente prova”. No caso da opção pela nota do Enem, ele indicou o ano que deseja o aproveitamento (de 2013 até o atual – 2018). Ao optar pela prova, o candidato deverá prestar um exame com uma prova de redação e 45 questões objetivas (Matemática e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias – incluindo questões de língua inglesa ou língua espanhola), que visam à avaliação dos conhecimentos adquiridos pelos candidatos nas matérias do núcleo comum do Ensino Médio.

Vale lembrar que o IFRS não participa mais da seleção pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu).


Fim do conteúdo
Início do rodapé Fim do rodapé