Início do conteúdo

Prevenção da Covid-19 nas unidades do IFRS: documentos institucionais com orientações são publicados


Três importantes documentos institucionais com diretrizes para a prevenção da Covid-19 nas unidades do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) foram publicados no início deste mês de junho. O IFRS segue em atividades remotas, no entanto, o Conselho Superior (Consup) aprovou, para casos pontuais e seguindo um fluxo de autorizações e agendamentos em cada unidade, a entrega de materiais físicos para auxiliar estudantes com dificuldades no acesso às aulas remotas, que precisem de bibliografia ou de acesso aos laboratórios.

O Plano de Contingência para Prevenção, Monitoramento e Controle da Covid-19 do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) foi atualizado e ganhou uma segunda edição, divulgada no início deste mês de junho. Foram consideradas as modificações no modelo de distanciamento controlado do governo do Estado, bem como novos conhecimentos e recomendações de organismos nacionais e internacionais de saúde em relação aos protocolos para evitar a disseminação do coronavírus.

Juntamente com a segunda edição do Plano, foi publicado um novo material de orientação, o Protocolo para o uso dos laboratórios do IFRS durante a pandemia de Covid-19. Esse contém diretrizes específicas que visam propiciar o uso seguro e saudável dos laboratórios, quando necessário e autorizado pelos órgãos institucionais. 

Somando-se a esses dois documentos, a Análise dos Ambientes Críticos do IFRS também foi publicada em versão atualizada. Esses materiais podem ser encontrados na página Saúde no IFRS – Coronavírus, na aba “Documentos Institucionais”.

A atuação do IFRS

Durante a pandemia de Covid-19, o IFRS tem atuado demonstrando preocupação tanto com a comunidade acadêmica quanto com a sociedade como um todo, como destaca o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional, Amilton de Moura Figueiredo.  “O IFRS vem enfrentando essa grave crise sanitária com responsabilidade e solidariedade. Responsabilidade ao proteger sua comunidade acadêmica, instituindo as atividades remotas acadêmicas e administrativas, mantendo-as como prioritárias em relação às presenciais. Solidariedade com as inúmeras ações de apoio à sociedade, como a fabricação de EPIs para a rede pública de saúde, sobretudo quando esses insumos faltaram no mercado”.

O pró-reitor complementa que o Plano de Contingência e os documentos que fazem parte do planejamento institucional durante esse período de emergência em saúde pública precisam ser atualizados constantemente. “As formas de enfrentamento da pandemia se alteram com muita frequência, o que demanda um olhar constante no cenário posto, nas pesquisas e legislações publicadas. Tudo isso é essencial para que, quando tivermos um contexto favorável, possamos retomar as atividades presenciais de maneira segura”, observa.

> Sobre o Plano de Contingência para Prevenção, Monitoramento e Controle da Covid-19 

O Plano “visa proteger a vida das pessoas que compõem a comunidade acadêmica e seus familiares, trazendo um conjunto de orientações e procedimentos para garantir que, quando ocorrerem atividades presenciais no IFRS, sejam organizadas, seguras e eficazes”. 

É estruturado nos capítulos: Conhecendo a doença; Comitê Central de Enfrentamento da Covid-19; Comissões Locais para Prevenção, Monitoramento e Controle da Covid-19; Embasamento das ações de prevenção; Protocolos de prevenção obrigatórios e complementares; Procedimentos em casos suspeitos, confirmados e seus contatantes na comunidade interna do IFRS. Por fim, conta com anexos como cartazes educativos para as unidades, “Formulário para comunicação de casos de Covid-19” e um “Controle de Atividades Presenciais”. 

Foi elaborado pelo Comitê Central de Enfrentamento da Covid-19. Acesse aqui o Plano de Contingência do IFRS

> Sobre o Protocolo para o uso dos laboratórios do IFRS durante a pandemia de Covid-19

O material contempla orientações gerais para a utilização dos laboratórios e também orientações complementares para o uso dos laboratórios de informática, biologia, química, física e afins (todo e qualquer laboratório que possua bancada) e para o uso das brinquedotecas. Ao final, conta com checklists para adequação, entrada e permanência nos laboratórios.

Foi construído pelo “Grupo de trabalho designado para elaborar os protocolos para o uso dos laboratórios no âmbito do IFRS no contexto da pandemia de Covid-19”. Confira o Protocolo para o uso dos laboratórios 

> Sobre a Análise dos Ambientes Críticos do IFRS

O material descreve os ambientes de todas as unidades do IFRS que demandam alterações e cuidados para que, quando ocorrerem atividades presenciais, essas sejam realizadas de forma segura, evitando a disseminação do novo coronavírus. O estudo foi realizado em julho de 2020 e revisado em maio de 2021 pelo Comitê Central de Enfrentamento da Covid-19. Acesse a Análise dos Ambientes Críticos do IFRS e confira as necessidades dos espaços de sua unidade.

Fim do conteúdo