Pular para o conteúdo

Instituto Federal do Rio Grande do Sul

Instituto Federal do Rio Grande do Sul
Início da navegação
Nossos CampiMapa do Rio Grande do Sul com marcações nas cidades onde o IFRS está presente.
 Esconder/Mostrar Menu Fim da navegação
Início do conteúdo

Ex-reitores do IFRS recebem homenagem na abertura da Reditec


A abertura da 42ª Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica (Reditec 2018) ocorreu oficialmente na noite de segunda-feira, 10 de setembro de 2018, no Rio de Janeiro, na cidade de Búzios. A solenidade foi um momento de reconhecimento aos que fazem a rede e contribuem para o desenvolvimento da Educação Profissional e Tecnológica.

Ex-gestores foram condecorados pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif) com a outorga da Medalha de Mérito pelo destaque na prestação de serviços à Rede Federal. Dois ex-reitores do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) foram homenageados com a medalha: os professores José Eli Santos dos Santos (IFRS) – na foto em destaque; e, in memoriam, Osvaldo Casares Pinto – sendo a condecoração entregue à esposa do ex-reitor, Carmem Lenira de Ávila Pinto (foto abaixo).

O professor José Eli se disse emocionado ao receber essa homenagem, após 30 anos de atuação como professor. “Fui ex-aluno, fiz curso técnico e tenho acompanhado ao longo desse tempo como a educação profissional pode mudar a vida das pessoas. Fico feliz pela melhoria dos indicadores da Rede e emocionado pela homenagem e parcerias realizadas com os colegas de gestão”, frisou.

Também receberam a homenagem o ex-reitor do Instituto Federal do Rio de Janeiro, professor Paulo Roberto Passos; e, em memória, o ex-pró-reitor de Desenvolvimento Institucional e Infraestrutura do Instituto Federal da Bahia, professor Anilson Roberto Cerqueira Gomes.

Solenidade de abertura

Na abertura da 42ª Reditec, o presidente do Conif, Roberto Gil Rodrigues Almeida, ressaltou a importância de, pela primeira vez, a Reditec assumir uma configuração internacional em toda a programação.

Durante o discurso, Roberto Gil, reitor do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), fez questão de lembrar que é preciso pensar no futuro da educação profissional e como os alunos serão preparados para o mercado de trabalho cada dia mais desafiador, porém, sem esquecer do presente – momento de definição política para os próximos quatro anos, imprescindíveis para a consolidação e ampliação da Rede Federal. “Temos que assumir o compromisso diante da sociedade, mostrando o caminho político que será o melhor para nossas instituições, aquele que defenderá o propósito da nossa Rede, que hoje está entre as melhores do mundo”, disse.

Fizeram parte da composição de abertura o reitor do Instituto Federal Fluminense (IFF), Jefferson Manhães de Azevedo – anfitrião do evento; o secretário de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC), Romero Portella Raposo Filho – que representou o ministro da Educação, Rossieli Soares; o secretário de Educação do Rio de Janeiro, Wagner Victer – que representou o governador do Estado, Luiz Fernando Pezão; o diretor de Desenvolvimento da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica do MEC, Paulo Henrique Leão; o prefeito de Búzios, Henrique Gomes; o presidente do Unevoc, Shyamal Majumdar; a presidente do Colleges and Institutes Canada (CICan), Denise Amyiot; o presidente do Conselho Nacional de Dirigentes das Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades Federais, Antônio César Pereira Calil; o diretor-geral do campus Cabo Frio, Vitor Barbosa Saraiva, e a presidente do Grêmio Síntese campus Cabo Frio, Camile Paiva Gonçalves,.

O reitor do IFF, Jefferson Manhães de Azevedo, explicou que ao longo da Reditec, que vai até dia 14 de setembro, reitores, pró-reitores, diretores, coordenadores, professores e estudantes terão a oportunidade de pensar e repensar o fazer educativo desafiado pelo presente, entretanto, com um olhar para o futuro. “A Reditec 2018 recebeu a missão de propor novas possibilidades e experimentações. O evento será um grande espaço de compartilhamento de práticas educativas, de fortalecimento entre instituições e gestores, formação de dirigentes e líderes, diálogo com outras redes educativas nacionais e internacionais. E será um marco na trajetória exitosa de expansão da Rede Federal”, declarou.

O secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Romero Portella Raposo Filho, reconheceu os investimentos feitos nas instituições federais pelos governos anteriores. Ele recordou que é preciso lutar para mostrar que a educação profissional não pode ser considerada uma questão periférica e que é necessário trabalhar para que a Rede Federal alcance patamares mais elevados.

Reditec – O evento é anual e reúne líderes dos institutos federais, centros federais de educação tecnológica, Colégio Pedro II e escolas técnicas vinculadas às universidades. A reunião tem como objetivo debater o cenário atual da Educação e traçar políticas de gestão, consolidando projetos institucionais e parcerias. Neste ano, o tema da Reditec 2018 é “O Trabalho no Século XXI: Globalização, Inovação, Educação Profissional e Tecnológica: caminhos e desafios para inclusão”.

Texto adaptado de matérias de Rebeca Casemiro (Comunicação do IFCE) e Bárbara Bomfim (Comunicação do Conif)

Fotos: Comunicação IFF

 

Esposa do ex-reitor Osvaldo Casares Pinto, Carmem Lenira de Ávila Pinto, recebeu a medalha

 

Solenidade de abertura – fala do presidente do Conif, Roberto Gil Rodrigues Almeida


Fim do conteúdo
Início do rodapé Fim do rodapé