Início do conteúdo

Ambientes de Inovação


O IFRS apoia a implantação de Ambientes de Inovação através de editais de fomento interno para que os seus campi instalem e estruturem ambientes como incubadoras, fablabs (laboratórios de fabricação digital), centros tecnológicos, espaços de coworking, entre outras iniciativas que estimulem o empreendedorismo inovador e aproximem estudantes e servidores da comunidade, na promoção de projetos inovadores em cooperação com o setor público e privado.

Centro Tecnológico de Acessibilidade (CTA) do Campus Bento Gonçalves

Propõe, orienta e executa ações de extensão, pesquisa e desenvolvimento em acessibilidade arquitetônica, instrumental, comunicacional, programática, metodológica, atitudinal e recursos de tecnologia assistiva no IFRS.

Para mais informações, clique aqui.

Click – Laboratório de Inovação do Campus Bento Gonçalves   

A idealização do Click – Laboratório de Inovação do Campus Bento Gonçalves – através da associação de servidores e profissionais de áreas diversas, promove a interdisciplinaridade e a aproximação do ambiente tecnológico/científico acadêmico com empresas e instituições externas ao IFRS. O Laboratório de Inovação se caracteriza por ser um espaço que visa gerar novos produtos, serviços ou guiar a reformulação dos processos a partir de diagnóstico e demandas internas e externas. o Click é um investimento de grande potencial para atrair inúmeros benefícios internos e externos aos processos de ensino-aprendizagem, bem como a inserção do IFRS à sociedade.

PIPA IFmakeRS         

O Projeto PIPA IFmakeRS surge da articulação de iniciativas em inovação já existentes no IFRS, Campus Bento Gonçalves, como uma proposta interdisciplinar que abrange ações de ensino, pesquisa e extensão, utilizando a Cultura Maker como estratégia de ação. O termo “PIPA” faz referência à cultura local, que torna a cidade de Bento Gonçalves reconhecida nacionalmente como a “capital do vinho”. Já o componente “IFmakeRS” procura destacar a participação da pessoas (makers, ou, fazedores) junto ao projeto – uma premissa fundamental para o seu desenvolvimento – além de reforçar a identidade do IFRS. O termo “PIPA” é também o acrônimo para os pilares do projeto: pesquisar, inovar, prototipar e aprender. Através de cada uma dessas dimensões, pretende-se: promover ações interdisciplinares que integrem ensino, pesquisa e extensão para incentivar a criatividade, a inovação, o empreendedorismo e a transferência de tecnologia; utilizar aprendizagem baseada em projetos para fomentar solução de problemas por meio de desenvolvimento de produtos, processos e tecnologias sociais; proporcionar experiências práticas através do “aprender fazendo” (learning by doing), incentivando o compartilhamento de projetos e a conexão com os ecossistemas de inovação e, também, inovar nos processos de ensino-aprendizagem. O conjunto de iniciativas visa valorizar práticas que tenham discentes do campus como protagonistas de seus processos de aprendizagem (alinhados com Educação STEM, educação empreendedora e outras metodologias ativas) e que procurem estabelecer um diálogo estreito com a comunidade e o arranjo produtivo local.

Site: pipa.bento.ifrs.edu.br/

Contato: pipa@bento.ifrs.edu.br

Última atualização em 15/10/2021

Fim do conteúdo