Início do conteúdo

Curso Técnico em Administração Integrado ao Ensino Médio


O que é um curso técnico integrado ao ensino médio?

Um curso integrado segue uma proposta diferenciada, em que a educação profissional (técnica) se articula com as disciplinas do ensino médio, formando um curso ÚNICO, que busca a formação integral interligada à capacitação profissional. Assim, os alunos devem concluir TODAS as disciplinas da área técnica específica e da formação básica, além de estágios, quando previstos, e de atividades complementares, a fim de receber seu certificado. Destaca-se que NÃO há a possibilidade de o aluno ser certificado APENAS no Ensino Médio em um curso INTEGRADO.

 

Descrição do curso:

O Curso Técnico em Administração Integrado ao Ensino Médio visa a formar profissionais capazes de contribuir ao desenvolvimento local e regional, utilizando-se de técnicas administrativas e ferramentas que possam apoiar a gestão de pequenas, médias e grandes empresas e de outros tipos de organizações públicas e privadas.

O técnico deste novo século é concebido como um agente da construção e da aplicação do conhecimento, com a função de compreender, planejar, organizar, coordenar e tomar decisões, agindo de forma ética e sustentável. Nesse sentido, sua formação deve observar os princípios norteadores das Diretrizes Curriculares Nacionais para formação de profissionais técnicos de nível médio.

O curso está orientado por princípios éticos, políticos e pedagógicos e busca articular tecnologia e humanismo, tendo a prática profissional como eixo principal do currículo da formação técnica. Dessa forma, os alunos poderão vivenciar o trabalho coletivo, solidário e interativo, contribuindo para a qualificação individual e a valorização do trabalho em equipe.

O Curso Técnico em Administração tem como principal objetivo formar um profissional-cidadão, competente, capaz de articular teoria e prática, demonstrando conhecimentos, habilidades e atitudes para atuar na gestão das organizações, contribuindo a atividades de planejamento, organização, liderança e controle, de acordo com os princípios éticos, humanos, sociais e ambientais.

 

Áreas de atuação:

O técnico em administração poderá atuar na área administrativa, como por exemplo, aplicando conceitos e modelos de gestão, operando sistemas de informações gerenciais de pessoal e de materiais, ou em alguma das áreas relacionadas à gestão (Recursos Humanos, Marketing, Produção e Finanças) em todos os tipos de empresas (de pequeno, médio ou grande porte), organizações governamentais e não-governamentais. Além disso, terá formação para criar e gerir seu próprio negócio.

 

Perfil do egresso:

O profissional formado pelo Campus Canoas é capaz de:

  • executar operações administrativas relativas a protocolos e arquivos, confecção e expedição de documentos e controle de estoques;
  • aplicar conceitos e modelos de gestão em funções administrativas;
  • operar sistemas de informações gerenciais de pessoal e de materiais;
  • entender as funções administrativas de planejamento, organização, liderança e controle;
  • compreender o ambiente organizacional e suas relações sistêmicas;
  • desenvolver atividades relacionadas aos quatro eixos da administração: operações e logística, recursos humanos, finanças e marketing;
  • identificar, organizar e analisar informações que auxiliem na tomada de decisão;
  • analisar e elaborar rotinas e procedimentos administrativos;
  • identificar e interpretar resultados de estudos de mercado, utilizando-os no processo de administração;
  • realizar as funções de apoio administrativo em organizações;
  • executar e controlar os procedimentos organizacionais
  • conhecer princípios e aplicações de processos produtivos e logísticos;
  • ser capaz de autonomamente buscar aprimoramento como pessoa humana, incluindo a formação ética e cidadã;
  • ter autonomia intelectual e pensamento crítico; de modo a continuar aprendendo e a ser capaz de se adaptar com flexibilidade a novas condições de ocupação ou aperfeiçoamento posteriores;
  • compreender, para além de sua área profissional, os fundamentos científico-tecnológicos dos processos produtivos atuais.

 

Início efetivo do curso:

Primeiro semestre de 2011, nos termos da Resolução nº 113, de 13 de outubro de 2010, do Conselho Superior do IFRS (Consup).

 

Modalidade:

Presencial.

 

Carga horária total:

4380 horas-aula (3627 horas-relógio).

 

Carga horária e percentual a distância:

Não há necessidade.

 

Carga horária do estágio:

Estágio curricular não obrigatório.

 

Carga horária das atividades complementares:

100 horas-aula (83 horas-relógio).

 

Carga horária do Trabalho de Conclusão do Curso (TCC):

80 horas-aula (66 horas-relógio).

 

Carga horária de Língua Brasileira de Sinais (Libras)  – mesmo que optativa:

Não há necessidade.

 

Duração do curso:

4 anos.

 

Turno de funcionamento:

Tarde.

 

Periodicidade de oferta:

Anual.

 

Número de vagas:

30 vagas.

 

Coordenação do curso (nome e e-mail):

Coordenador: Gilmar D’Agostini Oliveira Casalinho

E-mail: coord.adm@canoas.ifrs.edu.br

 

Docentes do curso:

Portaria do colegiado

Contato e currículo dos professores(as), clique aqui.

 

Documentos:

PPC

Matriz do curso 

 

Regimentos específicos:

Regulamentação do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

 

 

Mais informações:

Os cursos técnicos integrados de ensino médio do Campus Canoas representam uma proposta de educação baseada na concepção de uma sólida articulação entre a Educação Básica e a Educação Profissional. Nesse sentido, entendemos a educação por meio de três eixos principais, que possibilitam o acesso à cultura, à ciência e ao trabalho.

Cultura ao representar as manifestações éticas e estéticas construídas pela humanidade através do tempo, que por sua vez representam processos históricos, cujas análises são fundamentais para a compreensão e a apropriação das produções científicas e tecnológicas desenvolvidas, visando à transformação das condições naturais e à ampliação de capacidades e potencialidades para a vida humana.

Ciência como parte do conhecimento melhor sistematizado e expresso na forma de conceitos representativos das relações determinadas e apreendidas da realidade.

E trabalho como princípio educativo, que pode ser compreendido na perspectiva ontológica como práxis humana, forma pela qual o homem produz sua própria existência na relação com a natureza e com os outros homens e, assim, elabora conhecimentos para sanar suas necessidades e produzir liberdade; também trabalho como elemento histórico, como prática econômica, quando relativo ao modo de produção em que está inserido.

Portanto, formar profissionalmente não significa exclusivamente preparar para o exercício do trabalho, mas sim proporcionar a compreensão das dinâmicas socioprodutivas das sociedades contemporâneas, com as suas conquistas e os seus reveses, e também habilitar as pessoas para o exercício autônomo e crítico de profissões, sem esgotá-las nunca.

 

 Links importantes:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Última atualização em 19/10/2020

Fim do conteúdo