Início do conteúdo

Fomento Interno


Dados dos projetos de pesquisa relativos  ao Edital Proppi 64/2019 e Complementar 44/2019 – Fomento interno 2020/2021

 

  • Título do projeto: Caos em espaços shift provenientes de ultragrafos  (NÃO EXECUTADO DEVIDO À PANDEMIA DE COVID-19)

Coordenador: Prof. Dr. Bruno Brogni Uggioni

Resumo: Neste projeto pretendemos estudar sobre as diversas noções de caos em dinâmica simbólica, principalmente aquelas aplicadas a espaços shift e espaços shift originários de grafos e de ultragrafos. Visamos, também, não só fortificar os conhecimentos angariados pelo(s) graduando(s) na sala de aula (noções de não enumerabilidade, espaços métricos, análise matemática e outros) mas também fornecer suporte para que o(s) participante(s) possam sugerir/conjecturar seus próprios resultados e teoremas. E, mais especificamente, pretendemos estudar a noção de caos distribucional e seus diferentes níveis (em espaços shift e em espaços shift originários de grafos e de ultragrafos) e, por fim, caracterizar os espaços shift que apresentam caos distribucional, utilizando, de preferência, alguma estrutura simples do universo do ultragrafo em si, como por exemplo, quantidade de caminhos fechados simples formados por arestas.

Link(s) para produção científica: Lattes

 

  • Título do projeto: Modelagem matemática com equações diferenciais na formação inicial de professores de matemática

Coordenadora: Profa. Dra. Carina Loureiro Andrade

Resumo: Este projeto visa propiciar a estudantes do curso de Licenciatura em Matemática do IFRS Campus Canoas uma experiência com modelagem matemática utilizando equações diferenciais. A proposta consiste em inicialmente estudar conceitos básicos de modelagem matemática: modelagem como método científico; modelos matemáticos clássicos em dinâmica populacional, epidemiologia, física e economia; e técnicas e limitações do processo de modelagem. A seguir, pretende-se escolher um problema real a ser estudado, que tenha relevância para os estudantes envolvidos. Após o levantamento de dados do problema original, é necessário fazer simplificações nesse problema, sem descaracterizá-lo, tornando possível a modelagem matemática (descrever o problema utilizando linguagem matemática) utilizando equações diferenciais. Ao se estudar o problema matemático, numérica ou analiticamente, os resultados serão sempre analisados sob o ponto de vista da aplicação, validando ou não o modelo. A ideia deste projeto é que os estudantes, ao vivenciarem uma experiência com modelagem, possam projetá-la de alguma maneira para o seu trabalho como professores, seja vislumbrando a modelagem como uma possibilidade metodológica de ensino e aprendizagem de matemática dentro da escola básica, seja significando a matemática através da compreensão das suas aplicações.

Link(s) para produção científica: Lattes

 

  • Título do projeto: TRI-LOGIC – Auxílio ao Ensino e Aprendizagem de Lógica de Programação

Coordenadora: Profa. Dra. Carla Odete Balestro Silva

Resumo: O ambiente TRI-LOGIC é fruto de um estudo sobre as potencialidades de várias técnicas na construção de um ambiente informatizado para apoio ao ensino e aprendizagem na disciplina de lógica de programação e desponta como estratégia contemporânea e relevante para potencializar as dinâmicas educativas da disciplina em questão. Além disso, o uso da robótica educativa no apoio ao ensino de programação demonstra a importância do uso do concreto nas construções das abstrações exigidas por um profissional da programação. O objetivo desse projeto de pesquisa é explorar a utilização do Tri-Logic, aperfeiçoando-o, e da robótica educativa para auxiliar no ensino e aprendizagem de lógica de programação junto aos alunos dos primeiros anos dos cursos técnicos em Desenvolvimento de Sistemas e Eletrônica do Campus Canoas, visto que os projetos de cursos (PPCs) destas formações possuem a disciplina de lógica de programação como componente curricular. Com vistas a diminuir a retenção na disciplina introdutória a programação, o ambiente Tri-Logic e a robótica educativa serão utilizados em parceria com os professores que atuam na disciplina de lógica de programação.

Link(s) para produção científica: Lattes

 

  • Título do projeto: POR ONDE ANDAM NOSSOS EGRESSOS? Trajetórias profissionais e de formação continuada dos técnicos da área de Informática do Campus Canoas do IFRS

Coordenadora: Profa. Dra. Carla Odete Balestro Silva

Resumo: Ciente da crescente necessidade de profissionais qualificados para a área de Informática, o Campus Canoas do IFRS – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul tem oferecido cursos na área e já formou, em menos de 10 anos, mais de 100 profissionais. Os institutos federais são conhecidos pela qualidade das formações oferecidas que é atestada, em geral, pelas notas obtidas por seus alunos em exames nacionais como o ENEM e o ENADE. No entanto, os dados oferecidos por estes exames não são capazes de responder a uma grande pergunta dos professores: as formações oferecidas pelo Campus Canoas do IFRS na área de Informática têm impactado de forma positiva a vida acadêmica e laboral dos seus egressos? Para responder a essa pergunta, o objetivo geral da pesquisa é conhecer os impactos das formações em cursos de nível médio técnico da área de Informática oferecidas no Campus Canoas a partir da trajetória acadêmica e profissional dos(as) aluno(as) egressos(as) e, compõem os objetivos específicos, dentre outros: resgatar a cronologia de oferecimento de cursos da área de Informática no Campus; identificar os egressos e egressas destes cursos e se a formação oferecida causou impacto; refletir sobre os currículos das formação na área de Informática; e propor cursos de formação continuada e/ou de elevação da escolaridade na área de Informática. A pesquisa apresenta-se de caráter quali-quantitativo, de cunho exploratório e alicerçado no método de estudo de caso sendo a amostragem inicialmente estatística e, posteriormente, intencional. 

Link(s) para produção científica: Lattes

 

  • Título do projeto: Transnacionalidades: Literatura Brasileira Contemporânea e(m) Tradução

Coordenadora: Profa. Dra. Cimara Valim de Melo

Resumo: O presente projeto concentra-se no sistema literário brasileiro contemporâneo a partir de três eixos de estudo: sua relação com o mercado cultural global, seus processos de produção e recepção e suas principais tendências em termos de representação de fluxos transnacionais. Objetiva-se investigar, de um lado, a organicidade do sistema atual e seu processo de internacionalização a partir do papel exercido pelos prêmios literários na promoção da literatura em termos globais, passando pela sua relação com fluxos tradutórios; de outro, a forma como a narrativa brasileira tem representado processos transnacionais, os quais passam por questões como mobilidade geográfica e interculturalidade. Para isso, conta-se com a pesquisa de natureza aplicada, tomando como corpus de estudo a década atual (2011-2020) para a realização do mapeamento da relação entre autores/obras, prêmios literários e tradução para a língua inglesa. Nesse sentido, a partir de uma abordagem quantitativo-qualitativa, parte-se para a análise dos dados já coletados pelo projeto em 2019 para formação de um panorama acerca do status quo da literatura brasileira no século XXI, incluindo o reconhecimento das principais tendências da narrativa brasileira quanto à representação de processos transnacionais. Como resultados, busca-se gerar produção acadêmico-científica que entrecruze estudos de literatura e estudos da tradução, contribuindo à valorização do patrimônio artístico-cultural brasileiro em nível global por meio da obtenção e da divulgação de dados confiáveis acerca da literatura brasileira em tradução. O projeto espera, assim, gerar a transferência de saberes em termos científicos e culturais, ampliando a compreensão acerca da literatura brasileira no século XXI.

Link(s) para produção científica: ResearchGate; Google Scholar; Lattes.  

 

  • Título do projeto: RevisãoOnline: O uso da revisão por pares para melhora do processo de escrita

Coordenadora: Profa. Dra. Cleusa Albília de Almeida

Resumo: Desde os primeiros modelos cognitivos para a escrita a revisão é considerada parte integrante do processo de escrita. A revisão apresenta diferentes aspectos e o contato com problemas aos quais é necessário solucionar auxilia o estudante a desenvolver competências para a revisão e/ou escrita. Quando solicitado a escrever determinado texto, como uma redação em um vestibular ou prova do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), um escritor deve permanecer com o seu texto relacionado ao assunto proposto. A fuga e o tangenciamento do tema é um problema recorrente em textos desse tipo. O presente projeto tem por objetivo investigar de que modo a revisão por pares, apoiada por um minerador de textos, pode contribuir com a compreensão de enquadramento do tema em textos dissertativo-argumentativos. Para atingir esse objetivo é proposto a adequação e utilização da ferramenta denominada RevisãoOnline, desenvolvida em projetos anteriores que suporta o controle e distribuição das redações e a utilização de um minerador de texto denominado GoMining para identificar o enquadramento da redação escrita a proposta de tema solicitado. Utilizando a revisão por pares expõe o aluno a problemas de colegas do mesmo nível fazendo com que o mesmo se torne ativo na detecção do problema. O RevisãoOnline entra nesse momento como suporte para verificar e auxiliar no monitoramento da revisão de forma correta e produtiva para a autorregulação do aluno. Este projeto é dividido em quatro etapas: a etapa I é o estudo de técnicas, levantamento e validação dos requisitos para adequação da atividade de enquadramento ao tema na ferramenta RevisãoOnline; a etapa II, ocorre o desenvolvimento e implementação do modelo em algumas versões de teste; a etapa III será a aplicação em turmas do ensino médio integrado; a etapa IV é a avaliação da atividade de enquadramento do tema, utilizando redações previamente cadastradas e produções dos colegas.

Link(s) para produção científica: Lattes

 

  • Título do projeto: Leitura: Interpretação e Autoria na Educação Básica (NÃO EXECUTADO DEVIDO À PANDEMIA DE COVID-19)

Coordenadora: Profa. Dra. Glaucia da Silva Henge

Resumo: Apesar de inúmeros esforços na área da educação, pesquisas recentes evidenciam o baixo desempenho em leitura e amplas dificuldades em interpretação e compreensão de textos dos estudantes brasileiros na educação básica. A rede federal de ensino, entretanto, demonstra resultados superiormente positivos, o que nos coloca numa posição de destaque no desenvolvimento das habilidades de leitura e escrita no ensino médio e técnico. O projeto de pesquisa “Leitura: interpretação e autoria na educação básica” busca promover e aprimorar as habilidades de leitura e escrita, isto é, investigar e estimular solidamente a interpretação e a autoria em língua materna, dos estudantes de ensino médio, etapa final da educação básica brasileira. Metodologicamente, através de estudos qualitativos e quantitativos, serão analisadas as concepções, diretrizes e práticas de ensino de textos sob a perspectiva teórica proposta pela Análise do Discurso de linha francesa, em especial, os estudos propostos por Michel Pêcheux e seu grupo. Serão coletados recursos, propostas de ensino, exercícios, unidades didáticas, cadernos virtuais, materiais autorais docentes, etc. que passarão por uma montagem de arquivo, tabulação, extração de sequências discursivas, configuração de formações discursivas, análise, discussão de resultados… apresentando assim um estado da arte atualizado da didática de interpretação e autoria, bem como serão propostos materiais e recursos didáticos para aprimoramento da leitura, interpretação e autoria na educação básica. Entre os resultados pretendidos estão a promoção de oficinas de reflexão teórico-práticas para docentes de língua portuguesa da rede pública e publicações de relevância didática e teórico-reflexiva para o tema em questão.

Link(s) para produção científica: Lattes

 

  • Título do projeto: Comportamento dos consumidores em relação aos resíduos de equipamentos eletroeletrônicos em Canoas/RS

 Coordenadora: Profa. Dra.Jaqueline Terezinha Martins Corrêa Rodrigues

Resumo: A Política Nacional de Resíduos Sólidos, aprovada em 2010, obrigava a implantação de sistemas de logística reversa para os equipamentos eletroeletrônicos (EEE). Entretanto, era preciso regular a forma que este sistema iria operar no Brasil, o que só ocorreu em 31 de outubro de 2019, com a assinatura do Acordo Setorial entre Ministério do Meio Ambiente, entidades representantes dos setores produtivos de equipamentos eletroeletrônicos e tecnologia da informação e entidade gestora do sistema coletivo de logística reversa para os EEE. Os consumidores são fundamentais para que o sistema de logística reversa dos EEE seja efetivo, pois precisam segregar, armazenar e descartar corretamente os resíduos oriundos destes equipamentos. As informações sobre o comportamento dos consumidores em relação ao tempo de uso, razões para descarte e ações realizadas com EEE após o uso são importantes para planejar ações adequadas e eficazes para o sucesso do sistema de logística reversa. Sendo assim, o objetivo principal deste projeto é analisar o comportamento dos consumidores de Canoas/RS em relação aos resíduos de equipamentos eletroeletrônicos. A metodologia utilizada consiste em uma revisão bibliográfica do tema, seguida de uma pesquisa com abordagem quantitativa, utilizando o método survey em amostra probabilística de consumidores do município de Canoas/RS. Para realização do trabalho estabeleceu-se uma parceria com a Coopertec, cooperativa que atua em Canoas/RS, especializada em gerenciamento de resíduos de equipamentos eletroeletrônicos (REEE). Como resultado espera-se conhecer o perfil do consumidor de Canoas/RS, identificando os tipos de REEE descartados com maior frequência, as razões para descarte e as dificuldades encontradas pelo consumidor, por exemplo. Com estas informações, será possível melhor dimensionar e planejar o sistema de logística reversa para os REEE, contribuindo para a preservação do meio ambiente e desenvolvimento da cooperativa, que gera emprego e renda na região.

Link(s) para produção científica: Lattes  

 

  • Título do projeto: Utilizando a Teoria de Grafos para solucionar problemas cotidianos (NÃO EXECUTADO DEVIDO À PANDEMIA DE COVID-19)

Coordenadora: Profa. Dra. Juliana Sanches

Resumo: A proposta deste projeto é estudar conceitos teóricos e práticos sobre Teoria de Grafos, por meio da análise de problemas clássicos de tal teoria.  Pretende-se analisar intuitivamente os problemas clássicos e posteriormente fundamentar matematicamente a resolução destes. Após adquirido o conhecimento básico sobre Teoria do Grafos, pretende-se analisar situações cotidianas atuais por meio da Teoria de Grafos, como por exemplo, determinar a melhor rota para determinada linha de ônibus da cidade, ou a melhor rota para o carteiro do bairro, ou até mesmo buscar por padrões em organizações sociais, aplicações em problemas ou conceitos da Física, Computação, etc, buscando evidenciar que esse tema tem aplicações em diversas áreas do conhecimento. As escolhas, tanto dos problemas clássicos quanto dos problemas cotidianos, serão sempre visando a simplicidade, pois uma das ideias deste projeto é mostrar que não são necessários muitos pré-requisitos para a compreensão dessa teoria.

Link(s) para produção científica: Lattes

 

  • Título do projeto: Metamorfose: a inserção da educação ambiental na educação brasileira (NÃO EXECUTADO DEVIDO À PANDEMIA DE COVID-19)

Coordenadora: Profa. Dra. Lisiane Celia Palma

Resumo: A sustentabilidade demanda mudanças profundas nos indivíduos, nas organizações e na sociedade, sendo a educação e as Instituições de Ensino (IEs) fundamentais neste processo de transição. Diante disso, a legislação no Brasil vem se atualizando e tem exigido a inserção da educação ambiental nos currículos dos cursos em todos os níveis de forma integrada nos projetos institucionais e pedagógicos. Neste contexto, o objetivo geral deste projeto é analisar como a educação ambiental está sendo inserida na educação brasileira, sendo seus objetivos específicos: pesquisar a legislação referente à educação ambiental vigente no país; analisar a abordagem da educação ambiental na Base Nacional Comum Curricular (BNCC); analisar a compreensão dos professores do ensino básico em relação ao tema, identificar de que forma a educação ambiental está inserida nos projetos curriculares das IEs. Para alcançar esses objetivos, em uma primeira etapa do projeto, será desenvolvido um estudo bibliográfico onde serão consultadas publicações, documentos e a legislação vigente referente à educação ambiental no país. Em um segundo momento, será desenvolvido um estudo de caso que terá como foco os participantes do curso de formação continuada para professores da educação básica da rede pública da região de Canoas que será ofertado no IFRS. Como resultados, espera-se construir um referencial sólido referente à educação ambiental, bem como compreender o processo de construção de conhecimento por parte dos docentes no que se diz respeito ao assunto, contribuindo para ampliar e qualificar a inserção da educação ambiental nas IEs.

Link(s) para produção científica: Lattes

 

  • Título do projeto: Escravidão e tráfico de africanos através dos registros de batismo

(Rio Grande do Sul, 1780-1850)

Coordenador: Prof. Dr. Marcelo Santos Matheus

Resumo: Até pouco tempo atrás, acreditava-se que a escravidão, no Rio Grande do Sul (doravante RS), não tinha tido a importância, para a formação social e econômica da região, que teve no restante do Brasil. Tal produção da memória, mais idealizada do que empiricamente fundamentada, ajudou na construção da imagem de um estado branco e democrático, onde as relações sociais não haviam sido permeadas pelas relações escravistas, isto é, por relações pautadas na exploração do trabalho e na violência. Todavia, nas últimas três décadas a historiografia reviu tal questão, apontando a importância da mão de obra escrava (e africana) para quase toda a capitania/província, tanto na pecuária, as charqueadas, na pequena agricultura, quanto nos centros urbanos. Uma das vertentes dessa renovação historiográfica diz respeito ao tráfico atlântico de africanos. Milhares de africanos escravizados aportaram no RS entre 1780 e 1850. Contudo, ainda é desconhecido para quais localidades e regiões do RS os africanos desembarcados no porto de Rio Grande, por onde chegavam os escravos comercializados para o RS, foram enviados. A principal razão para tal desconhecimento é a inexistência de fontes (sistemáticas) que documentassem essa migração por entre a província. Portanto, esta pesquisa se propõe a investigar quantos escravos africanos foram levados às pias batismais nas diferentes capelas do RS entre 1780 e 1850, verificando a representatividade de tal fonte para a análise do próprio tráfico de africanos para o sul da América portuguesa e, depois, para o sul do Império do Brasil.

Link(s) para produção científica: Lattes

 

  • Título do projeto: Desenvolvimento de Aplicativo para Identificação de Dificuldades Cognitivas de Estudantes na Resolução de Problemas Matemáticos

Coordenador: Prof. Dr. Mariano Nicolao

Resumo: O presente projeto tem por objetivo desenvolver um aplicativo que atenda a dois propósitos: apoiar o processo de aprendizagem do aluno, na medida em que o recurso for compreendido como um espaço para obtenção de “ajuda” ao longo da resolução de problemas previamente cadastrados pelo professor no banco de dados do aplicativo; e indicar ao professor dificuldades cognitivas dos estudantes a partir da análise dos caminhos percorridos durante a utilização. Essa proposta vincula-se a tese de doutoramento do Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação (PGIE) que tem como objetivo desenvolver um modelo de detecção de dificuldades cognitivas de estudantes em tarefas de resolução problemas para auxílio à ação pedagógica através de ferramenta digital. Trata-se de pesquisa de natureza aplicada e de cunho tecnológico. O procedimento metodológico, para o desenvolvimento do produto mínimo viável do aplicativo proposto, engloba métodos inerentes à Engenharia de Software e à análise de requisitos. O aplicativo será constituído, basicamente, por uma lista de problemas, contendo opções de ajuda e estratégias de resolução associadas a cada um deles. Essas informações serão armazenadas em um banco de dados que guardará, ainda, os registros dos logs de acesso e das opções escolhidas por cada aluno na utilização do aplicativo. Os itens de ajuda e as informações relativas à interpretação das opções escolhidas pelo estudante serão originados a partir dos dados coletados e analisados na pesquisa de doutoramento supracitada.

Link(s) para produção científica: Lattes; Researchgate.

 

Título do projeto: Equações de Meios Porosos

Coordenador: Prof. Dr. Nicolau Matiel Lunardi Diehl

Resumo: Neste projeto pretendemos examinar propriedades qualitativas de soluções de equações de meios porosos ou, em inglês, porous medium equations, e deste último a sigla PME’s. Examinando alguns problemas específicos, veja Diehl, Fabris e Ziebell (2020), percebemos que a norma do supremo não decai para certas condições iniciais se o termo advectivo tiver dependência em x (variável espacial), por exemplo. Com isso em mãos, procuramos obter neste projeto condições sobre o termo advectivo e sobre a condição inicial para que as soluções sejam globais, isto é, condições para que não haja “blow-up” em tempo finito. Além disto, queremos investigar a regularidade local das soluções da equação de meios porosos com um termo fonte com pouca regularidade. A pesquisa acontecerá basicamente por meio de revisão bibliográfica (teoria clássica e artigo recentes) e seminários de pesquisa.

Link(s) para produção científica:  Lattes; Google Scholar.

 

  • Título do projeto: Construir a história do IFRS campus Canoas: valorização do espaço institucional como um lugar de memória(s)

Coordenadora: Me. Olívia Pereira Tavares

Resumo: Este projeto busca a construção de uma narrativa histórica sobre o IFRS Campus Canoas, a partir do mapeamento de memórias de suas atividades nos 10 anos de sua existência no município. Para isso, pretende-se buscar, a partir de múltiplas fontes históricas, como documentos e registros, relatos orais, projetos realizados, fotos e outros vestígios, para então, selecionar alguns acontecimentos que produziram conhecimentos, saberes e vivências, partilhados pelo/no campus e organizá-los, de forma a tornar possível informar sobre a existência deste espaço e do que nele é produzido, de maneira que possibilite, a partir desta pesquisa, coletar material que substancie a construção de uma exposição. A pesquisa irá ser norteada pelos seguintes questionamentos: O que deve ser lembrado e o que deve ser esquecido? Quem determina o que será ou não preservado? Quais os limites e possibilidades de articular história e memória? Considerando que rememorar não reconstitui os acontecimentos, mas constroem representações a partir da experiência dos sujeitos partícipes, o projeto almeja (re)visitar as experiências que produziram a história da instituição a partir de distintas vozes e olhares que a funda(ra)m e conduzidos pelas escolhas feitas pela historiadora. A pesquisa demanda uma imbricação de procedimentos metodológicos para dar conta das distintas fontes que podem ser utilizadas. Para dar conta de analisar o material empírico, serão utilizados elementos de análise de discurso foucaultiana.

Link(s) para produção científica: Lattes

 

  • Título do projeto: Políticas Públicas da Educação Técnica e Profissional brasileira: cenários em transformação – 2020 (NÃO EXECUTADO DEVIDO À PANDEMIA DE COVID-19)

Coordenador: Prof. Dr. Romir de Oliveira Rodrigues

Resumo: As recentes mudanças na política brasileira têm afetado a agenda educacional acarretando a descontinuidade de programas, a imposição de reformas e o contingenciamento nos financiamentos. Continuando as investigações iniciadas em 2018, o Projeto busca aprofundar a pesquisa do impacto na Educação Profissional, especialmente a voltada para a etapa média da Educação Básica, das alterações da educação brasileira, tendo como foco a Reforma do Ensino Médio e a implantação da Base Nacional Comum Curricular. Em articulação institucional com o grupo de pesquisa “Implicações da relação público-privada para a democratização da educação na América Latina: Uruguai, Argentina, Venezuela, Chile, Bolívia e Brasil”, coordenado pela Professora Vera Maria Vidal Peroni, da UFRGS, se propõe a investigar as diferentes políticas públicas para a EPT de nível médio implantadas atualmente nos países latino-americanos, visando elencar experiências significativas que possam servir de referência para o repensar das práticas desenvolvidas em nossa instituição e; compreender de que forma essas experiências dialogam com as estratégias de padronização utilizadas pelos Organismos Internacionais. Devido ao escopo da pesquisa, envolvendo diferentes sujeitos nacionais e internacionais, a metodologia da pesquisa se fundamenta na análise de documentos e nos princípios da educação comparada. Como resultado é proposto a sistematização de indicativos para o debate em nosso Instituto Federal sobre as políticas da EPT, especialmente sobre o Ensino Médio Integrado, ampliar a parceria institucional no eixo da pesquisa e, a partir dos resultados obtidos, consolidar uma linha de pesquisa sobre políticas públicas para a Educação Profissional e Tecnológica em nosso Campus.

Link(s) para produção científica: Lattes

 

  • Título do projeto:  A Filosofia como Paideia e a Formação Escolar

Coordenador: Prof. Dr. Vicente Zatti

Resumo: No Brasil a filosofia foi incluída como disciplina obrigatória nos currículos de ensino médio pela Lei 11.684 no ano de 2008. Em 2018 chegamos a dez anos de aprovação da lei, num cenário de crise econômica e radicalismo político, contexto em que as ideias extremadas ganham terreno e põe em dúvida o papel formativo e crítico da educação escolar, bem como, questionam a importância da filosofia no sistema educacional dada sua “pouca utilidade”. Diante disso, julgamos fundamental a retomada da questão do papel da filosofia na formação humana e na educação escolar.  É preciso rediscutir o lugar que historicamente a filosofia ocupou na formação humana, seu potencial para o esclarecimento e para o fortalecimento das democracias através do desenvolvimento de uma atmosfera de razoabilidade e tolerância. Partindo desse problema, defendemos a hipótese de que a filosofia constitui-se uma Paideia, ela não é apenas mais uma disciplina com um conteúdo a ser ensinado/aprendido, mas, resgatando o legado platônico, fornece um modelo de formação ‘espiritual’ do homem. Partiremos da compreensão de Platão de filosofia como Paideia, para seguir analisando como a questão reaparece na modernidade e na contemporaneidade. Essa abordagem histórica tem como objetivo reconstruir os possíveis significados de filosofia como Paideia na educação escolar atual.

Link(s) da produção científica: Lattes

 

Última atualização em 23/09/2020

Fim do conteúdo