Início do conteúdo

Fluxo Contínuo


 

  • Título do projeto: A aplicação da crítica do pensamento teórico aos clássicos da sociologia: uma proposta de método de abordagem para o campo CTS – Ciência, Tecnologia e Sociedade (em execução)

EDITAL IFRS Nº 06/2020 FLUXO CONTÍNUO – PROJETOS DE PESQUISA E INOVAÇÃO

Coordenador: Cláudio Antônio Cardoso Leite

Resumo: O projeto tem como objetivo geral a aplicação da crítica do pensamento teórico desenvolvida pela filosofia da ideia cosmonômica aos clássicos da sociologia como método de abordagem do campo de estudos denominado CTS – Ciência, Tecnologia e Sociedade. Nos últimos anos, tem crescido no Brasil os estudos inscritos em tal campo devido a sua importância para o ensino de ciências no ensino básico, superior e na educação profissional e tecnológica. A perspectiva de análise do campo parte da premissa de que ciência e tecnologia são práticas sociais, situadas historicamente e geograficamente na cultura e na sociedade. Nesse sentido, a perspectiva CTS desconstrói a visão ocidental hegemônica de uma ciência universal e neutra, a que fora pressuposta pelos fundadores e autores clássicos da sociologia na ocasião de seu surgimento como ciência. Assim, através de uma pesquisa teórico-bibliográfica, os objetivos específicos deste projeto são: (1) Examinar se a desconstrução usual da perspectiva de análise CTS explicitaria ou não aspectos religiosos da teoria sociológica clássica, considerados ausentes na visão secularizada de ciência neutra típica da modernidade, mas na verdade apenas ocultos. E (2) analisar em que medida a crítica do pensamento teórico desenvolvida pela filosofia da ideia cosmonômica funcionaria como um método de abordagem adequado à perspectiva do campo CTS. Como resultado da pesquisa se espera a constituição de um corpo teórico novo como método de abordagem para emprego no campo CTS no âmbito do IFRS, promovendo o enfoque do campo nas ações de ensino, pesquisa e extensão na instituição.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do projeto: Manutenção adaptativa do sistema “Integra – Portal da Inovação” do IFRS para implantação e licenciamento sem exclusividade para outras ICTs (em execução)

EDITAL IFRS Nº 06/2020 FLUXO CONTÍNUO – PROJETOS DE PESQUISA E INOVAÇÃO

Coordenador: Rodrigo Peruzzo Noll

Resumo: Uma das funções institucionais da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica é desenvolver atividades de pesquisa e inovação de acordo com as finalidades da educação profissional e tecnológica, em articulação com o mundo do trabalho e os segmentos sociais, e com ênfase na produção, desenvolvimento e difusão de conhecimentos científicos e tecnológicos. Este projeto de desenvolvimento científico-tecnológico cumpre o objetivo de escalar o Integra – Portal da Inovação desenvolvido pelo IFRS para outras ICTs através da manutenção adaptativa deste sistema. Para que isso aconteça, será necessária uma cooperação técnica entre ambas as instituições para modificar o sistema permitindo que sejam utilizados e integrados a infraestrutura de outros IFs visando a externalização de configuração, personalização, entre outros. Este esforço será colaborativo entre as duas instituições. Considerando a Lei Nº 11.892, de 29/12/2008, que instituiu a Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica, as finalidades explicitadas no Art. 6º, incisos VII, VIII e IX e os objetivos do Art. 7º, notadamente os incisos III, IV e V, a implantação de um sistema eletrônico que apresenta as competências e expertises da instituição facilita e potencializa as interações com organizações públicas e privadas, além de indivíduos que tenham estes interesses.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do projeto: Reciclagem Colaborativa – Análise de Viabilidade (em execução)

EDITAL IFRS Nº 58/2020 FLUXO CONTÍNUO – PROJETOS DE PESQUISA E INOVAÇÃO

Coordenador: Marcelo Luiz Pereira

Resumo: O aproveitamento e reciclagem de quaisquer materiais são desafios que permeiam a sociedade contemporânea. O alto grau de desperdício e o impacto no meio ambiente, além de trazerem prejuízos a empresas e organizações, reduzem os recursos naturais disponíveis no planeta. Pensando em tal problemática e visando encontrar soluções que propiciem reduzir os efeitos sobre a sociedade e o planeta, este projeto parte do conceito de responsabilidade colaborativa que tem o intuito de aproximar a comunidade de práticas sustentáveis, atuando lado a lado com entidades públicas e privadas, além de cooperativas de coleta de resíduos. O projeto Reciclagem Colaborativa estudará as principais variáveis dentro do contexto de descarte, coleta e segregação de materiais e de que forma podem ser melhorados através de iniciativas, desenvolvimento de tecnologia e aproximação de agentes. Com isso, pretende-se, através de incentivos específicos, promover o descarte correto do material reciclável, a partir de uma rede de reciclagem colaborativa, composta pela sociedade e por entidades privadas. Para a sociedade, o incentivo dar-se-á através de recompensas à sua adesão, enquanto, para as entidades privadas, os incentivos abrangem desde a possibilidade de aproximar-se do seu público, como também, ao criar formas financeiramente sustentáveis para cooperativas e seus membros. As tecnologias e o know-how desenvolvidos durante o processo de estudo, possibilitarão conhecer o perfil da comunidade com relação às questões ambientais, além de proporcionar novas tecnologias que possam ser alternativas à coleta seletiva tradicional, com reflexo na quantidade de materiais descartados de forma incorreta, colocando em prática a logística reversa.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do projeto: Leitura: interpretação e autoria na Educação Básica (concluído)

EDITAL IFRS Nº 91/2018 FLUXO CONTÍNUO – PROJETOS DE PESQUISA E INOVAÇÃO

Coordenadora: Glaucia da Silva Henge

Resumo: Apesar de inúmeros esforços na área da educação, pesquisas recentes evidenciam o baixo desempenho em leitura e amplas dificuldades em interpretação e compreensão de textos dos estudantes brasileiros na educação básica. A rede federal de ensino, entretanto, demonstra resultados superiormente positivos, o que nos coloca numa posição de destaque no desenvolvimento das habilidades de leitura e escrita no ensino médio e técnico. O projeto de pesquisa “Leitura: interpretação e autoria na educação básica” busca promover e aprimorar as habilidades de leitura e escrita, isto é, investigar e estimular solidamente a interpretação e a autoria em língua materna, dos estudantes de ensino médio, etapa final da educação básica brasileira. Metodologicamente, através de estudos qualitativos e quantitativos, serão analisadas as concepções, diretrizes e práticas de ensino de textos sob a perspectiva teórica proposta pela Análise do Discurso de linha francesa, em especial, os estudos propostos por Michel Pêcheux e seu grupo. Serão coletados recursos, propostas de ensino, exercícios, unidades didáticas, cadernos virtuais, materiais autorais docentes, etc. que passarão por uma montagem de arquivo, tabulação, extração de sequências discursivas, configuração de formações discursivas, análise, discussão de resultados… apresentando assim um estado da arte atualizado da didática de interpretação e autoria, bem como serão propostos materiais e recursos didáticos para aprimoramento da leitura, interpretação e autoria na educação básica. Entre os resultados pretendidos estão a promoção de oficinas de reflexão teórico-práticas para docentes de língua portuguesa da rede pública e publicações de relevância didática e teórico-reflexiva para o tema em questão.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do projeto: Manifestações literárias nas comunidades quilombolas na grande Porto Alegre -RS (concluído)

EDITAL IFRS Nº 91/2018 FLUXO CONTÍNUO – PROJETOS DE PESQUISA E INOVAÇÃO

Coordenadora: Cleusa Albilia de Almeida

Resumo: O presente projeto possui a intenção de realizar um levantamento das manifestações literárias presentes na grande Porto Alegre. Inicialmente, faremos um levantamento para saber quantos há, dando prioridade para Canoas e o seu entorno, em virtude da logística, pois será preciso, em alguns casos, fazer levantamento in loco. Após esse levantamento, escolheremos um quilombola para trabalhar as representações literárias presentes no imaginário dos moradores, buscando saber de onde provém e como fazem para manter. A posteriori, iremos discutir as temáticas abordadas. Aqui entendemos manifestações literárias não somente o texto escrito, mas os contos e causos transmitidos de gerações para gerações através da oralidade. Com esse levantamento teremos como problematizar com os estudantes do IFRS – Campus Canoas, como se efetiva a literatura afro-brasileira no cotidiano de pessoas que foram negadas o direito à arte literária, proporcionando discussões acerca de quem a produz, seus elementos, características e temas abordados.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do projeto: Educação financeira na escola (concluído)

EDITAL IFRS Nº 91/2018 FLUXO CONTÍNUO – PROJETOS DE PESQUISA E INOVAÇÃO

Coordenadora: Mariana Lima Duro

Resumo: Nesta pesquisa pretende-se compreender a mudança da consciência financeira dos alunos do ensino médio regular antes e após uma prática de educação financeira em uma escola pública de Canoas. Vê-se a importância de trabalhar com estes assuntos dentro das escolas, justamente, porque por muitas vezes não existem discussões desse tipo ou, se existem, não estão diretamente associadas ao seu cotidiano, tornando-se abstratas e retratando uma realidade distinta. Para isso, é abordado o conceito de empreendedor de si, o qual faz com que a pessoa se reconheça como construtora de suas especialidades. Para entender como a educação financeira é construída pelo estudante a partir de suas experiências, viu-se a necessidade de abordar esta temática com a utilização do modelo da pedagogia construtivista. Assim, tem-se o objetivo de compreender de que forma a educação financeira pode contribuir no desenvolvimento autônomo e empreendedor de estudantes, para além dos conceitos de matemática financeira. Dessa forma, é necessário compreender o que outros autores dissertam sobre educação financeira, empreendedorismo e educação; identificar o que esses estudantes compreendem acerca de conceitos financeiros; realizar oficinas que possibilitem aos estudantes compreender conceitos de matemática financeira e sua relação com o cotidiano e identificar de que forma eles aplicam os conhecimentos adquiridos em situações do dia-a-dia. Espera-se que a educação financeira contribua para desenvolver o senso crítico e o raciocínio lógico do aluno, compreendendo como organizar suas finanças com o desenvolvimento de métodos próprios e cada vez mais sistemáticos para a resolução de problemas, desenvolvendo habilidades autônomas e empreendedoras.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Última atualização em 03/03/2021

Fim do conteúdo