Início do conteúdo

Núcleo de Estudo e Pesquisa em Gênero e Sexualidade (Nepgs)


 

Apresentação:

Os NEPGSs (Núcleos de Estudos e Pesquisas em Gênero e Sexualidade) foram institucionalizados pela Política de Ações Afirmativas do IFRS, Resolução nº 22 do Conselho Superior do IFRS, de 25 de fevereiro de 2014. Conforme estabelecido em seu Art. 1º, esta busca orientar “ações de inclusão nas atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão, para a promoção do respeito à diversidade socioeconômica, cultural, étnico-racial, de gênero e de necessidades específicas, e para a defesa dos direitos humanos” (IFRS, 2014, p. 2).

Em busca de orientar e promover ações que contemplem as temáticas de gênero e sexualidade, os NEPGSs, regulamentados pela Resolução nº 37, de 20 de junho de 2017, estabelecem em seu Art. 1º, que cada campus vai instituir um núcleo por meio de uma portaria, com os seus respectivos membros e funcionará como “um setor propositivo e consultivo, que estimula e promove ações de Ensino, Pesquisa e Extensão orientadas à temática da educação para a diversidade de gênero e sexualidade” (IFRS, 2017, p. 3). 

Todavia, vale ressaltar que a constituição destes núcleos precede sua regulamentação, sendo que no campus Canoas, o NEPGS se constituiu em 2015 e, desde 2016, tem se articulado às ações de projetos e programas de extensão, na busca de contemplar as temáticas que estão em seu escopo, buscando atingir a comunidade do campus e de seu entorno. 

 

………………………………………………………………………………………………..

 

Finalidade/Objetivos Institucionais:

  • Propor políticas, programas, projetos, ações e/ou atividades que envolvam as temáticas relacionadas a corpo, gênero, sexualidade e diversidade no campus;
  • Assessorar e prestar consultoria aos setores do campus em situações ou casos que envolvam essas temáticas;
  • Estudar e promover produção científica sobre as temáticas do núcleo a fim de contribuir para este campo de conhecimento e para os currículos dos cursos ofertados;
  • Auxiliar na orientação da comunidade acerca da Resolução nº 54/2016, a qual normatiza o uso do nome social por estudantes e servidores em todos os atos e procedimentos desenvolvidos no IFRS.   
  • Articular os diversos setores da Instituição nas atividades relativas às temáticas de atuação do NEPGS, definindo prioridades de ações, aquisição de equipamentos, materiais didático-pedagógicos a serem utilizados nas práticas educativas e ações de Ensino, Pesquisa e Extensão;
  • Participar das políticas de Ensino, Pesquisa, Extensão e gestão para compor o planejamento da instituição no que se refere ao atendimento, aconselhamento e acompanhamento de pessoas que em função de gênero e/ou sexualidade que se encontram em vulnerabilidade social, cultural e/ou educacional;
  • Discutir a importância dos movimentos sociais na luta contra as desigualdades sociais, com ênfase nas desigualdades de gênero;
  • Conhecer e debater junto à comunidade interna a legislação pertinente às temáticas abordadas pelo núcleo;
  • Fomentar discussões sobre infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), sintomas e tratamentos, bem estar psíquico e físico, entre outros aspectos importantes relacionados à saúde do sujeito, em parceria com secretarias municipais de Saúde e órgãos afins;
  • Opinar sobre questões pertinentes que lhe forem encaminhadas e que envolvam a temática de estudo e pesquisa do núcleo;
  • Participar e contribuir com o uso da linguagem em documentos, textos, cartazes, comunicação em geral do campus, contemplando aspectos de gênero e sexualidade, a fim de provocar uma mudança que seja de acolhimento de todas e todos;
  • Promover a integração com os demais núcleos de ações afirmativas do campus.

 

………………………………………………………………………………………………..

 

Ações atuais:

Dentre as ações pensadas para o ano de 2020, buscamos articular programas e projetos voltados às temáticas dos núcleos NEPGS e NEABI, de forma a pensar, que os marcadores de gênero e de sexualidade são atravessados por questões étnico-raciais. Desta forma, o Programa e os Projetos vinculados ao NEPGS no ano vigente estão listados abaixo:

  • Programa, vinculado a Extensão, Educação para as relações étnico-raciais, de gênero e de sexualidade, coordenado por Olívia Pereira Tavares
  • Projeto, vinculado a Extensão, Cine debate Ações Afirmativas, coordenado por Aline da Silveira Muniz
  • Projeto Gênero, Sexualidade e Relações Étnico-raciais em Oficinas, coordenado por Nilso Ricardo Krauzer da Rosa.

 

………………………………………………………………………………………………..

 

Documentos:

Resolução Consup n º 22/2014 – Aprova a Política de Ações Afirmativas do IFRS.

Resolução Consup nº 54/2016 – Aprova a Regulamentação para Requisição do Nome Social no Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS)

Resolução Consup nº 37/2017Aprova o Regulamento dos Núcleos de Estudos e Pesquisas em Gênero e Sexualidade (NEPGSs) do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS)

Ainda vale destacar  o Regimento complementar do Campus Canoas, como o documento que aborda algumas especificidades de atuação do NEPGS, no âmbito do campus.

 

………………………………………………………………………………………………..

 

Composição atual:

Portaria nº 64, de 20 de março de 2020

 

………………………………………………………………………………………………..

 

Contatos:

Presidência: Aline da Silveira Muniz

Vice-presidência: Juliana Mülling

                         E-mail: nepgs@canoas.ifrs.edu.br

Última atualização em 23/04/2020

Fim do conteúdo