Início do conteúdo

Projetos


  • Título: II Ciclo de Palestras da Licenciatura em Matemática IFRS – Canoas

EDITAL Nº 57/2020 – Registro de Ações de Extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022

Coordenador: Nicolau Matiel Lunardi Diehl

Resumo: A proposta consiste em criar um espaço para o debate e troca de experiências acerca da formação de professores de Matemática e sobre o fazer docente. O projeto prevê encontros mensais no formato de palestra e, posteriormente, espaço para perguntas e trocas.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Espaço da Mulher Negra: encontros de empoderamento feminino e formação de lideranças no quilombo urbano – Chácara das Rosas – Canoas – RS

EDITAL Nº 57/2020 – Registro de Ações de Extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022

Coordenadora: Cleusa Albilia de Almeida

Resumo: O projeto tem como objetivo abordar assuntos que tratem da representatividade/empoderamento das mulheres negras na sociedade, através de livros, notícias, pesquisas e discussões que tratam dessa temática. A mulher negra já sofreu muito por suas características não se encaixarem nos padrões impostos pela cultura eurocêntrica. Além de instaurar um racismo estrutural, as consequências podem ser ainda maiores afetando algumas esferas, como a autocrítica e baixa autoestima, levando essas mulheres à não aceitação de quem elas realmente são. Com os encontros formativos é interesse do projeto desconstruir esse pensamento, e potencializar a beleza e importância delas por meio de conteúdos que valorizem sua identidade. Estes conteúdos serão previamente estudados e debatidos no coletivo atuando assim na formação de novas lideranças no quilombo urbano. As autoras negras estudadas nos primeiros encontros serão: bell hooks (1995), Djamila Ribeiro (2017), Angela Davis (2013), Chimamanda Ngozi Adichie (2017), Lélia Gonzalez (2008) entre outras mulheres e autoras negras. O conteúdo abordado mostrará a essas mulheres que devem se orgulhar de quem são, e não modificar suas características por julgamentos ou opiniões de outras pessoas – transcender a cultura Afrocentrada, ou seja, a cultura afro-brasileira norteando os trabalhos. É relevante tratar desses assuntos pois, vendo sua identidade sendo valorizada, as mulheres vão mudar seus pensamentos sobre a sociedade e sobre si mesmas, trazendo assim uma reflexão a respeito e despertando o interesse em liderar a comunidade do quilombo urbano Chácara das Rosas – Canoas – RS.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Oficinas de Música

EDITAL Nº 57/2020 – Registro de Ações de Extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022

Coordenador: Maurício Ivan dos Santos

Resumo: O Projeto Oficinas de Música faz parte de um conjunto de iniciativas articuladas ao programa Oficinas Permanentes de Cultura que, desde 2011, desenvolve atividades culturais no IFRS Canoas. Nossas atividades englobam aulas de prática e teoria musical, ofertadas às comunidades interna e externa do IFRS Canoas, nas modalidades: violão, contrabaixo e teclado. Paralelamente às oficinas, ocorrerão ensaios de grupos musicais formados pelos integrantes das aulas de instrumentos e demais pessoas do IFRS Canoas que demonstrem interesse e tenham habilidades musicais. Estes grupos/bandas, sob a responsabilidade do coordenador do projeto, participarão de encontros/eventos virtuais apresentando números musicais. Também está prevista no cronograma de trabalho das oficinas a participação dos grupos musicais em atividades síncronas do projeto interdisciplinar de história e geografia, especialmente no segundo e terceiro trimestre de 2021, executando canções que abordam temáticas da cultura brasileira. Na edição deste ano, o grande diferencial do projeto, em relação aos anos anteriores, será a parceria das Oficinas de Música com a Escola Municipal de Ensino Fundamental Sete de Setembro, na qual serão ofertas aulas de teoria e prática musical, nas modalidades: violão, contrabaixo e teclado. As oficinas ocorrerão de julho a dezembro, sendo a participação solicitada por meio de inscrição (uma vez que teremos vagas limitadas). Infelizmente, devido à pandemia e a todos os processos que envolvem o protocolo de segurança, os instrumentos que a EMEF parceira dispõe não serão disponibilizados aos participantes das oficinas, cabendo a cada estudante ter seu próprio instrumento.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: cientIFicando: Educando para a Ciência

EDITAL Nº 57/2020 – Registro de Ações de Extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022

Coordenadora: Carla Odete Balestro Silva

Resumo: A Lei N° 11.892/2008 criou os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) estabelecendo as seguintes finalidades e características, entre outras: “desenvolver programas de extensão e de divulgação científica e tecnológica” e “realizar e estimular a pesquisa aplicada, a produção cultural, o empreendedorismo, o cooperativismo e o desenvolvimento científico e tecnológico”. Nesse contexto, este projeto visa promover a educação para a ciência através da reflexão do ensino a partir da prática da pesquisa científica. O Campus Canoas do IFRS tem organizado momentos de socialização dos saberes científicos trabalhados em seu espaço escolar. Essa preocupação com a produção e a disseminação da ciência materializou-se, desde 2013, na IFCITEC – Feira de Ciências e Inovação, que atrai dezenas de projetos desenvolvidos por jovens estudantes das redes pública e privada de Canoas e região. Ao longo das edições da IFCITEC, percebeu-se que muitos docentes buscavam aperfeiçoar seus métodos de ensino utilizando o princípio do “educar pela pesquisa” e, fazendo uso dos conhecimentos produzidos pelos professores e alunos do Campus Canoas, iniciou-se em 2017 o projeto cientIFicando (com outras denominações anteriormente) que visa promover ações de extensão que buscam criar espaços de socialização de experiências de docentes e discentes sobre o fazer ciências em seus espaços escolares. As ações organizadas pelo cientIFicando preparam a comunidade para criar e participar de feiras de ciência – incluindo a IFCITEC -, aperfeiçoando seus procedimentos metodológicos e aprofundando os conceitos teóricos que estimulam docentes a promover um ensino mais significativo.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Oficinas de Histórias em Quadrinhos – 2021

EDITAL Nº 57/2020 – Registro de Ações de Extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022

Coordenador: Romir de Oliveira Rodrigues

Resumo: O projeto “Oficinas de Histórias em Quadrinhos – 2021 ” está vinculado ao programa Oficinas Permanentes de Cultura, e dá continuidade às oficinas oferecidas desde 2012 e que ano passado ocorreu de forma remota. O projeto oportuniza o desenvolvimento de competências cognitivas e psicossociais, promovendo a criatividade e a autoestima dos participantes com reflexo nas suas vidas acadêmica, profissional e pessoal. Localizada na integração entre elementos textuais e visuais, a linguagem dos Quadrinhos possui uma narrativa própria, baseada no uso deliberado de imagens e textos para produzir no leitor determinada sensação e a constituição, a partir deste amálgama, de uma nova forma de expressão. Constituem-se em importante ferramenta para o desenvolvimento e processos de aprendizagem e a implantação de práticas pedagógicas interdisciplinares e inovadoras. Devido às limitações impostas pelo contexto pandêmico, as atividades serão realizadas remotamente e se concentram na publicação do terceiro número da revista “Non Sequitur”, contendo trabalhos de artistas locais e estudantes dos campi do IFRS selecionados por meio de edital, e na realização de atividades diversas por meio das redes sociais, como encontros de conversa, mini cursos e lives temáticas. Caso seja viável tecnicamente, está prevista a realização de oficinas específicas para estudantes de escolas da rede pública municipal e a oferta de uma nova edição do curso “Alfabetização em Quadrinhos” para educadores da rede municipal de forma remota. Essas iniciativas abrem possibilidades quando de atuação do Projeto no tripé ensino-pesquisa-extensão e contribuem na consolidação do IFRS-Canoas como importante espaço na produção cultural do município.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Idealizar: soluções tecnológicas criativas para problemas locais

EDITAL Nº 57/2020 – Registro de Ações de Extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022

Coordenadora: Jaqueline Terezinha Martins Corrêa Rodrigues

Resumo: O projeto “Idealizar: soluções tecnológicas criativas para problemas locais” é uma parceria entre o Campus Canoas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul e a Secretaria Municipal de Educação de Canoas/RS. O objetivo geral do projeto é capacitar estudantes dos anos finais do ensino fundamental da rede pública municipal de educação básica fomentando a visão empreendedora e inovadora, por meio da aplicação e implementação de tecnologias da economia 4.0. As atividades serão realizadas em três escolas da rede municipal de ensino de Canoas/RS, com estudantes do 8º ano em 2021. A metodologia do trabalho está organizada em 4 grandes etapas. A primeira é a “Sensibilização da Comunidade Escolar” que consiste em encontros entre alunos, responsáveis, professores e equipe do projeto para ressaltar a importância da iniciação tecnológica. A etapa “Mas afinal o que é Economia 4.0?” consiste em realizar oficinas com os estudantes para introdução dos conceitos e prática sobre: empreendedorismo, economia 4.0, programação de softwares e aplicativos, prototipagem de soluções tecnológicas e robótica. Já a etapa “Mão na Massa” foi concebida sob a perspectiva da Aprendizagem Baseada em Projetos para desenvolver o potencial criativo para desenvolvimento de soluções tecnológicas. A última etapa do projeto chama-se “Conectados” e pretende incentivar visitas técnicas aos eventos científicos do Campus Canoas e a troca de experiências entre os estudantes participantes. Por fim, espera-se oportunizar aos estudantes participantes uma perspectiva de melhoria da sua realidade social através da possibilidade de geração de renda em suas comunidades.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Ações de Extensão SocialTec

EDITAL Nº 57/2020 – Registro de Ações de Extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022

Coordenadora: Priscila Wachs

Resumo: O presente projeto submetido ao edital IFRS nº Nº 57/2020 – “Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022” vai ao encontro da Política de Inovação Institucional do IFRS (IFRS, 2020), especialmente em relação ao seu objetivo de contribuir para a difusão da cultura empreendedora através da estruturação e gestão de ambientes promotores de empreendimentos e projetos inovadores, e da Política de Extensão do IFRS (IFRS, 2017), especialmente em relação aos capítulos I e VII, desenvolvimento tecnológico e empreendedorismo e associativismo, respectivamente. Desde abril de 2020 o campus Canoas formou um grupo de trabalho (GT) para discutir a viabilidade de implantação de um habitat de inovação no campus, que concluiu sua trajetória indicando, nesse momento, a implantação de uma incubadora tecno social. Depois disso foi criado um novo GT para estudos e implantação de uma incubadora tecno social no campus Canoas, que vem se reunindo desde setembro de 2020. O presente projeto “Ações de extensão da SocialTec” está alinhado ao projeto “IMPLANTAÇÃO SOCIALTEC – INCUBADORA SOCIAL E TECNOLÓGICA DE CANOAS” submetido e contemplado pelo edital IFRS nº 11/2021 “apoio a projetos de implantação e estruturação de habitats de inovação e empreendedorismo”. Assim, as ações de extensão são: encontros “Bate-papo com empreendedor” e oficina de empreendedorismo e/ou inovação. Tais ações têm como objetivo: (i) sensibilizar comunidade (interna e externa) quanto a cultura de empreendedorismo e inovação; (ii) desenvolver conhecimento sobre empreendedorismo e inovação; (iii) fomentar processo de geração de ideias com foco no desenvolvimento regional e sustentável.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Histórias de Mulheres Artistas

EDITAL IFRS Nº 20/2021 – Apoio a programas e projetos de extensão voltados à arte e à cultura

Coordenadora: Juliana da Cruz Mulling

Resumo: O presente projeto oportunizará estudos orientados acerca de artistas mulheres, abordando suas histórias de vida e suas produções, sobretudo nas construções feministas e em relação à corporeidade feminina cisgênero. A relevância do projeto desponta junto à insurgência de pesquisas que têm demonstrado que a historiografia moderna da arte está registrada pelo olhar masculino de autores como Janson, Gombrich e Argan, privilegiando o registro da produção de homens em detrimento à escassa produção feminina; bem como das evidentes persistências socialmente impostas ao corpo das mulheres e seus ciclos naturais. Nesse sentido, interessa a discussão sobre o enfoque, a qualidade da produção artística feminina, bem como sobre os contextos sociais e artísticos em que se inseriram (ou de que foram excluídas), à luz de autoras feministas como Linda Nochlin e Griselda Pollock, e de artistas partícipes da segunda onda feminista até a contemporaneidade. Serão investigadas artistas que utilizam sua corporeidade e seu sangue para confecção de suas poéticas, as quais serão formuladas para apresentação à comunidade junto à disponibilização de coletores menstruais. O objetivo central da proposta é contribuir para a emancipação feminina por meio da informação para a superação da pobreza menstrual, além de difundir produções de artistas contemporâneas que problematizam e ampliam perspectivas sobre a construção social das mulheres.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Educação Financeira: a Gestão Financeira Pessoal e Familiar

EDITAL IFRS Nº 59/2021 – Concessão de apoio financeiro para ações de extensão propostas por estudantes do IFRS

Coordenadora: Vera Teresinha Daniel Stringhini

Resumo: Estudo divulgado recentemente pela FEBRABAN e o Banco Central do Brasil mostra que as finanças são motivo de estresse em 58,4% das famílias brasileiras. O índice de saúde financeira do brasileiro, apontado no estudo, indicou que tal nível de estresse reflete fortemente na qualidade de vida das famílias. O indicador, criado para gerar ferramentas de educação financeira, cobrindo as diversas regiões do país, faixas de renda, idade e sexo, indicou que apenas 21,9% dos brasileiros se sentem preparados para lidar com despesas inesperadas, que os homens têm situação financeira melhor do que as mulheres, somente 35% da população tem segurança sobre as finanças e mais da metade declarou que os compromissos reduziram seu padrão de vida. Outro estudo da OCDE de 2015 mostrou que mais da metade dos jovens brasileiros de 15 anos não tinham conhecimentos básicos sobre como lidar com dinheiro. De 15 países analisados, o brasil ficou em último lugar. Os jovens brasileiros chegam à fase adulta com grande risco de ficar inadimplente. Com o objetivo de contribuir para modificar esta realidade propõe-se trabalhar a educação financeira nas escolas levando ao estudante a prática de cuidar do próprio dinheiro, tornando-o mais consciente em relação às suas finanças e de suas famílias. A atividade “educação financeira: a gestão financeira pessoal e familiar” consiste em realizar oficinas virtuais com conteúdos teóricos e práticos de orientação financeira, oportunizando ao jovem a gestão de sua vida em sociedade e escolhas de forma responsável e autônoma.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: IFRS Contribui: inspirando novas novas atitudes empresariais

EDITAL Nº 57/2020 – Registro de Ações de Extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022

Coordenador: Sérgio Almeida Migowski

Resumo: Este projeto de extensão objetiva oferecer assessorias empresariais a organizações de micro e pequeno porte, profissionais autônomos e pequenas cooperativas, a fim de otimizar o desempenho de suas atividades profissionais. A importância desse serviço ultrapassa sua contribuição na resposta à crise econômica por duas razões: alunos e professores têm a chance de estreitar suas relações com a comunidade onde se inserem e com a sociedade em geral; e, não menos importante, os alunos têm uma oportunidade prática de aprendizagem sem igual em tópicos bastante complexos da área de gestão. Para tal, conta com o apoio das diversas competências docentes existentes no campus Canoas, além daquelas existentes em diversos campi que integram o projeto de extensão IFRS Contribui. A metodologia do projeto ocorre da seguinte forma: após o recebimento da demanda, monta-se um grupo de trabalho que realiza um diagnóstico preliminar dos problemas apontados pelos assistidos, em conformidade com as qualificações dos membros desta proposta de atividade de extensão. Na sequência ao diagnóstico preliminar resultante da reunião entre o demandante e os membros do grupo de trabalho (docentes e alunos), é realizado novo encontro, sem o demandante, para a elaboração de alternativas para as problemáticas encontradas. Finalmente, um terceiro encontro entre estes membros e os demandantes é realizado de forma a construir soluções conjuntas para os problemas apontados, quando, então, um relatório final é elaborado, sendo definida a ordem das prioridades que o demandante deverá seguir para a melhoria do desempenho de sua empresa.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Diálogo & Antítese: relações entre ciência e fé – ano 202121

EDITAL Nº 57/2020 – Registro de Ações de Extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022

Coordenador: Cláudio Antônio Cardoso Leite

Resumo: Uma pesquisa realizada na UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (LOPES, 2015, p. 126) sobre a situação da religião na universidade a partir da perspectiva dos atores do ambiente acadêmico mostrou que 27,9% dos entrevistados consideram a relação entre ciência e religião como complementar, e 26,7% consideram como uma relação conflituosa. Esses dados nos mostram que a relação entre ciência e religião é algo presente na vida dos atores que convivem no meio acadêmico. Porém, segundo alguns autores, temas inerentes a tal presença, como espiritualidade, religião e fé são vistos como proibidos. Trata-se de uma espécie de tabu em que aqueles que possuem crenças desse tipo são levados a uma espécie transformação dessa situação em informação identitária. Assim, este projeto visa promover um diálogo respeitoso entre a fé e a ciência dentro desse tipo de ambiente, estimulando a formação de profissionais honestos intelectualmente, que se desejarem, podem ser íntegros com sua fé, hábeis a lidar com a temática dentro do ambiente profissional e acadêmico. Além disso, o projeto fomenta o respeito a fé do próximo e a abertura ao diálogo saudável entre diferentes crenças, respeitando opiniões e pontos de vista diferentes, algo necessário na sociedade pluralista atual. Finalmente, outro aspecto importante deste projeto é o fomento do espírito crítico dos estudantes, mostrando que até mesmo na academia não se deve aceitar tudo como verdade de forma dogmática, mas questionar e analisar os fatos, ideias e conceitos.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Projeto LAR – Laboratório de Artes

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Juliana da Cruz Mulling

Resumo: O Projeto LAR é um desdobramento das Oficinas de Desenho, desenvolvidas desde 2014 no IFRS Canoas. A abordagem da linguagem do desenho para os estudantes do ensino médio integrado e dos anos finais do ensino fundamental, em consonância com leituras críticas acerca do mundo contemporâneo, instrumentalizou a proposição de soluções artísticas híbridas para problemáticas de interesse dos participantes. Observada a necessidade de acolhimento, valorização e orientação das práticas e interesses artísticos destes estudantes, o objetivo do projeto será contribuir para a sistematização dos estudos em arte, proporcionando práticas dirigidas e auto planejadas. Será criado um cronograma colaborativo para encontros semanais de prática e compartilhamento de referenciais técnicos e conceituais, e um cronograma mensal para realização de oficinas ministradas por agentes culturais da comunidade. Realizar mostras de trabalhos e participar de eventos do IFRS constitui outro objetivo, contextualizando as implicações dos hibridismos na produção de exposições de arte contemporânea e incentivando a autoconfiança dos estudantes em apresentar suas proposições. Visando contribuir para permanência e êxito dos estudantes do IFRS, o LAR se constituirá em um ambiente de produção metodológica que contemple a subjetividade, a afetividade, a percepção sensível e simbólica que integram a dimensão humana, buscando na expressão poiética a abordagem de temáticas elencadas pelos estudantes, conforme suas experiências, interesses, trajetórias e projeções de vida. Ao final do projeto, cada estudante avaliará seu processo de trabalho em arte, e possíveis contribuições da formação estética enquanto formação integral. Buscaremos levantar dados referentes às produções dos estudantes, considerando as linguagens e temáticas abrangidas.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Olhares sobre as cidades: experiências de viagem 

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Sheila Katiane Staudt

Resumo: A discussão sobre cidade tem sido tema de pesquisas e estudos vários, além de ser fonte quase inesgotável para os artistas que ficcionalizam questões relacionadas à urbe em seus trabalhos, principalmente a partir do século XIX. O projeto ‘Olhares sobre as cidades: experiências de viagem’ instigará a troca de ideias, informações, conhecimento e a partilha do saberes e de experiências no espaço escolar e extraescolar, proporcionando a integração e troca de experiências com a comunidade e escolas vizinhas ao IFRS–Campus Canoas. Compreender que não estamos sós e olhar o outro como um ser único, a partir de uma aproximação com diferentes olhares sobre as cidades a partir de experiências de viagens é um dos objetivos deste trabalho. O projeto permitirá integrar tais experiências e reflexões por meio do evento “Feira das Cidades”, que terá duração de três dias, sendo composto por diversas atividades acadêmicas e culturais, entre elas: espaços interativos de diálogo e trocas culturais, relatos e depoimentos dos viajantes (brasileiros e estrangeiros), exposição de fotos, vídeos e imagens das cidades visitadas em viagens de alunos e professores das escolas envolvidas.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Cientificando: educando para a ciência

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Carla Odete Balestro Silva

Resumo: A Lei N° 11.892/2008 criou os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) estabelecendo as seguintes finalidades e características, entre outras: “desenvolver programas de extensão e de divulgação científica e tecnológica” e “realizar e estimular a pesquisa aplicada, a produção cultural, o empreendedorismo, o cooperativismo e o desenvolvimento científico e tecnológico”. Nesse contexto, este projeto visa promover a educação para a ciência através da reflexão do ensino a partir da prática da pesquisa científica. O Campus Canoas do IFRS tem organizado momentos de socialização dos saberes científicos trabalhados em seu espaço escolar. Essa preocupação com a produção e a disseminação da ciência materializou-se, desde 2013, na IFCITEC – Feira de Ciências e Inovação, que atrai dezenas de projetos desenvolvidos por jovens estudantes das redes pública e privada de Canoas e região. Ao longo das edições da IFCITEC, percebeu-se que muitos docentes buscavam aperfeiçoar seus métodos de ensino utilizando o princípio do “educar pela pesquisa” e, fazendo uso dos conhecimentos produzidos pelos professores e alunos do Campus Canoas, iniciou-se em 2017 o projeto cientIFicando (com outras denominações anteriormente) e que visa promover ações de extensão que buscam criar espaços de socialização de experiências de docentes e discentes sobre o fazer ciências em seus espaços escolares. As ações organizadas pelo cientIFicando preparam a comunidade para criar e participar de feiras de ciência – incluindo a IFCITEC -, aperfeiçoando seus procedimentos metodológicos e aprofundando os conceitos teóricos que estimulam docentes a promover um ensino mais significativo.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Oficinas de roteiro de audiovisual – 2020

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenador: Romir de Oliveira Rodrigues

Resumo: O Projeto “Oficinas de Roteiro Audiovisual – 2020” está vinculado ao Programa Oficinas Permanentes de Cultura, e dá continuidade às oficinas sobre a narrativa audiovisual oferecidas desde 2013. Objetiva oportunizar o desenvolvimento de competências cognitivas e psicossociais, promovendo a criatividade e a autoestima dos participantes com reflexo nas dimensões acadêmica, profissional e pessoal. O contato com a linguagem cinematográfica e o domínio dessa forma de expressão torna-se importante instrumento em uma sociedade audiovisual como a nossa. Portanto, tal como a palavra escrita, a imagem precisa ser decifrada e compreendida, para dela melhor se retirar toda a mensagem, para melhor usufruirmos seu prazer e para melhor nos precavermos contra suas ciladas. Transpor a experiência audiovisual para o meio educativo, um importante vetor do projeto, demanda o trabalho com temas como a leitura de imagens, a articulação entre imagem e som e os elementos ideológicos e de mercado que envolve esta forma de produção cultural. Para isto estão prevista a realização de oficinas e cursos sobre o processo de elaboração de roteiros e produção audiovisual e a promoção de sessões de cinema comentadas, todas abertas a participação da comunidade. Essas iniciativas abrem um mosaico de possibilidades quando de atuação do Projeto no tripé ensino-pesquisa-extensão e contribuem para consolidar o IFRS-Canoas como importante espaço na produção cultural do município.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Oficinas de histórias em quadrinhos – 2020

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenador: Romir de Oliveira Rodrigues

Resumo: O Projeto “Oficinas de Histórias em Quadrinhos – 2020 ” está vinculado ao Programa Oficinas Permanentes de Cultura, e dá continuidade ás oficinas oferecidas desde 2012. O Projeto oportuniza o desenvolvimento de competências cognitivas e psicossociais, promovendo a criatividade e a autoestima dos participantes com reflexo nas suas vidas acadêmica, profissional e pessoal. Localizada na integração entre elementos textuais e visuais, os Quadrinhos possuem uma linguagem narrativa própria, baseada no uso deliberado de imagens para produzir no leitor determinada sensação e a constituição, a partir deste amálgama entre linguagens, de uma nova forma de expressão. Portanto, constituem-se em importante ferramenta para o desenvolvimento e processos de aprendizagem e a implantação de práticas pedagógicas interdisciplinares e inovadoras. Neste sentido, além da realização de oficinas específicas para estudantes, tanto no IFRS-Canoas, quanto das escolas do entorno, está previsto a realização de nova edição do curso “Alfabetização em Quadrinhos” para educadores da rede municipal. O planejamento contempla também a edição do segundo número da revista “Nonsequitur”, que, além do registro da produção realizada nas Oficinas, amplia seu escopo para envolver os artistas locais e estudantes dos demais Campi do IFRS. Pretende-se constituir um grupo de investigação visando sistematizar os aprendizados construídos pelos diferentes sujeitos envolvidos, aprofundar temas relativos à linguagem dos quadrinhos e seu desdobramento nos processos de ensino e aprendizagem. Essas iniciativas abrem um mosaico de possibilidades quando de atuação do Projeto no tripé ensino-pesquisa-extensão e contribuem na consolidação do IFRS-Canoas como importante espaço na produção cultural do município.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Iniciação à docência: ensinar e aprender matemática

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Mariana Lima Duro

Resumo: O Projeto de Iniciação à Docência: Ensinar e Aprender Matemática prevê a realização de minicursos sobre assuntos relacionados à matemática para alunos da rede pública de ensino do município de Canoas e/ou cidades vizinhas. Os assuntos a serem trabalhados nos minicursos são levantados a partir das necessidades das escolas parceiras e de seus estudantes. Os minicursos serão ministrados por estudantes do Curso de Licenciatura em Matemática do IFRS- Campus Canoas, orientados por, pelo menos, um docente da área. Dessa forma, o projeto promove a integração com as redes públicas de ensino, na medida em que estabelece parcerias entre o IFRS e as escolas de educação básica, oportunizando aos licenciandos da instituição a sua inserção em ambientes escolares a fim de que possam vivenciar práticas inerentes ao fazer docente desde o ingresso no curso. O projeto propicia aos licenciandos, ainda, pensar em estratégias de ensino, elaborar materiais pedagógicos, desenvolver metodologias alternativas para o ensino, aplicar e avaliar as atividades elaboradas colocando em prática, de forma articulada os conhecimentos matemáticos e pedagógicos abordados ao longo do curso. O projeto contribui também com o ensino e a aprendizagem dos estudantes da educação básica que terão, através dos temas abordados nos minicursos, a oportunidade de revisar conteúdos matemáticos ampliando seus conhecimentos.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: IFRS Solidário 2020 – inverno

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Jaqueline Terezinha Martins Corrêa Rodrigues

Resumo: Com o início da estação fria no Rio Grande do Sul, as necessidades das pessoas em situação de vulnerabilidade por roupas, calçados e cobertores aumenta. Este projeto visa promover a arrecadação de doações para atendimento destas pessoas, bem como atender demandas das entidades parceiras, conforme disponibilidade dos integrantes e voluntários do projeto. Para atendimento deste objetivo já foi realizado um levantamento de necessidade de entidades que atendam pessoas em situação de vulnerabilidade, como crianças, adolescentes, idosos e imigrantes. Após análise destas demandas, pretende-se desenvolver o Projeto Inverno, contemplando não só doações de alimentos e roupas, mas pensando em outras atividades que foram informadas pelas entidades parceiras.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Desafio solidário das equipes

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Daniele dos Santos Fontoura

Resumo: O projeto Desafio Solidário das Equipes faz parte do Programa IFRS Solidário 2020, registrado sob a identificação SIGProj N°: 347847.1931.186450.06032020 e já aprovado por comissão específica do campus Canoas, IFRS. Neste sentido, este projeto buscar integrar ações de ensino conduzidas na turma de Gestão de Pessoas do 3º ano do curso técnico em Administração com as ações solidárias promovidas pelo programa IFRS Solidário 2020. Assim, os alunos terão oportunidade de aplicar conceitos e conhecimentos trabalhados na disciplina para, em equipes, promoverem ações sociais que contribuirão as ações promovidas dentro do IFRS Solidário. Alcança-se, assim, a possibilidade de trabalhar conteúdos curriculares de forma integrada e por meio de metodologias ativas que permitirão aos discentes desenvolverem competências como liderança, trabalho em equipe, comunicação, capacidade analítica. Aliado a isto destaca-se a formação cidadã para todos os alunos envolvidos integrando-os aos problemas sociais da comunidade que os cerca.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Desenvolvimento de aplicativo colaborativo para geolocalização de moradores em situação para uso do consultório na rua

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenador: Sérgio Almeida Migowski

Resumo: Este projeto objetiva desenvolver um aplicativo civil colaborativo capaz de fornecer a localização de moradores em situação de rua para os profissionais assistenciais que atuam no seu atendimento no Consultório na Rua de Porto Alegre. Através de uma pesquisa qualitativa, serão entrevistados os profissionais que fazem parte deste serviço em adição à observação participante, a fim de identificar as peculiaridades do serviço prestado e os impactos que poderão ser causados pela utilização do aplicativo. O que se espera, com sua utilização, que o aplicativo seja capaz de aumentar a eficiência e efetividade da busca ativa feita pela equipe assistencial que, atualmente, realiza suas saídas sem planejamento prévio por desconhecer os locais com maior densidade de moradores em situação de rua, o que acaba se traduzindo em desperdício de recursos públicos e de um menor número de atendimentos in loco.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: IFRS Reage – seu problema, nossa solução

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenador: Sérgio Almeida Migowski

Resumo: Este projeto de extensão objetiva oferecer soluções a organizações de micro e pequeno porte e profissionais autônomos, a fim de otimizar o desempenho de suas atividades profissionais. O objetivo principal é fazer uma interconexão entre o setor empresarial e o setor acadêmico, unindo organizações a profissionais e estudantes dos Institutos Federais, na tentativa de minimizar os impactos socioeconômicos ocasionados pela pandemia do Covid-19. Após a divulgação dos objetivos do projeto às comunidades externa e interna, as organizações de micro e pequeno porte e profissionais autônomos interessados em participar serão assistidos pela equipe do projeto, que irá propor, entre outros, um diagnóstico preliminar dos problemas apontados pelos assistidos, em conformidade com as qualificações dos membros desta proposta de atividade de extensão. Após o diagnóstico preliminar, os membros do projeto e os estudantes voluntários, cujas qualificações sejam capazes de agregar valor aos problemas apontados, passarão a acompanhar a implementação da alternativa de resolução da problemática trazida à consulta da equipe deste projeto. Pretende-se realizar pelo menos 5 encontros virtuais (em função da pandemia) dos assistidos com a equipe do projeto, incluindo o período de diagnóstico, indicação de soluções e acompanhamento da implementação das respostas apontadas aos problemas trazidos.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Ciclo de palestras da licenciatura em matemática – IFRS Canoas

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenador: Nicolau Matiel Lunardi Diehl

Resumo: A proposta consiste em criar um espaço para o debate e troca de experiências acerca da formação de professores de Matemática e sobre o fazer docente. O projeto prevê encontros quinzenais no formato de palestra e, posteriormente, espaço para perguntas e trocas.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Costurando proteção com empatia

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Gabriela Godoy Corrêa

Resumo: O ano de 2020 está sendo marcado pela pandemia de COVID-19, que atingiu o Brasil e o mundo. No nosso país, os casos seguem aumentando em alguns estados, enquanto em outros, como o Rio Grande do Sul, há uma estabilidade no número de novas contaminações. Ainda estamos longe de uma real diminuição de casos de contaminação da população brasileira, segundo os dados divulgados pelas Secretarias Estaduais de Saúde. Os órgãos de saúde informam que as principais maneiras de evitar o contágio pelo novo coronavírus é o distanciamento social, o uso de antisséptico e o uso de equipamentos de proteção individual (EPI’s), que incluem máscaras descartáveis. Diante dessa grave situação, este projeto objetiva a criação de grupos de trabalho capacitados para a produção de EPI’s, nomeadamente máscaras faciais descartáveis. Nesse sentido, caberá à equipe gestora desse projeto a definição dos grupos de voluntários(as), viabilizar as atividades operacionais necessárias à sua execução. Distribuição e entrega da produção para as comunidades na comunidade do Instituto Federal Rio Grande do Sul – Campus Canoas, localizado na região Metropolitana de Porto Alegre/RS. Com esta atividade, pretende-se estimular o senso de comunidade dos(as) voluntários(as) e beneficiados(as) e a empatia. O IFRS – Campus Canoas será o fomentador dessa rede de colaboração, que, obtém, como benefícios secundários o bem-estar dos(as) voluntários(as), que em isolamento social, mantêm uma atividade útil para o coletivo, enquanto os(as) beneficiários(as), aumentam sua proteção contra uma possível contaminação por coronavírus, evitando também a sobrecarga da estrutura de saúde instalada na região.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Uso do Google Meet e do Web Paint

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenador: Sérgio Almeida Migowski

Resumo: Este projeto de extensão buscará desenvolver vídeo tutorial para capacitação de interessados na melhor utilização dos recursos Google Meet e Web Paint em reuniões, palestras e cursos, notadamente quando do uso do power point como ferramenta de apoio. Pretende-se que, após instrumentalizados com as ferramentas, os usuários sejam capazes de atuar de forma síncrona, com mais segurança.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: IFRS Solidário 2020 – crianças

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Jaqueline Terezinha

Resumo: As crianças e os adolescentes que estão em situação de vulnerabilidade, muitas vezes, ficam a margem das comemorações de final de ano, além de terem dificuldades com o início do ano escolar por falta de materiais adequados para as aulas. Este projeto visa desenvolver ações para atendimento de crianças e adolescentes nas comemorações de final de ano e no início do ano letivo, da região de Canoas. Foram realizados levantamentos de necessidade de entidades que atendam crianças, adolescentes em entidades parceiras do projeto e também com os servidores terceirizados do Campus Canoas. Com esses dados, será possível realizar campanhas específicas para cada um dos públicos atendidos.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Olimpíadas de matemática: parceria IFRS e escolas (não executado em função da pandemia do novo coronavírus)

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Cláudia Brum de Oliveira Fogliarini Filha

Resumo: O projeto será voltado para a preparação de alunos dos Ensinos Fundamental e Médio de escolas da rede pública da cidade de Canoas para a participação em olimpíadas de Matemática, com destaque para a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Ocorrerão encontros semanais, onde serão resolvidas questões das provas de edições anteriores e estudados conteúdos de matemática relevantes para as resoluções, bem como serão discutidas estratégias de escrita matemática para responder questões dissertativas. Os encontros serão ministrados por professores e alunos do curso de Licenciatura em Matemática do IFRS – Campus Canoas. Além disso, o projeto se propõe a divulgar e incentivar a participação dos alunos e das instituições de ensino nas diversas olimpíadas de Matemática existentes.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Metamorfose: a educação ambiental como tema para a promoção de ações para a formação continuada de professores da educação básica (não executado em função da pandemia do novo coronavírus)

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Daniela Rodrigues da Silva

Resumo: A sustentabilidade demanda mudanças profundas nos indivíduos, nas organizações e na sociedade, sendo a educação e as Instituições de Ensino (IEs) fundamentais neste processo de transição. Diante disso, a legislação no Brasil vem se atualizando e tem exigido a inserção do tema nos currículos dos cursos em todos os níveis de forma integrada nos projetos institucionais e pedagógicos. Tal exigência tem se apresentado como um desafio para as IEs, em geral, e para os docentes, em específico, não apenas pela necessidade da inserção da temática em todos os cursos e níveis, mas também pela necessidade de sua promoção de forma integrada. Assim, é fundamental a organização de cursos de formação continuada para fomentar espaços onde a prática de ações a partir da educação ambiental possa ser efetivada. Desta forma, o objetivo deste projeto promover ações de formação continuada para professores da educação básica de instituições de ensino da rede pública de Canoas e região, considerando temas como consciência ambiental, sustentabilidade e cidadania. Pretende-se, realizar um estudo de caso a respeito das ações realizadas pelo projeto, das quais destacam-se o planejamento e desenvolvimento de um curso de formação continuada para professores da educação básica – séries iniciais, além da organização de palestras, seminários, minicursos, entre outros eventos que possam contribuir para a reflexão e promoção de ações nas instituições de ensino sobre educação ambiental. Como resultados, espera-se o compartilhamento de experiências e a construção de conhecimentos por parte dos docentes das instituições de ensino envolvidas.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Projeto de oficinas de ensino de matemática – POEMA (não executado em função da pandemia do novo coronavírus)

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Simone Maffini Cerezer

Resumo: Esse projeto foi elaborado com o intuito de contribuir para a melhoria do ensino da Matemática na Educação Básica e destina-se a atender, por meio de oficinas de resolução de problemas, modelagem matemática, investigações matemáticas, da utilização de materiais manipuláveis, jogos de tabuleiro e das tecnologias da informação e comunicação, no ano de 2020, os professores de Matemática do Ensino Fundamental da rede pública de São Leopoldo/RS. Serão oferecidas sete (7) oficinas de ensino de Matemática em sete (7) encontros. Cada encontro terá quatro horas (4h) de duração. As oficinas de ensino de Matemática serão planejadas com atividades que auxiliam a aprendizagem dos alunos, como a utilização de materiais manipuláveis, softwares matemáticos, jogos, calculadoras e vídeos. Os professores participantes das oficinas terão a oportunidade de conhecer e trabalhar com softwares gratuitos de Matemática, construir novas propostas para a prática pedagógica, bem como materiais que auxiliem no ensino da Matemática, além de compartilharem experiências e dificuldades vividas dentro da sala de aula com os professores do curso de Matemática do IFRS – Campus Canoas.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Lema Móvel – Laboratório de educação matemática móvel (não executado em função da pandemia do novo coronavírus)

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Juliana Sanchez

Resumo: Uma situação bem conhecida é a existência da dificuldade em aprender matemática oriunda da crença de que a disciplina é difícil e pouco acessível. É bem provável que uma das causas esteja no fato de que entre o conhecimento físico (visível, palpável, concreto) e o conhecimento matemático (relações que o indivíduo constrói) existe um processo a ser vivenciado. O uso de espaços, estratégias metodológicas e recursos lúdico-manipulativos apropriados podem contribuir muito positivamente para o estabelecimento dessas relações e, consequente desmistificação do ensino da matemática. O presente projeto tem como objetivo levar o Lema – Laboratório de Educação Matemática do Ifrs Campus Canoas ao encontro dos estudantes de ensino fundamental ou médio desta e de outras instituições de ensino. Com a aplicação de propostas didáticas com o uso dos recursos do laboratório, pretende oportunizar e incentivar práticas de ensino e aprendizagem de matemática que favoreçam a construção do conhecimento, através da oferta de momentos de descoberta, criação e construção dos conhecimentos matemáticos por meio da investigação e experimentação fora da sala de aula. Essas propostas, desenvolvidas por estudantes do curso de Licenciatura em Matemática desta instituição e sob a orientação dos docentes deste curso, oferecem oportunidades de inserção dos licenciandos no ambiente escolar para o desenvolvimento de atividades inerentes a sua futura profissão. Assim, é esperado que o projeto de extensão Lema Móvel possa contribuir não só com a formação inicial de professores de matemática, como também, com a melhoria da qualidade do ensino de matemática no ensino básico.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Gurias fazendo ciência (não executado em função da pandemia do novo coronavírus)

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Jaqueline Terezinha Martins Corrêa Rodrigues

Resumo: O presente projeto tem como propósito incentivar a curiosidade e o pensar científico de meninas, no Rio Grande do Sul chamadas de “gurias”, da Educação Básica para as carreiras de ciências exatas, engenharias e computação, além de ampliar a parceria entre a rede pública de educação básica no município de Canoas e o IFRS – Campus Canoas. O projeto iniciou em 2019, realizando atividades em uma escola estadual localizada no bairro Guajuviras e em uma escola municipal localizada no bairro Rio Branco, ambas em Canoas/RS, sendo que nesta última haverá continuidade em 2020. Este ano o projeto será desenvolvido em etapas que contemplam o planejamento e a divulgação das atividades, a seleção das alunas bolsistas, a definição e execução das atividades (oficinas, palestras, eventos, cursos, visitas às instalações da proponente, preparação para participação em olimpíadas, etc.), a formação das bolsistas e a contínua avaliação das atividades. Com o desenvolvimento deste projeto, pretende-se incentivar as meninas para ingressar em cursos da área de ciências exatas, engenharias e computação, promover o debate sobre a participação de mulheres na ciência e a importância dessa participação para a sociedade e para o melhor desenvolvimento da ciência, além de divulgar os cursos ofertados no IFRS.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Off board – Manutenção e suporte a serviço da sociedade (não executado em função da pandemia do novo coronavírus)

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Tuane Pereira Proença

Resumo: O Offboard pretende ser um Grupo de Trabalho, dentro do campus que tem como intuito de reaproveitar equipamentos de hardware para montar computadores para serem doados a instituições de caridade. O objetivo principal é montar equipamentos adaptados, tanto em termos de hardware como de software. Esse trabalho visa dar o suporte através do hardware e estará integrado com a pesquisa em termos de verificação de equipamentos e softwares adequados. Quanto ao ensino, o projeto deverá subsidiar o desenvolvimento de trabalhos em disciplinas como projetos e programação I e II dos cursos integrado de informática. Além das disciplinas de circuitos elétricos, circuitos lógicos, medidas elétricas e eletrônica do curso técnico integrado em eletrônica.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Gênero, sexualidade e relações étnico-raciais em oficinas (não executado em função da pandemia do novo coronavírus)

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenador: Nilso Ricardo Krauzer da Rosa

Resumo: Projeto é integrado ao programa Educação para a diversidade étnico-racial, de gênero e de sexualidade (NEABI-NEPGS). Pretende-se promover oficinas voltadas aos estudos de gêneros, sexualidades, das relações étnico-raciais e correlatos aos Direitos Humanos, realizando-se duas atividades mensais, a partir da proposição de seus organizadores. Realizar as atividades, envolve conhecer sobre o tema a ser trabalhado; montar o material das oficinas; promover, divulgar e, por fim, realizar as Oficinas. Estas serão alocadas no Campus Canoas, prospectando-se nas Instituições de ensino, espaços de cultura e de Organizações, por meio de parcerias estabelecidas e eventuais conforme o debate apresentar demanda. Abordar estas temáticas está de acordo com a Resolução nº 22, de 25 de fevereiro de 2014, que se referem à política institucional de ações afirmativas, que orienta as “ações de inclusão nas atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão, para a promoção do respeito à diversidade socioeconômica, cultural, étnico-racial, de gênero e de necessidades específicas, e para a defesa dos direitos humanos” (BRASIL, 2014, p. 1). O projeto pretende fomentar as ações realizadas pelo Campus Canoas na efetivação e institucionalização desta política, que criou e tem como estabelecidos o NAPNEs, NEABI, o NEPGS e as Ações Afirmativas (NAAFs). Pela escolha de filmes, documentários, e outros documentos audiovisuais que possibilitem o debate de temáticas que se relacionam, e no diálogo com Instituições parceiras, busca-se realizar atividades que promovam o debate, a crítica e a reflexão sobre essas dinâmicas sociais, promovendo o conhecimento sobre os Direitos Humanos, e novas formas mais saudáveis de existência.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Construindo caminhos para reciclar eletroeletrônicos com as escolas (não executado em função da pandemia do novo coronavírus)

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Simone Maffini Cerezer

Resumo: Nos últimos anos, o crescimento na produção e o consumo acelerado de eletroeletrônicos, tais como equipamentos de informática, televisores, smartphones e outros, tem se tornado uma prática frequente de toda a população mundial. Os principais fatores que favorecem a aquisição de materiais eletrônicos envolvem a inovação tecnológica, o consumismo exagerado e a obsolescência programada, ou seja, a diminuição do ciclo de vida dos produtos para garantir um consumo contínuo pelos consumidores. Como consequência, o resíduo de equipamentos eletroeletrônicos vem crescendo em grande velocidade, causando danos ao meio ambiente e aos seres vivos, pois é altamente poluente por possuir metais pesados em sua composição, como mercúrio, cádmio, berílio e chumbo. Neste sentido, o projeto ‘Construindo Caminhos para Reciclar Eletroeletrônicos com as Escolas ‘ tem como objetivo colaborar com a conscientização de estudantes e professores em relação à reciclagem de resíduos de equipamentos eletroeletrônicos e os riscos do seu descarte incorreto, tanto para a saúde como para o meio ambiente, por meio de palestras, oficinas socioeducativas e materiais informativos, visando conscientizar, trazer experiências e possibilitar aos participantes do projeto que atuem como multiplicadores ao estenderem as práticas aos meios familiar e social.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Projeto de extensão Cine Debate Ações Afirmativas (não executado em função da pandemia do novo coronavírus)

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Aline da Silveira Muniz

Resumo: Este projeto, integrado ao programa Educação para a relações étnico-raciais, de gênero e de sexualidade, propõe-se a elaborar até duas atividades trimestrais, que envolvam a escolha de filmes ou outros documentos audiovisuais, tais como episódios de séries, novelas, vídeos, dentre outros que tratem de assuntos elencados como relevantes para tratar de ações afirmativas de gênero, sexualidade e relações étnico-raciais. As atividades deverão ocorrer no campus e em instituições parceiras. Abordar estas temáticas está de acordo com a Resolução nº 22, de 25 de fevereiro de 2014, que se referem à política institucional de ações afirmativas, que orienta as “ações de inclusão nas atividades de Ensino, Pesquisa e Extensão, para a promoção do respeito à diversidade socioeconômica, cultural, étnico-racial, de gênero e de necessidades específicas, e para a defesa dos direitos humanos” (BRASIL, 2014, p. 1). Neste sentido, o projeto pretende fomentar as ações realizadas pelo IFRS campus Canoas, que busca efetivar a institucionalização desta política, que criou os Núcleos de Assistência a Pessoas com Necessidades Específicas (NAPNEs), os Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABIs), os Núcleos de Estudos e Pesquisas em Gênero e Sexualidade (NEPGSs) e os Núcleos de Ações Afirmativas (NAAFs). Com o foco na escolha de filmes e outros documentos audiovisuais que possibilitem o debate de temáticas que se relacionam com o NEPGS e com o NEABI e no diálogo com instituições parceiras, busca-se realizar exibições com discussões que promovam a mudança de comportamentos e práticas.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Oficina de fotografia no Campus Canoas (não executado em função da pandemia do novo coronavírus)

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenador: Gustavo Neuberger

Resumo: O Projeto Oficina de Fotografia no Campus Canoas, em sua quinta edição, vem continuar as ações que eram realizadas pela Oficina de Fotografia do Projeto Oficinas Permanentes de Cultura, após duas edições. Seus objetivos incluem ações no sentido de realizar aulas de fotografia para os alunos interessados, dividindo os temas em módulos básico e avançado. Os participantes também serão incentivados a apresentar suas fotos em diversas Mostras Fotográficas que ocorrerão nos eventos culturais programados durante o ano. Além disso, durante o ano serão programadas visitas a Museus de Arte com fotografias, e palestras com profissionais da área. Os participantes da Oficina também serão sempre incentivados a colaborar na cobertura fotográfica dos demais eventos acontecendo do Campus Canoas, como já realizado nos anos anteriores. Os encontros regulares semanais estarão abertos aos alunos do Campus, bem como à comunidade externa, mas também se planeja a abertura de uma turma exclusiva para a comunidade externa em horário e local diferenciado, para facilitar sua participação. Além de suas ações independentes, o Projeto contribuirá com o Programa Oficinas Permanentes de Cultura na realização de mostras culturais nas escolas da região, para divulgação do Projeto e da Instituição, principalmente com a realização de mini-oficinas com temas básicos de fotografia, e cobertura fotográfica das visitas. Para este ano, também está prevista a elaboração de um espetáculo cultural envolvendo todas as oficinas vinculadas ao programa.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Educação financeira: a gestão financeira pessoal e familiar (não executado em função da pandemia do novo coronavírus)

EDITAL Nº 65/2019 – Fluxo Contínuo 2020

Coordenadora: Simone Maffini Cerezer

Resumo: Um estudo da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) de 2015 mostra que mais da metade dos jovens brasileiros de 15 anos não tem conhecimentos básicos sobre como lidar com dinheiro cotidianamente. De 15 países analisados, o Brasil ficou em último lugar. Os jovens brasileiros chegam à fase adulta com grande risco de ficar inadimplentes. Pensando em contribuir para modificar esta realidade uma das possibilidades é trabalhar a educação financeira nas escolas, para que a prática de cuidar do próprio dinheiro faça parte da vida do estudante, tornando-o mais consciente em relação às próprias finanças. Neste sentido, a proposta “Educação Financeira: a Gestão Financeira Pessoal e Familiar” consiste em realizar oficinas com conteúdos teóricos e práticos de orientação financeira, a fim de proporcionar aos estudantes do ensino médio das escolas estaduais participantes um conhecimento significativo sobre o controle das receitas e dos gastos pessoais e familiares, contribuindo para que os estudantes tenham capacidade de administrar sua vida em sociedade, aprendendo a fazer escolhas de forma responsável e autônoma.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Espelho de Frida Khalo

EDITAL IFRS Nº 09/2020 – CONCESSÃO DE APOIO FINANCEIRO PARA AÇÕES DE EXTENSÃO PROPOSTAS POR ESTUDANTES

Coordenadora: Juliana da Cruz Mulling

Resumo: Com o crescimento dos debates acerca das pautas feministas, a imagem de Frida Kahlo, entre outras mulheres, ganha projeção no comércio. Este projeto tem como objetivo promover a reflexão sobre a iconografia de Frida Kahlo, de acordo com Panofsky, através de encontros com alunas da rede municipal e/ou estadual do município de Canoas, matriculadas a partir do 8º ano do ensino fundamental. A metodologia consistirá em exposição e contextualização dos retratos e autorretratos da artista, bem como de circunstâncias e posicionamentos expressados por Frida durante sua vida, de forma comparativa com os retratos da artista comercializados atualmente seguida de debate sobre temas transversais expressos nos retratos, previamente estudados pela equipe de execução do mesmo. Espera-se que o projeto seja capaz de contribuir para a reflexão crítica das estudantes sobre a constituição das imagens auto projetadas para si mesmas, bem como sobre as implicações dos estereótipos sociais e comerciais sobre as mulheres.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Dança: integração corpo, mente e coletividade

EDITAL IFRS Nº 09/2020 – CONCESSÃO DE APOIO FINANCEIRO PARA AÇÕES DE EXTENSÃO PROPOSTAS POR ESTUDANTES

Coordenadora: Juliana da Cruz Mulling

Resumo: O presente projeto tem por objetivo oportunizar o contato com a dança para experimentação, fruição e expressão por parte dos envolvidos. Prevê a realização de encontros semanais para o exercício de coreografias elaboradas pela bolsista, com a colaboração dos demais participantes e de professores de dança da comunidade externa, atendendo a jovens e adultos interessados nos estilos jazz, hip hop e contemporâneo. Uma vez por mês, serão oportunizadas aulas com professores de dança atuantes no município, os quais abordarão novos e diferentes estilos para experimentação e conhecimento dos participantes. Com este projeto pretende-se abordar a dança enquanto linguagem e expressão artística, inserida em seu contexto cultural, possibilitando um ambiente de formação que ative o corpo e a mente e contribua para a integração e desenvoltura dos estudantes

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Projeto LAR – Laboratório de Artes

EDITAL IFRS Nº 16/2020 – APOIO A PROGRAMAS E PROJETOS DE EXTENSÃO VOLTADOS À ARTE E CULTURA

Coordenadora: Juliana da Cruz Mulling

Resumo: O Projeto LAR é um desdobramento das Oficinas de Desenho, desenvolvidas desde 2014 no IFRS Canoas. A abordagem da linguagem do desenho para os estudantes do ensino médio integrado e dos anos finais do ensino fundamental, em consonância com leituras críticas acerca do mundo contemporâneo, instrumentalizou a proposição de soluções artísticas híbridas para problemáticas de interesse dos participantes. Observada a necessidade de acolhimento, valorização e orientação das práticas e interesses artísticos destes estudantes, o objetivo do projeto será contribuir para a sistematização dos estudos em arte, proporcionando práticas dirigidas e auto planejadas. Será criado um cronograma colaborativo para encontros semanais de prática e compartilhamento de referenciais técnicos e conceituais, e um cronograma mensal para realização de oficinas ministradas por agentes culturais da comunidade. Realizar mostras de trabalhos e participar de eventos do IFRS constitui outro objetivo, contextualizando as implicações dos hibridismos na produção de exposições de arte contemporânea e incentivando a autoconfiança dos estudantes em apresentar suas proposições. Visando contribuir para permanência e êxito dos estudantes do IFRS, o LAR se constituirá em um ambiente de produção metodológica que contemple a subjetividade, a afetividade, a percepção sensível e simbólica que integram a dimensão humana, buscando na expressão poiética a abordagem de temáticas elencadas pelos estudantes, conforme suas experiências, interesses, trajetórias e projeções de vida. Ao final do projeto, cada estudante avaliará seu processo de trabalho em arte, e possíveis contribuições da formação estética enquanto formação integral. Buscaremos levantar dados referentes às produções dos estudantes, considerando as linguagens e temáticas abrangidas.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Higienização das mãos em ambientes hospitalares: propostas de artefato baseado em internet das coisas (IoT)

EDITAL IFRS Nº 23/2019 – REGISTRO DE AÇÕES DE EXTENSÃO – CORONAVÍRUS (COVID-19)

Coordenador: Sérgio Almeida Migovski

Resumo: Diante de tantas possibilidades de contaminação pelo Covid-19 e de infecções associadas em hospitais, os esforços para um monitoramento mais confiável têm-se concentrado no desenvolvimento de tecnologias capazes de controlar a lavagem de mãos, o que envolve, por exemplo, a utilização de um equipamento eletrônico pelos profissionais e um dispositivo no dispensador de sabão ou sanitizante sempre que este profissional o acionar. Infelizmente, a relação custo/benefício destes equipamentos vem sendo um limitador na sua implementação. Por esta razão, o projeto busca desenvolver um artefato de baixo custo que possibilite o controle da higienização das mãos não só pelos gestores, através da geração de relatórios de consumo por funcionário, mas também por pacientes e seus acompanhantes, mitigando a possibilidade de contaminação.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: IFRS Solidário: solidariedade sem fronteiras

EDITAL IFRS Nº 23/2019 – REGISTRO DE AÇÕES DE EXTENSÃO – CORONAVÍRUS (COVID-19)

Coordenadora: Jaqueline Terezinha Martins Corrêa Rodrigues

Resumo: Este projeto visa promover ações para prevenção e enfrentamento à emergência de saúde pública decorrente do Coronavírus (COVID-19) para pessoas em situação de vulnerabilidade na região de Canoas/RS, como imigrantes, crianças e idosos. Para atendimento desse objetivo, serão realizadas atividades informativas e educativas relacionadas às formas de prevenção do COVID-19, reforçando a necessidade do distanciamento social, da correta higiene das mãos e da manutenção da limpeza da residência. A equipe de trabalho será composta por servidores do Campus Canoas e voluntários. Pretende-se atender as entidades participantes do projeto, contribuindo para redução das desigualdades e reduzindo as chances de contaminação pelo coronavírus.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Heróis e heroínas protagonistas de grandes feitos pelo mundo pedem socorro diante da Covid-19

EDITAL IFRS Nº 23/2019 – REGISTRO DE AÇÕES DE EXTENSÃO – CORONAVÍRUS (COVID-19)

Coordenadora: Cleusa Albília de Almeida

Resumo: O Campus Canoas, já realiza um trabalho conjunto com o Quilombo Chácara das Rosas desde 2019, situada na Rua Duque de Caxias, n.940, no bairro Marechal Rondon, são conhecidos e preferem o nome de Associação Remanescente de Quilombo Chácara das Rosas.O trabalho realizado trata de ouvir as “Histórias de vidas” “Relatos de Experiências e Resistência das famílias no quilombo”, este Projeto: Manifestações literárias nas comunidades quilombolas da grande Porto Alegre -RS já existente tem acompanhado a comunidade com oficinas, palestras e visitas mensais. E com a pandemia essa mesma comunidade tem sofrido com a falta dos elementos básicos para manter-se em pé, uma vez que muitas das mulheres e homens trabalhadores foram dispensados de seus trabalhos, o auxílio que estão recebendo para os idosos estão insuficientes para gerir as 30 famílias que lá residem.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

  • Título: Cultura e conhecimento da terra indígena Por Fi Gã no combate ao coronavírus

EDITAL IFRS Nº 23/2019 – REGISTRO DE AÇÕES DE EXTENSÃO – CORONAVÍRUS (COVID-19)

Coordenadora: Juliana da Cruz Mulling

Resumo: Em razão da pandemia que assola a humanidade neste período, as culturas indígenas encontram-se potencialmente vulnerabilizadas por suas condições historicamente alijadas da infraestrutura em diversos âmbitos existenciais. Este projeto busca providenciar para a comunidade Kaingang Por Fi Gã, – distante 24km do campus e composta por 53 famílias, parceira do NEABI Canoas no evento Diálogo com Povos Indígenas desde 2018-, suprimentos emergenciais para garantia de alimentação e higiene, considerando que muitos de seus sujeitos são prestadores de serviço e vendedores de artesanato nas cidades da região e deparam-se com o impedimento de obtenção de renda para a sobrevivência familiar em função da pandemia COVID-19. Em ritmo emergencial, o projeto propõe a doação de cestas básicas e produtos de higiene, além de adquirir artesanato produzido pelas famílias para ser empregado como acervo nas aulas de Arte e nas mostras culturais a serem realizadas no campus Canoas, contribuindo e incentivando a continuidade da cadeia produtiva da comunidade. Ações extensionistas como oficinas, palestras e eventos constituem excelente forma de aproximação desta comunidade com o IFRS Canoas, reforçando a Política de Ingresso Indígena da instituição e possibilitando a divulgação da oferta de cursos técnicos, de jovens e adultos e de nível superior. Estas ações estão previstas para o fim do isolamento social, de forma a serem efetivadas considerando o envolvimento afetivo e pessoal próprio dos modos de aprendizagem e existência das comunidades Kaingang como a Por Fi Gã, a qual não possui pleno acesso aos equipamentos necessários para ações remotas efetivas.

<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

Última atualização em 15/09/2021

Fim do conteúdo