Início do conteúdo

Fomento Externo


 

  • Título do Projeto: Escravidão e tráfico de africanos através dos registros de batismo (Rio Grande do Sul, 1780-1850) (em execução)

EDITAL IFRS Nº 42/2021 – EDITAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAPIBIC/PIBIC-Af/PIBIC-EM/IFRS/CNPq – PROBIC/IFRS/Fapergs

Coordenador: Prof. Dr. Marcelo Santos Matheus

Resumo: Até pouco tempo atrás, acreditava-se que a escravidão, no Rio Grande do Sul, não tinha tido a importância, para a formação social e econômica da região, que teve no restante do Brasil. Todavia, nas últimas três décadas a historiografia reviu tal questão, apontando a importância da mão de obra escrava (e africana, especificamente) para quase toda a capitania/província. Uma das vertentes dessa renovação historiográfica diz respeito ao tráfico atlântico de cativos. Milhares de africanos escravizados aportaram no Rio Grande do Sul entre 1780 e 1850. Contudo, ainda é desconhecido para quais localidades e regiões do RS os africanos desembarcados no porto de Rio Grande, por onde chegavam os escravos comercializados para o RS, foram enviados. A principal razão para tal desconhecimento é a inexistência de fontes (sistemáticas) que documentassem essa migração por entre a província. Portanto, esta pesquisa se propõe a investigar quantos escravos africanos foram levados às pias batismais nas diferentes capelas do RS entre 1780 e 1850, verificando a representatividade de tal fonte para a análise do próprio tráfico de africanos para o sul da América portuguesa e, depois, para o sul do Império do Brasil. Como está sendo possível observar, tal representatividade parece ser bastante expressiva, sendo possível, no futuro, elaborar uma cartografia, a partir dos registros de batismo, dos africanos que viveram e trabalharam no RS no colonial tardio e, principalmente, na primeira metade do século XIX.

Link para produção científica: Lattes

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do Projeto: Comportamento dos consumidores em relação aos resíduos de equipamentos eletroeletrônicos em Canoas/RS (em execução)

EDITAL IFRS Nº 42/2021 – EDITAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAPIBIC/PIBIC-Af/PIBIC-EM/IFRS/CNPq – PROBIC/IFRS/Fapergs

Coordenadora: Prof. Dr. Jaqueline Terezinha Martins Corrêa Rodrigues

Resumo: A Política Nacional de Resíduos Sólidos, aprovada em 2010, e o Acordo Setorial assinado em 2019, tratam da implantação de sistemas de logística reversa para os equipamentos eletroeletrônicos (EEE) no Brasil. Os consumidores são fundamentais para que esse sistema seja efetivo, pois precisam segregar, armazenar e descartar corretamente os resíduos oriundos dos equipamentos. As informações sobre o comportamento dos consumidores em relação ao uso, razões para descarte e ações realizadas com EEE após o uso são importantes para planejar ações adequadas e eficazes para o sucesso do sistema de logística reversa. Sendo assim, o objetivo principal deste projeto é analisar o comportamento dos consumidores de Canoas/RS em relação aos resíduos de equipamentos eletroeletrônicos. A metodologia utilizada consiste em uma revisão bibliográfica do tema, seguida de uma pesquisa com abordagem quantitativa, utilizando o método survey em amostra probabilística de consumidores do município de Canoas/RS. Para realização do trabalho estabeleceu-se uma parceria com a Coopertec, cooperativa que atua em Canoas/RS, especializada em gerenciamento de resíduos de equipamentos eletroeletrônicos (REEE). Como resultado espera-se conhecer o perfil do consumidor de Canoas/RS, identificando os tipos de REEE descartados com maior frequência, as razões para descarte e as dificuldades encontradas pelo consumidor, por exemplo. Com estas informações, será possível melhor dimensionar e planejar o sistema de logística reversa para os REEE, contribuindo para a preservação do meio ambiente e desenvolvimento da cooperativa, que gera emprego e renda na região.

Link para produção científica: Lattes

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do Projeto: Manifestações literárias nas comunidades quilombolas na grande Porto Alegre (em execução)

EDITAL IFRS Nº 42/2021 – EDITAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAPIBIC/PIBIC-Af/PIBIC- EM/IFRS/CNPq – PROBIC/IFRS/Fapergs

Coordenadora: Prof. Dr. Cleusa Albilia de Almeida

Resumo: O presente projeto possui a intenção de realizar um levantamento das manifestações literárias presentes na grande Porto Alegre. Inicialmente, faremos um levantamento para saber quantos há, dando prioridade para Canoas e o seu entorno, em virtude da logística, pois será preciso, em alguns casos, fazer levantamento in loco. Após esse levantamento, escolheremos um quilombola para trabalhar as representações literárias presentes no imaginário dos moradores, buscando saber de onde provém e como fazem para manter. A posteriori, iremos discutir as temáticas abordadas. Aqui entendemos manifestações literárias não somente o texto escrito, mas os contos e causos transmitidos de gerações para gerações através da oralidade. Com esse levantamento teremos como problematizar com os estudantes do IFRS – Campus Canoas, como se efetiva a literatura afro-brasileira no cotidiano de pessoas que foram negadas os direitos à arte literária, proporcionando discussões acerca de quem a produz, seus elementos, características e temas abordados. O projeto tomou nova configuração – e um dos novos objetivos foi a criação do perfil no Instagram para o Projeto Manifestações Literárias tem como objetivo abordar assuntos que tratem da representatividade das mulheres negras na sociedade, como notícias, pesquisas e discussões que tragam essa temática. A mulher negra já sofreu muito por suas características não se encaixarem nos padrões de beleza da mídia. Isso traz consequências terríveis, como a autocrítica e baixa autoestima, levando essas mulheres à não aceitação de quem elas realmente são.

Link para produção científica: Lattes

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do Projeto: Estudo dos Números de Ramsey R(n,3) (em execução)

EDITAL IFRS Nº 42/2021 – EDITAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAPIBIC/PIBIC-Af/PIBIC-EM/IFRS/CNPq – PROBIC/IFRS/Fapergs

Coordenadora: Prof. Dr. Juliana Sanches

Resumo: O número de Ramsey R(s,t) é o menor natural r tal que para todo bicoloração de Kr, digamos azul e vermelho, existe um Ks azul ou um Kt vermelho. Essa teoria deu origem a vastas pesquisas utilizando, entre outros, a combinatória. Por mais simples que seja a definição,calcular os números de Ramsey é uma tarefa árdua e poucos são conhecidos.Primeiramente, serão estudados os conceitos básicos de Teoria de Grafos e os problemasclássicos do tipo Ramsey. Através de uma pesquisa bibliográfica aprofundada e, após o estudoe discussão da bibliografia selecionada, serão investigados novos problemas do tipo Ramseyem grafos, objetivando encontrar novos limites para os números de Ramseyainda desconhecidos e buscar novos resultados matemáticos para essa teoria.Baseado nos nossos estudos já realizados, o objetivo principal dessa nova etapa será investigar os números de Ramsey da forma R(3,n) ainda não conhecidos. Primeiramente, vamos focar no caso R(3,10), que foi um caso que já conseguimos resultados.Continuaremos estudando artigos que nos deem ferramentas para o nosso objetivo. Utilizando, além da teoria dos números, o uso de computação, o grupo de pesquisa buscará resultados inovadores para a matemática, possibilitando a constante expansão dessa ciência.

Link para produção científica: Lattes

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do Projeto: TRI-LOGIC – Auxílio ao Ensino e Aprendizagem de Lógica de Programação (em execução)

EDITAL IFRS Nº 42/2021 – EDITAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICAPIBIC/PIBIC-Af/PIBIC- EM/IFRS/CNPq – PROBIC/IFRS/Fapergs

Coordenadora: Prof. Dr. Carla Odete Balestro Silva

Resumo: O ambiente TRI-LOGIC é fruto de um estudo sobre as potencialidades de várias técnicas na construção de um ambiente informatizado para apoio a aprendizagem na disciplina de lógica de programação e desponta como estratégia para potencializar as dinâmicas educacionais. Além disso, o uso da robótica educativa no apoio ao ensino de programação demonstra a importância do uso do concreto nas construções exigidas por um profissional da programação. O objetivo desse projeto de pesquisa é explorar a utilização do Tri-Logic, aperfeiçoando-o, e da robótica educativa para auxiliar no ensino e aprendizagem de lógica de programação junto aos alunos dos primeiros anos dos cursos técnicos integrados em Desenvolvimento de Sistemas e Eletrônica do Campus Canoas, visto que os projetos de cursos (PPCs) destas formações possuem a disciplina de lógica de programação como componente curricular. O ambiente Tri-Logic e a robótica educativa serão usadas em parceria com os docentes da disciplina. Cabe ressaltar que o TRI-LOGIC está disponível para utilização por outras instituições, para saber mais acesse as redes sociais do projeto @tri.logic.

Link para produção científica: Lattes

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do projeto: IDEALIZAR: soluções tecnológicas criativas para problemas locais (em execução)

EDITAL/CHAMADA Nº: EDITAL IFES 03/2020 – APOIO À INICIAÇÃO TECNOLÓGICA COM FOCO NA ECONOMIA 4.0 e CHAMADA PÚBLICA IFRS Nº 34/2020 – APOIO À INICIAÇÃO TECNOLÓGICA COM FOCO NA ECONOMIA 4.0.

Coordenadora: Jaqueline Corrêa Rodrigues

Colaboradores: Sérgio Migowski, Marcelo Pereira, Mariano Nicolao, Daniele Fontoura, Priscila Wachs, Arnaldo Santos e Juliana Aquino Machado (pela Secretaria Municipal de Educação)

Bolsistas: Davi Lopes Soares, Samuel Jansenn (voluntário), Anna Júlia Pires da Silva, Kailaine Eduarda da Rosa, Letícia Schardosin Ferreira e Lucas Corrêa Ferrari.

Resumo: O projeto “Idealizar: soluções tecnológicas criativas para problemas locais” é uma parceria entre o Campus Canoas do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul e a Secretaria Municipal de Educação de Canoas/RS. O objetivo geral do projeto é capacitar estudantes dos anos finais do ensino fundamental da rede pública municipal de educação básica fomentando a visão empreendedora e inovadora, por meio da aplicação e implementação de tecnologias da economia 4.0. Já os objetivos específicos são: (i) Sensibilizar a comunidade escolar envolvida no projeto sobre a importância da iniciação tecnológica para alunos dos anos finais do ensino fundamental; (ii) Desenvolver o perfil investigativo, consolidando a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão; (iii) Incentivar e desenvolver competências, por meio das metodologias ativas, para o desenvolvimento tecnológico e inovação, entre estudantes de ensino fundamental, orientados por docentes/pesquisadores atuantes no projeto; (iv) Instrumentalizar os beneficiários na utilização de tecnologias digitais no contexto da economia 4.0 como: programação, robótica e prototipagem de soluções tecnológicas, capacitando-os na tomada de decisão sobre os contextos de aplicação; (v) Promover o protagonismo e o engajamento do aluno, através da cultura empreendedora e com foco na inovação, como forma de desenvolver o raciocínio criativo, oportunidade futura de trabalho e de renda e de resolução dos problemas sociais das comunidades onde vivem; (vi) Desenvolver uma ação de empreendedorismo social e uma de empreendedorismo como gerador de renda por escola participante do projeto. As atividades serão realizadas em três escolas da rede municipal de ensino de Canoas/RS, com estudantes do 8º ano em 2021. A metodologia do trabalho está organizada em 4 grandes etapas. A primeira é a “Sensibilização da Comunidade Escolar” que consiste em encontros entre alunos, responsáveis, professores e equipe do projeto para ressaltar a importância da iniciação tecnológica. A etapa “Mas afinal o que é Economia 4.0?” consiste em realizar oficinas com os estudantes, envolvendo a manipulação de materiais concretos, utilização de laboratórios para introdução dos conceitos e prática sobre: empreendedorismo, economia 4.0, programação de softwares e aplicativos, prototipagem de soluções tecnológicas e robótica. Já a etapa “Mão na Massa” foi concebida sob a perspectiva da Aprendizagem Baseada em Projetos para desenvolver o potencial criativo para desenvolvimento de soluções tecnológicas, em especial programação de softwares e aplicativos, prototipagem de soluções tecnológicas e robótica. A última etapa do projeto chama-se “Conectados” e pretende incentivar visitas técnicas aos eventos científicos do Campus Canoas, tais como Feira de Ciências e Inovação Tecnológica (IFCITEC), Salão de Ensino, Pesquisa e Extensão do Campus Canoas e também oportunizar uma visita ao Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS, estimulando, ampliando e fortalecendo o potencial criativo, perfil investigativo e espírito empreendedor dos alunos participantes. Ainda, é proposta a realização de evento na conclusão das atividades integrando os alunos de todas as escolas participantes para apresentação dos projetos desenvolvidos. Por fim, espera-se oportunizar aos estudantes participantes uma perspectiva de melhoria da sua realidade social através da possibilidade de geração de renda em suas comunidades.

Link para produção científica: Lattes

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do projeto: Escravidão e tráfico de africanos através dos registros de batismo (Rio Grande do Sul, 1780-1850) (concluído)

Edital IFRS Nº 24/2019 PIBIC/PIBIC-Af/PIBIC-EM/PIBITI/IFRS/CNPq

Coordenador: Marcelo Santos Matheus

Resumo: Até pouco tempo atrás, acreditava-se que a escravidão, no Rio Grande do Sul, não tinha tido a importância, para a formação social e econômica da região, que teve no restante do Brasil. Todavia, nas últimas três décadas a historiografia reviu tal questão, apontando a importância da mão de obra escrava (e africana) para quase toda a capitania/província. Uma das vertentes dessa renovação historiográfica diz respeito ao tráfico atlântico de africanos. Milhares de africanos escravizados aportaram no Rio Grande do Sul entre 1780 e 1850. Contudo, ainda é desconhecido para quais localidades e regiões do RS os africanos desembarcados no porto de Rio Grande, por onde chegavam os escravos comercializados para o RS, foram enviados. A principal razão para tal desconhecimento é a inexistência de fontes (sistemáticas) que documentaram essa migração por entre a província. Portanto, esta pesquisa se propõe a investigar quantos escravos africanos foram levados às pias batismais nas diferentes capelas do RS entre 1780 e 1850, verificando a representatividade de tal fonte para a análise do próprio tráfico de africanos para o sul da América portuguesa e, depois, para o sul do Império do Brasil. Como está sendo possível observar, tal representatividade parece ser bastante expressiva, sendo possível, no futuro, elaborar uma cartografia, a partir dos registros de batismo, dos africanos que viveram e trabalharam no RS no colonial tardio e, principalmente, na primeira metade do século XIX.

Link para produção científica: Lattes

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do projeto: Revisão por pares e mineração de texto como suporte a revisão de textos dissertativos argumentativos (concluído)

Edital IFRS n° 24/2019 – PIBIC/PIBIC-Af/PIBIC-EM/PIBITI/IFRS/CNPq

Coordenadora: Cleusa Albilia de Almeida

Resumo: Durante a formação acadêmica e profissionalmente o processo da escrita vem sendo constantemente aperfeiçoado. Para o ingresso no ensino superior, normalmente, é necessária a realização de provas escritas em formato dissertativo-argumentativo (redação). Considerando esse contexto, o objetivo do presente estudo é desenvolver uma ferramenta de atividades de revisão de escrita de textos, em ambiente virtual, a qual permita ao usuário melhorar seu processo de escrita. O ambiente virtual está sendo criado a partir da análise dos seguintes instrumentos: manuais de revisão de instituições de ensino superior públicas do Rio Grande do Sul; critérios do ENEM para avaliação das redações, disponível no manual do candidato. O funcionamento do ambiente ocorre da seguinte maneira: o usuário vai escreve uma redação para ser avaliada e esse mesmo usuário receberá duas redações para que avaliar. O ambiente apresentará um apoio para que o utilizador saiba quais erros deve procurar em cada categoria. Salienta-se que é necessário, ainda, realizar testes em turmas de estudantes para verificar como as técnicas apresentadas na ferramenta apresentam resultados e quando podem ser aplicadas. Nesse sentido, a ferramenta será aplicada com alunos do ensino médio do IFRS – campus Canoas, com a intencionalidade de ofertar atividades de apoio à revisão da escrita de textos e, assim, melhorar a escrita dos estudantes, o que poderá contribuir para que consigam sua vaga no ensino superior. O ambiente de revisão já existe, e pode ser acessado pelo endereço http://revisaoonline.com.br. No entanto, o mesmo está em desenvolvimento e nem todas as funcionalidades estão disponíveis.

Link para produção científica: Lattes

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

  • Título do projeto: TRI-LOGIC – Auxílio ao Ensino e Aprendizagem de Lógica de Programação (concluído)

EDITAL IFRS Nº 26/2020 PIBIC/PIBIC-Af/PIBIC-EM/PIBITI/IFRS/CNPq

Coordenador: Sandro José Ribeiro da Silva

Resumo: O ambiente TRI-LOGIC é fruto de um estudo sobre as potencialidades de várias técnicas na construção de um ambiente informatizado para apoio ao ensino e aprendizagem na disciplina de lógica de programação e desponta como estratégia contemporânea e relevante para potencializar as dinâmicas educativas da disciplina em questão. Além disso, o uso da robótica educativa no apoio ao ensino de programação demonstra a importância do uso do concreto nas construções das abstrações exigidas por um profissional da programação. O objetivo desse projeto de pesquisa é explorar a utilização do Tri-Logic, aperfeiçoando-o, e da robótica educativa para auxiliar no ensino e aprendizagem de lógica de programação junto aos alunos dos primeiros anos dos cursos técnicos em Desenvolvimento de Sistemas e Eletrônica do Campus Canoas, visto que os projetos de cursos (PPCs) destas formações possuem a disciplina de lógica de programação como componente curricular. Com vistas a diminuir a retenção na disciplina introdutória a programação, o ambiente Tri-Logic e a robótica educativa serão utilizados em parceria com os professores que atuam na disciplina de lógica de programação.

Link para produção científica: Lattes

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

 

Última atualização em 27/07/2021

Fim do conteúdo