Início do conteúdo

Fomento Externo


Título do projeto: Escravidão e tráfico de africanos através dos registros de batismo (Rio Grande do Sul, 1780-1850)

Edital: IFRS Nº 24/2019 PIBIC/PIBIC-Af/PIBIC-EM/PIBITI/IFRS/CNPq

Coordenador: Marcelo Santos Matheus

Resumo: Até pouco tempo atrás, acreditava-se que a escravidão, no Rio Grande do Sul, não tinha tido a importância, para a formação social e econômica da região, que teve no restante do Brasil. Todavia, nas últimas três décadas a historiografia reviu tal questão, apontando a importância da mão de obra escrava (e africana) para quase toda a capitania/província. Uma das vertentes dessa renovação historiográfica diz respeito ao tráfico atlântico de africanos. Milhares de africanos escravizados aportaram no Rio grande do Sul entre 1780 e 1850. Contudo, ainda é desconhecido para quais localidades e regiões do RS os africanos desembarcados no porto de Rio Grande, por onde chegavam os escravos comercializados para o RS, foram enviados. A principal razão para tal desconhecimento é a inexistência de fontes (sistemáticas) que documentaram essa migração por entre a província. Portanto, esta pesquisa se propõe a investigar quantos escravos africanos foram levados às pias batismais nas diferentes capelas do RS entre 1780 e 1850, verificando a representatividade de tal fonte para a análise do próprio tráfico de africanos para o sul da América portuguesa e, depois, para o sul do Império do Brasil. Como está sendo possível observar, tal representatividade parece ser bastante expressiva, sendo possível, no futuro, elaborar uma cartografia, a partir dos registros de batismo, dos africanos que viveram e trabalharam no RS no colonial tardio e, principalmente, na primeira metade do século XIX.

 

……………………………………………….

 

Título do projeto: Revisão por pares e mineração de texto como suporte a revisão de textos dissertativos argumentativos

Edital: IFRS n° 24/2019 – PIBIC/PIBIC-Af/PIBIC-EM/PIBITI/IFRS/CNPq

Coordenador(a): Cleusa Albilia de Almeida / Docente

Resumo: Durante a formação acadêmica e profissionalmente o processo da escrita vem sendo constantemente aperfeiçoado. Para o ingresso no ensino superior, normalmente, é necessária a realização de provas escritas em formato dissertativo-argumentativo (redação). Considerando esse contexto, o objetivo do presente estudo é desenvolver uma ferramenta de atividades de revisão de escrita de textos, em ambiente virtual, a qual permita ao usuário melhorar seu processo de escrita. O ambiente virtual está sendo criado a partir da análise dos seguintes instrumentos: manuais de revisão de instituições de ensino superior públicas do Rio Grande do Sul; critérios do ENEM para avaliação das redações, disponível no manual do candidato. O funcionamento do ambiente ocorre da seguinte maneira: o usuário vai escreve uma redação para ser avaliada e esse mesmo usuário receberá duas redações para que avaliar. O ambiente apresentará um apoio para que o utilizador saiba quais erros deve procurar em cada categoria. Salienta-se que é necessário, ainda, realizar testes em turmas de estudantes para verificar como as técnicas apresentadas na ferramenta apresentam resultados e quando podem ser aplicadas. Nesse sentido, a ferramenta será aplicada com alunos do ensino médio do IFRS – campus Canoas, com a intencionalidade de ofertar atividades de apoio à revisão da escrita de textos e, assim, melhorar a escrita dos estudantes, o que poderá contribuir para que consigam sua vaga no ensino superior. O ambiente de revisão já existe, e pode ser acessado pelo endereço http://revisaoonline.com.br. No entanto, o mesmo está em desenvolvimento e nem todas as funcionalidades estão disponíveis.

Última atualização em 23/03/2020

Fim do conteúdo