Início do conteúdo

Campus Canoas doa 5 mil máscaras feitas por estudantes e servidores voluntários para a Prefeitura


Um alívio para muitos que necessitam de proteção contra a Covid-19 foi proporcionado pelo Campus Canoas a partir da manhã desta sexta-feira, dia 9 de outubro. Representantes da instituição entregaram 5 mil máscaras de proteção para a Secretaria de Desenvolvimento Social e para a Defesa Civil do município. Elas foram confeccionadas por voluntários do campus, professores, técnicos e estudantes, por meio do projeto de Extensão Costurando Proteção com Empatia, criado para ajudar no combate à pandemia.

O material foi entregue na sede da Secretaria de Desenvolvimento Social para a secretária da pasta, Luisa Camargo, e para o secretário-especial da Defesa Civil, coronel Rodolfo Pacheco. De acordo com a secretária, as máscaras chegam em um tempo especial, pois se aguarda, de acordo com as perspectivas e o cenário mundial, uma piora no número de casos.

_ Não sabemos como a doença vai evoluir. Precisamos estar preparados. E, por mais que procuramos dar assistência, ainda vemos muitas pessoas em Canoas que ingenuamente tentam se proteger como podem, mesmo que com um lenço. Essas máscaras serão de muita ajuda, principalmente para a população em situação de rua e as dezenas que atendemos em nossos albergues e abrigos _ explicou a secretária.

Já o coronel Pacheco lembrou que das cerca de 3,8mil pessoas que são atendidas mensalmente pela Defesa Civil de Canoas, uma das maiores do Estado em estrutura e atendimento, são poucos os que dispõem de insumos básicos de proteção, como as máscaras:

_ Teve momentos em que tivemos que improvisar fazendo máscaras com TNT e borrachinhas para poder distribuir para as pessoas. Trabalhamos na ponta, lidando com as pessoas com mais vulnerabilidade. É um trabalho difícil e esses insumos de máscaras certamente ajudarão muito para o nosso intento de aplacar ainda mais a evolução dessa pandemia.

Estiveram na entrega, representando o projeto do Campus Canoas do IFRS, as servidoras Gabriela Godoi e Olívia Tavares. Representando a Direção-geral, esteve o coordenador de Extensão, Marcos Aguiar. Ele apontou várias parcerias e convênios que o campus desenvolve com a prefeitura de Canoas. Aguiar explicou as possibilidades de ação e de cooperação entre o IFRS e o Poder Público. Uma das atividades em conjunto aventadas foi a participação do instituto nas hortas comunitárias, mas mais projetos devem ser pensados a partir dessa nova aproximação.

O projeto Costurando Proteção com Empatia seguirá funcionando mesmo com a chegada das Atividades Pedagógicas Não Presencias. De acordo com as representantes do projeto, ainda é esperada a confecção de pelo menos mais 5 mil máscaras para os próximos meses.

 

MATÉRIAS RELACIONADAS

Indígenas recebem máscaras confeccionadas por estudantes e servidores do Campus Canoas

Projeto doará primeiras 5 mil máscaras confeccionadas por voluntários do Campus Canoas

 

Fim do conteúdo