Início do conteúdo

Curso Técnico em Manutenção e Suporte em Informática Integrado ao Ensino Médio – Modalidade de Educação de Jovens e Adultos


O que é um curso técnico integrado ao ensino médio?

Um curso integrado segue uma proposta diferenciada, em que a educação profissional (técnica) se articula com as disciplinas do ensino médio, formando um curso ÚNICO, que busca a formação integral interligada à capacitação profissional. Assim, os alunos devem concluir TODAS as disciplinas da área técnica específica e da formação básica, além de estágios, quando previstos, e de atividades complementares, a fim de receber seu certificado. Destaca-se que NÃO há a possibilidade de o aluno ser certificado APENAS no Ensino Médio em um curso INTEGRADO.

O Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (Proeja) tem como finalidade integrar educação profissional e educação básica, especialmente a partir da superação da dualidade existente entre trabalho manual e intelectual, assumindo, em face disso, o trabalho na sua perspectiva criadora e não alienante. Criado pelo Decreto nº 5840, de 13 de julho de 2006, o Proeja objetiva associar as formações de âmbito humano e profissional, visando ao desenvolvimento do indivíduo na vida e para a vida e não apenas de qualificação do mercado ou para ele.

 

Descrição do curso:

O curso está voltado para a manutenção preventiva e corretiva de equipamentos de informática, a partir:

  • da identificação dos componentes de um computador e suas funcionalidades;
  • do conhecimento das arquiteturas de rede e análise de meios físicos;
  • do domínio dos dispositivos e dos padrões de comunicação;
  • de avaliações sobre a necessidade de substituição ou mesmo de atualização tecnológica dos componentes de redes.

O suporte se relaciona aos processos de instalação, configuração e desinstalação de programas básicos, utilitários e aplicativos, assim como da realização de procedimentos de becape e de recuperação de dados.

 

Áreas de atuação:

O técnico  estará capacitado a trabalhar em organizações públicas, privadas e do terceiro setor que demandem suporte e manutenção em informática ou na prestação autônoma de serviços.

 

Perfil do egresso:

O egresso do curso deverá ser um profissional com competências em operação, hardware e software; com habilidades para realizar instalação e manutenção de equipamentos de informática e com atitudes para intervir criticamente na sociedade. A confiabilidade transmitida pelo técnico e a sua postura ética são fatores decisivos na valorização do profissional de informática.

 

 

Início efetivo do curso:

Segundo semestre de 2010, por meio da Resolução nº 75, de 28 de julho de 2010, do Conselho Superior do IFRS (Consup). Houve alterações promovidas pela Resolução nº 67, de 31 de agosto de 2011 e pela Resolução nº 08, de 08 de abril de 2016, do Conselho do Campus Canoas (Concamp).

 

Modalidade:

Presencial.

 

Carga horária total:

2489h.

 

Carga horária e percentual a distância:

498h (20%).

 

Carga horária do estágio:

Não é obrigatório.

 

Carga horária das atividades complementares:

Não há necessidade.

 

Carga horária do Trabalho de Conclusão do Curso (TCC):

Elaborado no Componente Curricular Projeto Integrado.

 

Carga horária de Língua Brasileira de Sinais (Libras)  – mesmo que optativa:

Não há necessidade.

 

Duração do curso:

3 anos.

 

Turno de funcionamento:

Noite.

 

Periodicidade de oferta:

Anual.

 

Número de vagas:

30 vagas.

 

Coordenação do curso (nome e e-mail):

Coordenadora: Jaqueline Russczyk

E-mail: coord.proeja@canoas.ifrs.edu.br

 

Docentes do curso:

Portaria do colegiado

Contato e currículo dos professores(as), clique aqui.

 

Documentos:

PPC

Matriz do curso 

 

Links importantes:

 

 

Última atualização em 28/07/2020

Fim do conteúdo