Início do conteúdo

Protocolos de Prevenção


Retorno Seguro

Vacina

As vacinas atuam na prevenção de doenças, induzindo a criação de anticorpos por parte do sistema imunológico. Reduzem a possibilidade de infecção, porém, caso a infecção ocorra, a vacina evitará sua evolução para quadros mais graves e principalmente a morte.

Portanto, pense em você e nos seus colegas e vacine-se contra a Covid-19! Não esqueça que é preciso estar com a imunização completa: por isso, se a sua vacina tiver segunda e terceira doses, procure o local de vacinação para reforçar a proteção.

> Como mais uma medida para ampliar a proteção da comunidade acadêmica, contribuindo para a retomada gradual de atividades presenciais, o IFRS exigirá o comprovante de vacinação contra a Covid-19 para ingresso em suas unidades a partir de 29 de novembro de 2021. A determinação está detalhada na Portaria nº 456/2021, publicada em dia 29 de outubro de 2021.

 

Uso da máscara

É obrigatório o uso de máscara nos ambientes do IFRS. ⚠️ Somente são aceitas máscaras dos modelos:

  • tipo cirúrgica descartável,
  • de tecido de algodão com estrutura em três camadas,
  • respiradores do modelo N95 (PFF2).

> A máscara deve ser utilizada durante todo o tempo de permanência na instituição.

> Atente-se para o uso correto: um bom ajuste ao rosto e cobrindo o nariz e a boca.

> Troque a máscara a cada três horas (exceto os respiradores N95 – PFF2) ou antes, se perceber que ela está úmida ou danificada.

> Lembre-se de higienizar as mãos antes de colocar e retirar sua máscara, sempre pegando-a pelo elástico.

> No IFRS, a máscara somente deve ser retirada para ingestão de líquidos e alimentos,  preferencialmente em espaços de uso individual e ventilados. Logo que possível, recoloque-a. Se não puder estar em um espaço de uso individual nesse momento, vale lembrar que é importante respeitar o distanciamento físico entre as pessoas.

> Caso ocorra algum incidente com sua máscara e você não tenha uma reserva, verifique a disponibilidade na portaria da unidade.

> Se a sua máscara for descartável e você for descartá-la em uma unidade do IFRS, coloque-a dentro de um saco plástico e em uma lixeira fechada.

> No caso de máscaras de tecido, após o uso, higienize adequadamente, lavando com água e sabão.

> Em caso de contaminação da máscara ou das mãos com tosse ou espirro, proceda com a imediata troca e higiene das mãos.

 

Higienização das mãos

> Lave as mãos com frequência, com água e sabão, por no mínimo 20 segundos. Lembre-se de esfregar com sabão as pontas dos dedos, entre eles e também o punho.

> Higienize as mãos com álcool gel ao entrar em uma unidade do IFRS e antes de sair. As unidades do IFRS estão disponibilizando o produto nos principais pontos de acesso e passagem de pessoas.

> Reaplique o álcool gel sempre que mantenha contato com objetos que outras pessoas tocaram recentemente ou quando sentir necessidade.

> Ao espirrar ou tossir, mesmo de máscara, cubra a boca e o nariz com a parte interna do braço. Mesmo assim, procure aplicar álcool gel depois.

> Evite levar as mãos ao nariz, à boca e aos olhos.

> Vale lembrar que você pode reforçar os cuidados de prevenção se higienizar antes do uso, com álcool líquido 70%, mesa, teclado, mouse ou outra superfície que vá tocar com as mãos.

 

Ventilação dos ambientes

> Mantenha portas e janelas abertas, para permitir ventilação natural.

> O uso do ar-condicionado e de ventiladores em ambientes fechados não é recomendado.

> Se uma sala não tiver aberturas, o seu uso não está permitido no IFRS.

 

Distanciamento

> O distanciamento mínimo obrigatório entre pessoas nas unidades do IFRS é de 1,5 (um e meio) metro, com uso de máscara. Fique atento também:

> Não cumprimente pessoas com apertos de mão, abraços, beijos ou outro tipo de contato físico.

> Há cartazes informando o teto de ocupação de cada espaço no IFRS. Observe e respeite!

> Mesmo em filas de espera, lembre-se de respeitar o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas.

> Evite aglomerações nos espaços físicos do IFRS.

> Evite utilizar elevadores e quando necessário utilizar, respeite o teto de ocupação.

> Não realize eventos e reuniões presenciais com muitos participantes.

> Nas salas de trabalho ou de aula, se necessário, reorganize mesas e estações de trabalho para garantir o distanciamento necessário.

> E não esqueça que, se não estiver ao ar livre, é preciso também deixar os ambientes arejados (ou seja, com janelas e portas abertas).

 

Se tiver sintoma ou suspeita de Covid, não vá ao IFRS!

Alerta! Muito Importante: Não compareça presencialmente ao IFRS caso:

  • Estiver com qualquer sintoma de síndrome gripal.
  • Tenha sintomas de caso suspeito (confira abaixo).
  • Apresente resultado positivo para a Covid-19.
  • Tenha entrado em contato com pessoas com confirmação ou suspeita da doença.

Se isso ocorrer, informe a situação à Comissão Local de Prevenção e Acompanhamento da Covid-19. Conforme os sintomas, avalie também a necessidade de procurar um serviço de saúde.

Lembre-se: é comum apresentar um quadro assintomático estando infectado e mesmo assim transmitir o vírus. Por isso, se houver suspeita, evite contato com outras pessoas.

Confira os sintomas mais frequentes:

  • Tosse;
  • Febre (≥37,8ºC);
  • Coriza;
  • Dor de garganta;
  • Dificuldade para respirar;
  • Fadiga;
  • Mal estar e mialgia;
  • Sintomas gastrointestinais (mais raros).

 

Comissão Local para Prevenção, Monitoramento e Controle da Covid-19 do Campus Restinga


Portaria nº 118, de 28 de maio de 2021

Contato: comite.crise@restinga.ifrs.edu.br

Última atualização em 16/11/2021

Fim do conteúdo