Início do conteúdo

PAIEX/PIBEX


O Programa de Apoio Institucional à Extensão do IFRS (PAIEX) tem a finalidade de
fomentar os programas e projetos de extensão no âmbito das comunidades de abrangência da
Instituição, em consonância com a Política de Incentivo ao Desenvolvimento da Extensão no IFRS
(PIDE).

O Programa Institucional de Bolsas de Extensão do IFRS (PIBEX), em consonância
com a Política de Incentivo ao Desenvolvimento da Extensão no IFRS (PIDE), tem por finalidade
apoiar os programas e projetos de extensão, fomentados por orçamento institucional ou externo,
através da concessão de bolsas aos estudantes regularmente matriculados nos cursos do IFRS.

 

IFRS: tecendo ações educativas na Região do Alto Uruguai

Coordenadora: Marlova Elizabete Balke

Resumo: Projeto de extensão voltado a formação de professores da rede pública da região do Alto Uruguai e estudantes do 9º ano das Escolas da rede pública do município de Erechim, com o objetivo de oportunizar a professores da Educação Básica um processo de formação continuada de saberes teórico práticos baseado em experiências de prática pedagógica nas diversas áreas do conhecimento, e aos estudantes do município de Erechim, a complementação dos estudos de sala de aula do componente curricular de matemática. A respectiva proposta contempla os objetivos do IFRS, entre eles desenvolver atividades de extensão de acordo com os princípios e finalidades da educação profissional e tecnológica, em articulação com o mundo do trabalho e os segmentos sociais, e com ênfase na produção, desenvolvimento e difusão de conhecimentos científicos e tecnológicos; assim como a Política de Extensão, aproximando desta forma o IFRS/Erechim da sociedade.

Olimpíada Brasileira de Informática 2019: Divulgação e Capacitação de Estudantes da Educação Básica

COORDENADOR: Alexandro Magno dos Santos Adário

Resumo:
Esta proposta visa divulgar a Olimpíada Brasileira de Informática em Escolas de Educação Básica do
município de Erechim e no IFRS Campus Erechim, além de capacitar os estudantes em conceitos básicos
de lógica, programação e robótica. Com esse objetivo, será difundida a relevância do ensino da lógica e da programação ainda no Ensino Fundamental, o que auxilia os estudantes a obter maior desempenho
educacional, melhorando seu raciocínio, a iniciativa de solução de problemas reais e cotidianos, bem como conscientização para um aprendizado mais amplo, no qual conceitos matemáticos, tecnológicos e
científicos mesclam-se a conceitos humanísticos, éticos e sociais, através da colaboração e da
compreensão do desenvolvimento e da solução de projetos. A metodologia de ação principal é a
divulgação da OBI nas escolas e a seleção de estudantes que tenham interesse e tenham alguma aptidão
para oficinas de lógica e programação, a fim de que desenvolvam suas habilidades para participações
futuras na olimpíada.

DIVULGANDO O CAMPUS ERECHIM/IFRS 2019

Coordenador: Eduardo Fernandes Sarturi

Resumo: Este projeto tem o objetivo de divulgar o IFRS/Campus Erechim, como instituição de ensino, pesquisa e extensão, através de ações que envolvam escolas municipais e estaduais do município de Erechim e da região,bem como a comunidade em geral. As ações incluem visitas a escolas, entidades representativas de indústria, comércio, sindicatos, movimentos sociais, organizações não-governamentais (ONG’s), setor de serviços, prefeituras, e a organização de uma agenda para a visitação ao IFRS/Campus Erechim.

Disseminação de conhecimentos sobre prototipagem 3D

COORDENADOR: Fábio Luis Knewitz

Resumo: O mercado mundial de impressão 3D deve crescer mais de 20 % nos próximos cinco anos. Deste modo, o presente projeto visa promover o conhecimento regional sobre o emprego de impressoras 3D através de apresentações, palestras, minicursos, desenvolvimento de projetos e materiais didáticos junto à comunidade acadêmica e alunos do ensino médio do município. Como resultado, espera-se despertar o interesse da comunidade por este tema em progresso de modo que utilizem as possibilidades de aplicação da prototipagem rápida em diversos ramos de atividade na região. Ainda, pretende-se que a equipe de execução adquira familiaridade o suficiente para desenvolver uma impressora 3D com maior capacidade de uso que a adquirida para este projeto de extensão.

Construção e divulgação das ciências humanas como área do conhecimento no Campus de Erechim em vista da implementação do ensino médio integrado

COORDENADOR: Giovane Rodrigues Jardim

Resumo: A presente proposta envolve o diálogo e a interação com as escolas municipais e estaduais dos
municípios do alto Uruguai, no intuito de refletir sobre a importância das ciências humanas na educação
para o exercício da cidadania e a vivencia política, de forma a possibilitar momentos de estudo com os
profissionais da educação destas instituições. O desdobramento do projeto se dará também na presença
junto aos discentes do ensino fundamental, principalmente do nono ano, em vista de divulgar a criação do ensino médio integrado no Campus de Erechim, de forma a motivar e preparar um ambiente propício para a reflexão sobre a ética, a estética e a política.

Projeto Multidisciplinar e Divulgação do protótipo veicular Baja SAE 2019

Coordenador: Jakerson Gevinski

Resumo: O BAJA SAE é um projeto multidisciplinar que se caracteriza principalmente por ser um desafio lançado aos estudantes de Engenharia. O mesmo oferece aos estudantes a chance de aplicar na prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula, visando incrementar sua preparação para o mercado de trabalho. Ao participar do programa Baja SAE, o aluno se envolve com um caso real de desenvolvimento de um veículo, desde sua concepção, projeto detalhado, construção e testes. O projeto Baja SAE foi criado na Universidade da Carolina do Sul, Estados Unidos, sob a direção do Dr. John F. Stevens. No ano de 1991 teve-se o início das atividades da SAE BRASIL, que, em 1994, lançava o Projeto Baja SAE BRASIL. Dentre as competições BAJA SAE no Brasil, destacam-se as etapas regionais: Sul, Nordeste e Sudeste. A etapa regional é uma competição preparatória para a competição nacional, a qual vem sendo a competição mais importante da SAE BRASIL. As equipes vencedoras são convidadas a participar da competição internacional, nos Estados Unidos. Desta vez, além de participar da competição regional, o objetivo deste projeto é apresentar o veículo para a comunidade e atrair patrocinadores e parceiros, divulgando os cursos e concretizando o IFRS como sendo uma instituição de renome regional, nacional e até mesmo internacional. Por ser um projeto automotivo desperta interesse das crianças, jovens e adultos e principalmente, dos estudantes. Pretende-se participar e apresentar o veículo em eventos culturais e científicos e a realização de visitas e palestras em escolas da região.

Projeto de implantação da Rádio Conexão no Campus Erechim interligando profissionais de rádios comunitárias da Região do Alto Uruguai

COORDENADOR: Miguelângelo Corteze

Resumo:
O rádio, como mídia ou veículo de comunicação, no Brasil, surgiu na década de 1920. Quase um século
depois destes investimentos na área, os avanços tecnológicos permitem que esta ferramenta que,
originalmente usava apenas as ondas eletromagnéticas e os sons como modo de comunicação, utilize a
internet, as imagens e até mesmo produtos audiovisuais como formatos que compõem suas grades de
programação. Vivemos em um mundo globalizado, cada vez mais interligado, onde um veloz avanço
tecnológico permeia o cotidiano da sociedade. Neste contexto, as rádiodifusão comunitárias procuram
com o auxilio do IFRS Campus Erechim capacitar os individuos da comunidade que exercem trabalho
voluntário como comunicadores nestas mídias radiofônicas. A fim de atender esta demanda montamos o
presente projeto que visa a construção da rádio do Campus Erechim com apoio da Rádio Conexão do
Campus Sertão, vindo a atender a demanda da comunidade, proporcionando curso de capacitação com
aulas práticas em nossa rádio web do Campus. Este projeto escolhe a atividade radiofônica para atenderr
essas reivindicações, buscando interligar a Instituição de Ensino e a Comunidade externa.

Educação e Alimentação Saudável: atitudes para uma formação humana e integral

COORDENADOR: Jonatan Maicon Antônio Tonin

Resumo:
O ambiente escolar possibilita o desenvolvimento de ações voltadas para a educação formal e curricular,
assim como, a abordagem de temas transversais como a promoção da saúde, na perspectiva do
desenvolvimento de uma alimentação saudável. Da mesma forma, no IFRS – Campus Erechim são
desenvolvidas ações que promovem o acesso a saberes que contribuem com uma formação integral.
Abordar o tema saúde de forma transversal, de acordo como os Parâmetros Curriculares Nacionais é uma forma de incentivar e refletir sobre a adoção de práticas que estimulem um estilo de vida saudável.
Sendo assim, este projeto tem como principal objetivo auxiliar na reflexão e adoção de hábitos alimentares que promovam um bom estado nutricional aos estudantes, professores e comunidade escolar. Serão abordados neste projeto outros temas complementares como: Merenda escolar, legislação, PNAE; Guia Alimentar para a População Brasileira; Práticas alimentares saudáveis; Boas práticas de manipulação de alimentos, rotulagem e processamento; Disfunções alimentares e padrões de comportamentos alimentares que causam prejuízo à saúde, assim como, serão desenvolvidas atividades práticas e oficinas com os estudantes e funcionárias das escolas. Também está previsto mobilização na semana do Dia Mundial da Alimentação que é celebrado anualmente no dia 16 de outubro.

Desenvolvimento Cultural no Campus Erechim

COORDENADOR: Marilvana Helena Bertolini

Resumo:O presente projeto é uma ação de extensão de caráter social, cultural, educacional, científico e
tecnológico cujo objetivo é contribuir para a difusão do conhecimento das mais diversas formas de
cultura. Propostas – SiEX/SIGProj – Página 4 de 16Especificamente, objetiva estimular o desenvolvimento das artes musicais, visuais e artísticas no Campus Erechim. Também propiciara aos bolsistas e estudantes voluntários a apresentarem seus projetos de ensino, pesquisa e extensão com a finalidade de promover a iniciativa, a criatividade e a inovação, assim como a preocupação com o meio no qual estão inseridos. Este projeto envolverá a comunidade interna e externa em sessões de apresentações orais e oficinas de projetos de ensino, pesquisa e extensão  ofertados pelas instituições parceiras e comunidade interna do campus, ainda dentro da amostra cultural poderá se mostrar.

Arte e discussão: pela valorização étnico-racial e de gênero

COORDENADOR: Natálie Pacheco Oliveira

Resumo: O referido projeto objetiva despertar a reflexão e capacitar sobre as relações étnico-raciais e de gênero, de forma a promover a verdadeira inclusão, combater o racismo direto e velado, reconhecer a importância da cultura dos povos indígenas e afrodescendentes para a sociedade, questionar o machismo e suas formas de opressão nas relações de gênero e valorizar a diversidade cultural nas relações estabelecidas nas instituições. Para tanto serão desenvolvidas atividades que visam despertar a consciência dos participantes das ações para as questões étnico-raciais e de gênero. As atividades serão constituídas de exposições e palestras sobre diferentes temáticas envolvendo tanto as questões indígenas e afrodescendentes quanto as problemáticas relacionadas ao gênero. Além disso, pretende-se promover o IV Arraiá da Diversidade, no mês de junho de 2019 e a IV Semana Integrada da Consciência Negra, de 15 a 20 de novembro de 2019. O Arraiá da Diversidade é uma espécie de festa junina para valorizar e
visibilizar o público atendido pelo NEABI, NEPGS e NAPNE. Já a Semana Integrada da Consciência Negra terá atividades culturais referentes à valorização da origem, história e cultura dos negros, enfatizando a presença da mulher negra no Brasil. As atividades culturais serão propostas pelos integrantes da equipe de execução deste projeto. Assim, pretende-se transformar os espaços de exposição e discussão em ambientes propícios para fomentar debates e projetar soluções para as temáticas indígenas, afrodescendentes e de gênero, na tentativa de humanizar as relações que permeiam nosso cotidiano.

IFRS e Páticas  Educativas Com Grupo de  Estrangeiros em Erechim – ANO 2

COORDENADOR: Rosiane Serrano

Resumo:
O projeto em questão, denominado “IFRS E PRÁTICAS EDUCATIVAS COM GRUPO DE
ESTRANGEIROS EM ERECHIM – II” representa a continuidade do trabalho desenvolvido em 2018. Desse modo, o projeto é composto por algumas ações que visam auxiliar, especialmente aos haitianos,
senegaleses e ganeses que residem no município de Erechim. Os imigrantes chegam ao Brasil buscando
oportunidades de trabalho e melhorias de suas condições individuais e de suas famílias, com ofertas de
saúde e de qualidade de vida. Estabelecem residência no município de Erechim ao virem diretamente de
seus países de origem ou depois de ter passado por outras cidades brasileiras. Observa-se que os
estrangeiros vivem dificuldades todos os dias, especialmente na questão de idioma, pois necessitam
aprender a língua portuguesa. Adicionalmente, é interessante que estrangeiros e brasileiros conheçam os
costumes e hábitos, possibilitando intercambio de conhecimentos e a inserção plena destes no novo país.
Portanto, este projeto visa desenvolver ações de conhecimento da língua portuguesa, cursos com foco em
produção de alimentos artesanais, de tingimento têxtil, tear e costura básica com oficinas de artesanato.
Objetiva-se que as técnicas ensinadas nos cursos possam fomentar o interesse pela produção e venda
futura do produtos, gerando renda para seu sustento e de sua família, contribuindo com a qualidade de
vida na cidade de Erechim. Ressalta-se que este projeto integrará discussões e debates em reuniões
Propostas – SiEX/SIGProj – Página 4 de 19 específicas com estes estrangeiros e comunidade regional, propiciando momentos de integração entre participantes do projeto – estrangeiros – e o IFRS.

Do campo para cidade: A Tecnologia para Potencializar a Comercialização de Alimentos Orgânicos e Agroindustriais da Agricultura Familiar

COORDENADOR: Sidnei Dal Agnol

Resumo:O projeto dará continuidade para operacionalização de um sistema de e-commerce iniciado em 2018, que aproximará produtores rurais da agricultura familiar aos consumidores finais, todo o processo será realizado por intermédio da Central de Cooperativas (CECAFES).
O sistema será aprimorado com auxílio de um bolsista de extensão, selecionado a partir de processo
seletivo. O objetivo é criar um canal digital que potencialize e incentive a produção de alimentos orgânicos e agroindustrializados, a comercialização direta aos consumidores e também valorize o cooperativismo, além de contribuir com o meio ambiente. Será aperfeiçoado um sistema de comércio eletrônico onde os consumidores poderão visualizar um lista de produtos disponíveis, escolher os produtos direcionando-os para uma sexta de compras virtual, onde poderão escolher entre os pontos de entrega disponíveis para recebimento. O projeto será realizado com a parceria da CECAFES e EMATER/RS – ASCAR, que contribuirão dentro das suas possibilidades para concretização dos objetivos do projeto.

Cursos e Profissões: conhecendo o IFRS – Câmpus Erechim

COORDENADOR: Silvia Lethicia Frandolozo

Resumo:
O projeto de extensão “Cursos e Profissões: conhecendo o IFRS – Campus Erechim” objetiva fornecer aos estudantes concluintes dos ensinos fundamental e médio das escolas do município de Erechim e região, informações sobre os cursos ofertados no Campus, auxiliando no processo de escolha profissional e buscando reduzir os índices de evasão relacionados à falta de conhecimento do curso escolhido.
Considerando a função social e os objetivos institucionais do IFRS, constata-se a importância da criação
de estratégias que promovam maior aproximação com a comunidade, especialmente pelo fato do Campus Erechim ser relativamente novo no contexto no qual está inserido. Ademais, é possível verificar que alguns estudantes que ingressam na instituição apresentam dificuldades em função do desconhecimento do curso escolhido. Ainda nesse sentido, observa-se que a falta de conhecimento sobre o curso é um dos fatores apresentados como motivadores da evasão. Acredita-se que as ações previstas no projeto possibilitarão maior conhecimento local da instituição e espera-se que possibilitem maior congruência entre as concepções e expectativas dos estudantes e a realidade dos cursos ofertados, favorecendo escolhas mais conscientes e consequentemente maior adequação e satisfação com o curso e com a profissão escolhida.

Mãos à Massa: ciência e arte na produção de alimentos

COORDENADOR: Valeria Borszcz

Resumo:
O consumo e produção de alimentos artesanais e orgânicos vem crescendo consideravelmente nos
últimos anos em nosso país, devido principalmente pela busca de alimentos diversificados, naturais e com baixos teores calóricos. Para atender este mercado, o pequeno produtor passa por muitos desafios, visto que na sua maioria possui pouca ou nenhuma informação técnica sobre a produção de alimentos. Frente a isso, este projeto tem por objetivo ofertar oficinas práticas e teóricas sobre produção artesanal de alimentos com o intuito de capacitar jovens e adultos pertencentes a região do Alto Uruguai/RS. Os
encontros, com carga horária total de 30 horas, serão ministrados por profissionais especializados da área de alimentos e abordará assuntos relacionados a segurança alimentar, boas práticas de fabricação e
processamento de alimentos artesanais. As atividades teóricas serão realizadas em sala de aula e as
práticas nas Usinas-piloto de Panificação e Frutas e Vegetais, localizadas no Bloco III do IFRS/Campus
Erechim, seguindo as normas de segurança alimentar. O(a) bolsista selecionado(a) colaborará na
organização, promoção e divulgação das ações que serão desenvolvidas durante a vigência deste projeto.
Adquirir conhecimentos continuamente visa a busca pela satisfação e conquista de novos clientes, além de fornecer produtos seguros e de ótima qualidade.

Anos anteriores:

 

Fim do conteúdo