Início do conteúdo

Estudantes podem se candidatar a bolsa em projetos de Pesquisa, Ensino ou Extensão


Estudante: o que acha de participar de um projeto no contraturno de sua aula e em uma área do seu interesse? Colocar a mão na massa e receber uma bolsa financeira? Está no ar o edital de seleção de estudantes bolsistas em projetos de Pesquisa e Inovação, de Ensino, de Extensão ou ações Indissociáveis (projetos que atuam na pesquisa, ensino e extensão ao mesmo tempo – entenda mais no final da notícia). As inscrições vão até 18 de junho de 2021 (exceto bolsa do Núcleo de Educação a Distância que vai até 21/06).

Leia com atenção o Edital (aqui) que rege o processo de seleção de bolsistas e veja como se inscrever

Edital para bolsa no Núcleo de Educação a Distância

Cada projeto tem requisitos para participação, então confira o Anexo I do edital para ver em qual projeto você se enquadra. O valor das bolsas a serem recebidas pelos alunos varia de R$ 300 a R$ 500.

Conheça os projetos com vagas para bolsistas:

  • Ensino

⇒ História e Literatura: entrelaçando saberes no Ensino Médio – coordenado pela profª Cinara Fontana Triches – 12 horas/semana

⇒ Repositório Digital Finestra: espaço de memória da educação no RS – coordenado pela profª Delma Tânia Bertholdo – 12 horas/semana

⇒ Monitoria acadêmica: Desenvolvendo estratégias para a construção de saberes na Educação Física – coordenado pelo profº Denis William Gripa – 12 horas/semana

⇒ Práticas Corporais: Ressignificando o corpo em movimento – coordenado pelo profº Denis William Gripa – 12 horas/semana

⇒ Ações de educação à distância junto ao núcleo de Educação a Distância (NEaD) do campusEDITAL ESPECÍFICO

  • Extensão

⇒ Leituras e vivências afirmativas no IFRS – Campus Farroupilha – coordenado pela profª Mônica de Souza Chissini – 12 horas/semana

⇒ Língua e cultura como ferramentas para acolher e integrar (i)migrantes e refugiados – coordenado pela profª Minéia Frezza – 16 horas/semana

⇒ Educação em Saúde: oportunidades educativas e desenvolvimento infantil – coordenado pela profª  Luciane Torezan Viegas – 12 horas/semana

  • Pesquisa e Inovação

⇒ Jogos digitais e o processo de alfabetização: Construindo um repositório de jogos educacionais para o primeiro ciclo do ensino fundamental – coordenado pelo profº Denis William Gripa – 16 horas/semana

⇒ Glossário bilíngue de informática – coordenado pela profª Lucilene Bender de Sousa – 16 horas/semana

⇒ Educação 4.0 – A (re)invenção do ensino e da aprendizagem em tempos de pandemia: Uma análise nos cursos superiores do IFRS – Campus Farroupilha – coordenado pela profª Samantha Dias de Lima – 16 horas/semana

⇒ Diálogos entre a História e a Literatura: relações possíveis entre as obras de Paulina Chiziane (Moçambique) e Conceição Evaristo (Brasil) – coordenado pela profª Daniela de Campos – 12 horas/semana

⇒ Representatividade Feminina nos cursos relacionados à Computação: Um estudo sobre os motivos que influenciam as mulheres a continuar ou abandonar esse campo de formação. coordenado pela profª Elisangela Muncinelli Caldas Barbosa – 12 horas/semana

⇒ Arranjos produtivos, sociais e culturais locais na Educação Profissional: o olhar dos servidores do Instituto Federal do Rio Grande do Sul – coordenado pela profª Gisele Schwede – 16 horas/semana

⇒ Ambiente de inovação do IFRS – Campus Farroupilha – coordenado pelo profº Oderson Panosso – 16 horas/semana

⇒ Cria-Educa-IFRS: um habitat de inovação e empreendedorismo que aproxima a  engenharia ao ensino das ciências exatas na educação básica – coordenado pela profª Lisiane Trevisan – 16 horas/semana

  • Projetos Indissociáveis 

Desenvolvimento de um sistema informatizado para o projeto Farmácia Solidária – coordenado pelo profº Felipe Martin Sampaio – 16 horas/semana

⇒ A reinvenção da brinquedoteca do curso de licenciatura em Pedagogia: estratégias inovadoras em tempos de pandemia – coordenado pela profª Samantha Dias de Lima – 16 horas/semana

⇒ Labped: Laboratório Pedagógico de Experiências Educativas – coordenado pela profª Samantha Dias de Lima – 16 horas/semana

Para você que chegou há pouco, pode estar se perguntando: o que é projeto Pesquisa e Inovação? Projetos de Ensino? De Extensão? E… Indissociáveis? 

Vamos lá! Confira a explicação de cada esfera para você entender bem:

Projetos de Pesquisa e Inovação: Projetos de pesquisa e inovação permite o contato do estudante com a prática da pesquisa geradora de uma inovação tecnológica (produto ou processo). Representa a introdução do aluno ao desenvolvimento tecnológico e inovação, podendo levá-lo a engajar-se na prática da investigação inovadora. Contribui para o desenvolvimento de atividades científicas, tecnológicas, organizacionais, financeiras e comerciais, sempre sob a orientação e supervisão de um orientador. A iniciação em desenvolvimento tecnológico e inovação caracteriza-se como um meio para a execução de um projeto inovador, partindo-se de uma demanda da sociedade, contribuindo também para a formação pedagógica, levando o discente a aplicar o método científico, visando à introdução no mercado de produtos, processos, métodos ou sistemas tecnologicamente novos ou melhores que os existentes.

Projetos de Ensino: são ações propostas por professores ou técnicos administrativos, realizadas de forma extracurricular, envolvendo estudantes com vistas à melhoria dos processos de ensino-aprendizagem dos e nos cursos ofertados pelo campus. Essas ações favorecem o desenvolvimento integral dos estudantes, proporcionando experiências significativas de iniciação científica e contribuindo expressivamente para a formação acadêmica dos estudantes.

Projetos de Extensão: A Extensão atua como uma “ponte” entre o conhecimento acadêmico, científico e tecnológico e a comunidade em que a instituição está inserida. Por meio desse relacionamento, busca articular diversas ações que buscam o desenvolvimento cidadão dos estudantes, o desenvolvimento socioeconômico e local, a superação de desigualdades entre outros objetivos expressos na política de extensão do IFRS.  Para que uma ação extensionista obtenha êxito, ela terá que promover, desde a sua concepção, o diálogo com a comunidade a ser atendida, o impacto na formação do estudante e promover a transformação social.

Projetos indissociáveis: essas ações trabalham características da Pesquisa, Ensino e Extensão de forma conjunta e têm como objetivo contribuir significativamente para o desenvolvimento e a disseminação de ações para a melhoria e o aperfeiçoamento dos arranjos produtivos, culturais e sociais locais, na área de abrangência do campus do IFRS.

Fim do conteúdo