Início do conteúdo

Ações de Extensão


 

Conheça as ações de extensão executadas no ano de 2021 no IFRS- Campus Farroupilha.

 

1. Nome da ação: Administração Financeira

Coordenadora: Fernanda Pizzato

Modalidade: Curso EaD

Resumo: A proposição do curso de Administração Financeira é direcionada para estudantes do IFRS, egressos, servidores e profissionais da comunidade externa. Esta capacitação objetiva aprofundar os conhecimentos sobre a administração financeira, tratando temas como orçamento, custos, fluxo de caixa, preço, lucro, e outros conceitos fundamentais para administração financeira. Utiliza-se materiais da Rede E-Tec, rede nacional pública de ensino, a Escola Técnica aberta do Brasil, instituída pelo Decreto nº 6.301, de 12 de dezembro 2007, com o objetivo de democratizar o acesso ao ensino técnico público, na modalidade a distância.

 

2. Nome da ação: Afirmar para educar na diversidade

Coordenadora: Mônica de Souza Chissini

Modalidade: Projeto

Resumo: Este projeto objetiva oportunizar o debate com vistas à sensibilização e enfrentamento da linguagem e das atitudes sexistas, machistas, transfóbicas, homofóbicas, racistas e capacitistas. A proposta abarca ações diversas como: estudo e desenvolvimento das referidas temáticas pelo Grêmio Estudantil e Programa Leituras e Vivências Afirmativas para produção de materiais como cards e textos reflexivos para postagens nos perfis dos Núcleos; oficina afirmativa dos Núcleos (NAPNE, NEABI e NEPGS) e CAE, articulados com o Curso de Formação Pedagógica para Graduados Não Licenciados e Grêmio Estudantil, em turmas de primeiro ano do Ensino Médio Integrado; e interações com a comunidade externa, por meio da geração de conteúdos digitais (cards e textos) em campanha relacionada às temáticas, essas resultantes de produções dos estudantes. Os conteúdos gerados serão veiculados por meio dos perfis do Instagram dos Núcleos de Ações Afirmativas e do Grêmio Estudantil do campus.

 

3. Nome da ação: A reinvenção da brinquedoteca do curso de Licenciatura em Pedagogia: O Brincar em tempos de pandemia

Coordenadora: Samantha Dias de Lima

Modalidade: Programa

Resumo: O projeto de extensão intitulado ‘A reinvenção da brinquedoteca do curso de Licenciatura em Pedagogia: o brincar em tempos de pandemia’ está associado a um Projeto Indissociável, (‘A reinvenção da brinquedoteca do curso de Licenciatura em Pedagogia: estratégias inovadoras em tempos de pandemia’- Edital 29/2021), ambos vinculados ao curso de Pedagogia do IFRS – Campus Farroupilha. As ações do projeto em pleito são de extensão, promovendo socializar por meio de um projeto de extensão, que culminará com uma formação virtual para 120 cursistas, compartilhamento os conhecimentos produzidos na Brinquedoteca do curso, considerando o momento pandêmico que ainda nos encontramos e a importância de mantermos os nossos investimentos na temática. O projeto tem entre os objetivos manter a pauta da importância do brincar no desenvolvimento humano, em especial nas infâncias, salvaguardando a brinquedoteca (virtual) do curso de Pedagogia enquanto espaço potente para isto, tendo em vista a necessidade de formarmos pedagogos e pedagogas comprometidos com tal agenda. Além disso, exploraremos o repositório virtual (que será produzido no Edital 29/2021) como acervo digital das produções deste projeto. Trata-se de uma investigação de natureza qualitativa e far-se-á uso da ferramenta teórico-metodológica intitulada Pesquisa (de)formação um modo de pensar-fazer ensino e pesquisa de natureza participativa e formativa. Dessa forma, possibilita fazer um diagnóstico do cenário dos participantes do projeto aliando as questões da participação e da formação nas atividades de extensão a serem desenvolvidas. O projeto conta ainda com parceria de pesquisadores de outros campi e de outras instituições de ensino de diferentes localidades.

 

4. Nome da ação: Ciência em palco

Coordenador: Alexandre J. Bühler

Modalidade: Projeto

Resumo: Apesar de vivermos em mundo rodeado de tecnologia, onde a ciência tem um papel fundamental, boa parte da população ainda tem muito pouco ou quase nenhum conhecimento sobre como funciona a ciência ou sobre o quão importante ela realmente é sobre nossas vidas. Baseado nessa premissa, este projeto prevê a criação de peças teatrais que envolvam um tema central dentro da ciência e relatem, como ao longo do tempo, este tema foi evoluindo. Essa peças serão criadas com o auxílio de alunos bolsistas (voluntários ou não) dos cursos técnicos integrados do Ensino Médio do Campus. Uma vez prontas, as peças serão apresentadas para alunos da rede pública de ensino da cidade de Farroupilha. O objetivo é o de divulgar a ciência, buscando apresentá-la de uma forma simples e acessível ao público em geral.

 

5. Nome da ação: Educação Ambiental

Coordenadora: Fernanda Pizzato

Modalidade: Curso EaD

Resumo: Esta capacitação é volta aos interessados nos temas ligados à Educação Ambiental, que é o processo de conscientização que entende que o homem não apenas faz parte da natureza, mas que depende dela para sobreviver, sendo fundamental manter o equilíbrio das relações estabelecidas com o ambiente natural. O curso está divido em quatro módulos, sendo eles: O homem e a natureza, o consumo e o meio ambiente; Fundamentos da Educação Ambiental; Educação Ambiental, conferências e legislação; Educação Ambiental na prática. Utiliza-se materiais da Rede E-Tec, rede nacional pública de ensino, a Escola Técnica aberta do Brasil, instituída pelo Decreto nº 6.301, de 12 de dezembro 2007, com o objetivo de democratizar o acesso ao ensino técnico público, na modalidade a distância.

 

6. Nome da ação: Debatendo a curricularização da extensão nos Cursos de Engenharia e Tecnologia Mecânica

Coordenadora: Melissa Dietrich da Rosa

Modalidade: Evento

Resumo: O intuito do evento é debater a curricularização da extensão em cursos de Engenharia e Tecnologia, principalmente da área mecânica, através do compartilhamento de experiências de Coordenadores de Cursos que já implementaram o processo. O evento será no modelo remoto, através do YouTube, no formato de mesa redonda contando com os seguintes convidados: Prof. Carlos Alfredo Gracioli Aita – Coordenador do Curso de Engenharia Mecânica do IFSC – Xanxerê Prof. Tomé de Pádua – Mestre em Educação com foco na Curricularização da Extensão – IFSC Prof. Samuel Scheleski – IFSC Xanxerê Prof. Matheus Fontanelle Pereira – Coord. Engenharia Mecânica – IFSC Lages

 

7. Nome da ação: Debate por uma Educação Não Discriminatória

Coordenadora: Minéia Frezza

Modalidade: Evento

Resumo: Vinculado à Política de Ações Afirmativas do IFRS e promovido pelo Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI), pelo Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Específicas (NAPNE) e pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gênero e Sexualidade (NEPGS) do IFRS – Campus Farroupilha, o evento consistirá em um debate online em alusão ao Dia de Luta por uma Educação não Sexista e não Discriminatória (21/06). Para a ocasião, contaremos com a participação de Fabrício Romani Gomes Araujo, Professor de História da rede municipal de Farroupilha e da rede estadual do Rio Grande do Sul. Doutorando no PPG em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O convidado abordará o dever de afirmação de compromissos de luta que visem combater todo tipo de preconceito, assumindo o papel da escola no cumprimento de sua função social de comprometimento com a formação intelectual, científica e cidadã e de seus estudantes. A discussão terá como base o artigo de autoria do palestrante convidado, intitulado ‘A história que (quase) ninguém conta: as/os dissidentes do heteroCistema na educação básica e nas passarelas do samba’ (2021).

 

8. Nome da ação: Direitos, Nome Social e Visibilidade Trans no IFRS

Coordenadora: Minéia Frezza

Modalidade: Evento

Resumo: Vinculado à Política de Ações Afirmativas do IFRS e promovido pelos Núcleos de Estudos e Pesquisas em Gênero e Sexualidade (NEPGS) do IFRS, pela Assessoria de Relações Étnico-Raciais e pela Assessoria de Ações Afirmativas, Inclusivas e Diversidade, o evento consistirá em uma formação docente sobre nome social. Para a ocasião, contaremos com a participação das seguintes pessoas convidadas: Priscila Froés, Acácia Rufatto, Bryan Maciel e Vércio Gonçalves Conceição, que abordarão a temática por meio do compartilhamento de suas experiências pessoais e acadêmicas em relação a direitos, nome social e visibilidade trans no IFRS. O debate contará com a mediação da Professora Deisi Noro. Nesse sentido, a formação abordará o dever de afirmação de compromissos de luta que visem combater todo tipo de preconceito, assumindo o papel da escola no cumprimento de sua função social de comprometimento com a formação intelectual, científica e cidadã e de seus estudantes.

 

9. Nome da ação: Educação em Saúde: formação continuada para atuação nos espaços comunitários

Coordenadora: Luciane Torezan Viegas

Modalidade: Curso

Resumo: No momento atual, em que a pandemia do Covid-19 assola o mundo e dá visibilidade às inúmeras carências e necessidades, evidencia-se e torna-se premente unirmos esforços e contribuirmos com conhecimentos a fim de avançarmos em áreas dentro de nossa esfera de atuação. Trata-se de um curso dirigido a Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e à equipe de visitadores do Programa Primeira Infância Melhor (PIM), que atuam na Unidade Básica de Saúde (UBS) Cinquentenário, localizada próxima ao IFRS/Campus Farroupilha, atendendo a comunidade local. O objetivo geral deste curso será oportunizar a aquisição de novos conhecimentos referentes à função desempenhada pelos participantes junto às famílias atendidas. O curso proposto será totalmente online, utilizando as mesmas ferramentas empregadas em aulas remotas pelo IFRS/Campus Farroupilha. Para as atividades síncronas semanais será utilizada a ferramenta Google Meet e as atividades assíncronas, acontecerão pelo Moodle do campus Farroupilha. Durante a realização do curso serão realizadas avaliações processuais escritas sistemáticas e feedbacks orais a cada encontro. Os conteúdos do curso versarão sobre: aspectos gerais do desenvolvimento humano – gestante, criança, adulto, idoso; desenvolvimento infantil; deficiências cognitivas/ transtornos do desenvolvimento; dinâmicas de grupo; vínculos afetivos familiares; atividades lúdicas; reaproveitamento de materiais recicláveis. Assim, a proposta deste curso de formação continuada, além de acolher a uma demanda da comunidade local atendida pela SMS/ Farroupilha, também contribuirá, a longo prazo, para se pensar na formação profissional e nas ações dos profissionais pedagogos formados pelo Curso de Pedagogia do IFRS/Campus Farroupilha, que também atuarão em espaços de educação não-formal.

 

10. Nome da ação: Educação em Saúde: oportunidades educativas e desenvolvimento infantile

Coordenadora: Luciane Torezan Viegas

Modalidade: Projeto

Resumo: Trata-se de um projeto dirigido a Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e à equipe de visitadores do Programa Primeira Infância Melhor (PIM), que atuam atendendo a comunidade local. O objetivo geral deste projeto será oportunizar a aquisição de novos conhecimentos referentes à função desempenhada pelos participantes junto às famílias da comunidade local. O projeto proposto será totalmente online, utilizando as mesmas ferramentas empregadas em aulas remotas pelo IFRS/Campus Farroupilha, ou seja, encontros pelo Google Meet e como ambiente virtual o Moodle do campus Farroupilha. Metodologicamente, durante os encontros síncronos, os visitadores do PIM e ACS relatarão suas necessidades em termos de intervenção pedagógica junto às crianças e joves das famīlias atendidas. Desta forma, as bolsistas realizarão pesquisas sobre as possibilidades de elaboraça6o de materiais sobre os temas e o grupo definirá conjuntamente sobre o que faz sentido elaborar, produzir ou propor que as famílias se engajem e produzam conjuntamente para fomentar o desenvolvimento infantil (jogos, brinquedos, materiais concretos e outros construidos com base nas demandas trazidas pelos participantes). Assim, as estratégias de intervenção e propostas práticas educativas poderão ser organizadas e utilizadas, uma vez que constituirão parte do acervo composto pelo grupo. Basicamente, espera-se que os materiais utilizados e as propostas encaminhadas surjam nos momentos de visita, quando os profissionais da saúde perceberem ‘oportunidades educativas’ como uma brincadeira, ou possibilidade de jogo ou uso de materiais que sejam do agrado das famílias e que possam motivá-los para que se trabalhe o desenvolvimento infantil.

 

11. Nome da ação: Evento integração entre academia, mercado e comunidade

Coordenadora: Tânia Craco

Modalidade: Evento

Resumo: O intuito do evento é valorizar as organizações da Serra Gaúcha, acessando visões de negócios e tendências, debatendo temas transversais à área, instigando a busca e a troca constante de conhecimento entre indivíduos. A programação contará com a palestra do Sr. Eduardo Manenti Vargas (diretor da Fras-le), profissional com mais de 20 anos de experiência atuando em empresas líderes de mercado e com conhecimento sobre o mercado internacional.

 

12. Nome da ação: Geografia I

Coordenadora: Fernanda Pizzato

Modalidade: Curso Ead

Resumo: A proposição do curso de “Geografia I” é direcionada para estudantes do IFRS, egressos, servidores e profissionais da comunidade externa. Esta capacitação objetiva aprofundar os conhecimentos sobre as principais questões relacionadas à geografia como conceitos fundamentais, formação e regionalização do Brasil, aspectos ligados à geografia física e temas relacionados à população. Utiliza-se materiais da Rede E-Tec, rede nacional pública de ensino, a Escola Técnica aberta do Brasil, instituída pelo Decreto nº 6.301, de 12 de dezembro 2007, com o objetivo de democratizar o acesso ao ensino técnico público, na modalidade a distância.

 

13. Nome da ação: Geografia II

Coordenadora: Fernanda Pizzato

Modalidade: Curso EaD

Resumo: A proposição do curso de “Geografia II” é direcionada para estudantes do IFRS, egressos, servidores e profissionais da comunidade externa. Esta capacitação objetiva aprofundar os conhecimentos sobre as principais questões relacionadas à geografia como: IDH no Brasil e no Mundo; Espaço Rural e questão agrária; Produção Agropecuária Brasileira; Espaço Urbano Brasileiro; Atividade Industrial no Brasil; Produção de Energia no Brasil; Transportes no Brasil; Desenvolvimento x natureza; Fóruns Mundiais Sociais: Uma outra globalização é possível?. Utiliza-se materiais da Rede E-Tec, rede nacional pública de ensino, a Escola Técnica aberta do Brasil, instituída pelo Decreto nº 6.301, de 12 de dezembro 2007, com o objetivo de democratizar o acesso ao ensino técnico público, na modalidade a distância.

 

14. Nome da ação: Geografia e Geopolítica na Atualidade

Coordenadora: Fernanda Pizzato

Modalidade: Curso EaD

A proposição do curso de Geografia e Geopolítica na Atualidade é direcionada para estudantes do IFRS, egressos, servidores e profissionais da comunidade externa. Esta capacitação objetiva aprofundar os conhecimentos sobre as principais questões relacionada à geopolítica e o papel da interação entre os países do mundo. Utiliza-se materiais da Rede E-Tec, rede nacional pública de ensino, a Escola Técnica aberta do Brasil, instituída pelo Decreto nº 6.301, de 12 de dezembro 2007, com o objetivo de democratizar o acesso ao ensino técnico público, na modalidade a distância.

 

15. Nome da ação: Geografia e Turismo

Coordenadora: Fernanda Pizzato

Modalidade: Curso Ead

Resumo: O curso de Geografia e turismo visa tratar de temas relacionados à cultura e características turísticas das 5 regiões brasileiras, classificadas pelo IBGE. É direcionado para estudantes do IFRS, egressos, servidores e à comunidade externa.Utiliza-se materiais próprios e, também da Rede E-Tec, rede nacional pública de ensino, a Escola Técnica aberta do Brasil, instituída pelo Decreto nº 6.301, de 12 de dezembro 2007, com o objetivo de democratizar o acesso ao ensino técnico público, na modalidade a distância.

 

16. Nome da ação: Geologia Ambiental

Coordenadora: Fernanda Pizzato

Modalidade: Curso EaD

Resumo: Esta capacitação é volta aos interessados nos temas ligados a formação conceitual e prática sobre os aspectos da Geologia Ambiental. As Unidades de Ensino focalizam temas relacionados aos conceitos de Pedologia e Geomorfologia, abrangendo questões que vão desde os conceitos, finalidades e limites da ciência. O curso está divido em quatro módulos, sendo eles: I – Conceitos básicos: o que é Geologia Ambiental?; II – Os principais tipos de solos e seus atributos; III – Noções básicas de Pedologia e Geomorfologia; IV – As causas e as consequências do intemperismo e da erosão para o meio ambiente e para a vida humana. Utiliza-se materiais da Rede E-Tec, rede nacional pública de ensino, a Escola Técnica aberta do Brasil, instituída pelo Decreto nº 6.301, de 12 de dezembro 2007, com o objetivo de democratizar o acesso ao ensino técnico público, na modalidade a distância

 

17. Nome da ação: História da Física

Coordenador: Murillo Pereira Azevedo

Modalidade: Curso

Resumo: Neste curso, com duração de 40h, o aluno terá a oportunidade de conhecer a vida e as obras dos mais importantes cientistas da história integrando a evolução do pensamento cientifico ao contexto social, político e religioso de sua época. Ao final do curso o aluno deverá ter compreendido que o conhecimento científico não evoluiu alheio ao mundo mas faz parte dele. Conta com vários personagens contribuindo, cada um à sua maneira, para a formação de teorias consolidadas, universais que ainda hoje ajudam no desenvolvimento da ciência, da tecnologia e da sociedade. O curso é ofertado para alunos que pretendem estudar pela modalidade de ensino a distância, logo cada um terá seu ritmo e o tempo que julgar necessárias para entregar as atividades. Este curso tem uma proposta de ensino gamificado, o que quer dizer que além de completar as atividades você será estimulado a superar desafios, acumular pontos, colecionar artefatos, conquistar medalhas ficar bem posicionado no ranking. Serão disponibilizados alguns textos e indicadas páginas na internet para leitura além de exercícios e atividades diversas. O curso está dividido em 3 módulos com atividades gamificadas em cada um. O estudante deve estar preparado para viajar no tempo e redescobrir as leis mais fundamentais da natureza usando apenas o raciocínio, a razão e um pouco de matemática. Seu aprendizado será ainda mais intenso se conhecer sobre a História e conversar com pessoas que gosta desse tema.

 

18. Nome da ação: IF MAIS EMPREENDEDOR NA SERRA GAÚCHA

Coordenadora: Anelise D’Arisbo

Modalidade: Projeto

Resumo: O projeto visa a atender e apoiar Micro e Pequenos Empreendedores (MPEs) e Empreendedores Individuais (MEIs) da região da Serra Gaúcha, em especial às afetados pela Pandemia da Covid-19, através de um processo de diagnóstico e orientação nas principais áreas da gestão, visando a sobrevivência, a manutenção e a ampliação da capacidade de operação das organizações assessoradas. Pretende-se aqui institucionalizar no campus o projeto que foi selecionado pela CHAMADA PÚBLICA IFRS Nº 26/2021, a qual por sua vez integra o EDITAL Nº 05/2021 – ADESÃO AO PROGRAMA IF MAIS EMPREENDEDOR NACIONAL. Ainda, os coordenadores integramos um projeto multicampi do IFRS, o IFRS Contribui. Contamos com 6 bolsistas, sendo 2 estudantes de Graduação e 4 estudantes do ensino técnico. Selecionamos 7 empreendimentos para atuação sob nossa coordenação e atuaremos em conjunto em outros empreendimentos mais, sob coordenação de outros colegas.

 

19. Nome da ação: IFRS Campus Farroupilha e Secretaria Municipal de Educação de Farroupilha: formação docente e compartilhamento de experiências

Coordenadora: Graciele Rosa da Costa Soares

Modalidade: Programa

Resumo: O presente programa visa oferecer espaços de formação continuada em serviço para professores da Rede Municipal de Farroupilha (pública e privada) oportunizando espaços de aprendizagem e compartilhamento de experiências a partir de propostas de servidores do IFRS Campus Farroupilha entre setembro de 2021 e dezembro de 2022. Serão realizados diferentes projetos com temáticas voltadas às demandas apresentadas pela Rede Municipal, ou identificadas a partir de contato direto com a comunidade Farroupilhense. A metodologia será variada considerando-se as especificidades de cada temática e grupo a ser atendido. Ao final de cada projeto serão realizadas avaliações que contribuirão para a avaliação final deste programa, indicando possíveis novas formas de atuação junto ao grupo de professores. Espera-se que o programa possa acolher as diferentes necessidades de formação dos professores da rede municipal de Farroupilha, bem como agregar experiências ricas de compartilhamento de vivências entre estes profissionais e os estudantes dos cursos da área de educação do IFRS Campus Farroupilha.

 

20. Nome da ação: Planejamento Ambiental

Coordenadora: Fernanda Pizzato

Modalidade: Curso EaD

Resumo: Esta capacitação é volta aos interessados nos temas ligados ao planejamento ambiental, que pode ser entendido como todo planejamento que prioriza a valorização e conservação da biodiversidade, beneficiando de forma sustentável a vida de uma determinada biosfera. O curso inicia com uma introdução ao tema, posteriormente trata sobre Políticas Públicas Ambientais, Sustentabilidade, Solo e Alimentos e, por fim, traz temas ligados à Degradação e Recuperação Ambiental. Utiliza-se materiais da Rede E-Tec, rede nacional pública de ensino, a Escola Técnica aberta do Brasil, instituída pelo Decreto nº 6.301, de 12 de dezembro 2007, com o objetivo de democratizar o acesso ao ensino técnico público, na modalidade a distância.

 

21. Nome da ação: Geração de conteúdo para as mídias digitais do Coletivo Autoria

Coordenador: Nicholas Fonseca

Modalidade: Projeto

Resumo: Geração de conteúdo para as mídias digitais (YouTube e Instagram) do programa de extensão Coletivo Autoria. Previsão de conteúdos é: – Gravações de músicas autorais pelas bandas locais (gravações caseiras, em suas casas); – Gravação de vídeos por músicos da cidade sobre: composição musical; dicas de composição; dicas sobre prática em seus instrumentos musicais; – Auxílio na divulgação e compartilhamento de ações, notícias e lançamentos das banda locais, para fortalecimento da cena musical (principalmente a de rock e pop rock) de Farroupilha;

 

22. Nome da ação: LabPed: Laboratório pedagógico de experiências educativas

Coordenadora: Samantha Dias de Lima

Modalidade: Curso

Resumo: Considerando o previsto no edital 27/2020, “estimular o desenvolvimento de projetos de ensino, pesquisa, extensão e indissociáveis no âmbito do campus Farroupilha, com o objetivo de minimizar os impactos da suspensão das atividades presenciais em decorrência da Pandemia COVID-19 e criar condições para os alunos exerçam atividades complementares, após o retorno das atividades presenciais” este projeto justifica sua aderência, pois viabilizará através de ações indissociáveis de ensino-pesquisa-extensão oportunidades formativas aos nossos estudantes. O objetivo geral deste projeto é promover um espaço de experiências educativas, de cunho formativo aos estudantes do Campus Farroupilha vinculados à área da Educação, como os acadêmicos dos cursos de Licenciatura em Pedagogia, de Formação Pedagógica para não graduados, da Especialização em Educação: Reflexões e Práticas para a Educação Básica e estudantes do Ensino Médio que tenham interesse em seguir na carreira do magistério, além de estudantes interessados de outros cursos e ocasionalmente da comunidade externa. Este espaço será entendido como um laboratório pedagógico de experiências educativas (LabPed) por proporcionar que as aprendizagens se deem através de espaços virtuais interativos via Google Meet promovendo diferentes experiências educativas por meio das trocas entre professores e alunos e também entres os pares, integrando os conhecimentos da área da Educação na formação inicial, por meio do ensino de competências necessárias para a formação profissional deste futuro professor, mas também através de formação continuada, explorando novas dimensões e possibilidades destes conhecimentos por meio da extensão, oferecendo meios para promover interações significativas dentro e fora dos currículos acadêmicos

 

23. Nome da ação: Leituras e vivências afirmativas no IFRS Campus Farroupilha

Coordenadora: Mônica de Souza Chissini

Modalidade: Programa

Resumo: O Programa ‘Leituras e vivências no IFRS Campus Farroupilha’ é um programa amplo que objetiva promover ações desenvolvidas na perspectiva das temáticas de identidades de gênero, relações étnicos-raciais e inclusão. As ações propostas são articuladas pelos Núcleo de Ações Afirmativas atuantes no IFRS Campus Farroupilha, quais sejam: o NAPNE, o NEABI e o NEPGS, bem como por docentes e técnicos colaboradores. Assim, propõe-se que o referido programa coordene ações de estudos, eventos, cursos e debates com as temáticas de gênero e sexualidade, identidades e relações étnico-raciais e inclusão na educação, no formato remoto em vista da continuidade de atividades online no IFRS, no ano de 2021. As atividades anteriormente mencionadas contituem a proposta de metodologia a ser adotada neste programa e se relacionam com o objetivo comum de contribuir para uma educação não discriminatória, promovendo espaços de debate e formação com vistas à desmistificação de preconceitos e ao combate da discriminação de gênero e de raça. Assim , esperamos proporcionar a valorização da diversidade cultural e do respeito à diferença em nosso país e na região de abrangência do IFRS Campus Farroupilha. Desse modo, pretendemos prosseguir fortalecendo a atuação dos Núcleos (NAPNE, NEABI e NEPGS) no referido campus e incentivar a ampliação de ações afirmativas no espaço do campus para a comunidade interna e externa, além da busca pelo estreitamento e manutenção de laços com coletivos e grupos comunitários.

 

24. Nome da ação: Língua e cultura como ferramentas para acolher e integrar (i)migrantes e refugiados

Coordenadora: Minéia Frezza

Modalidade: Programa

Resumo: Atualmente, o Brasil está recebendo milhares de imigrantes e refugiados/as advindos/as de diversos países devido, principalmente, a políticas de acesso ao país que evoluíram muito nos últimos anos. Contudo, os serviços de acolhimento ainda não se tornaram políticas públicas, de modo que as poucas atividades empenhadas em receber, direcionar e promover a qualidade de vida dos/as imigrantes ainda são majoritariamente realizadas por parcas iniciativas individuais e de organizações voluntárias. Ademais, o contexto pandêmico atual, no qual atividades presenciais foram suspensas como medida de enfrentamento à COVID-19, resultou em uma diminuição da oferta de atividades dessa natureza. Para atender a essa demanda, este programa visa reunir a experiência de docentes de diferentes campi do IFRS envolvidas em atividades relacionadas ao ensino Português como Língua de Acolhimento (doravante PLAc) para promover atividades de acolhimento e integração de imigrantes e refugiados por meio de atividades que promovam trocas linguísticas e culturais.

 

25. Nome da ação: NEPEA em Ação

Coordenadora: Pâmela Perini

Modalidade:Projeto

Resumo: As ações humanas têm provocado intensas alterações no meio ambiente, gerando condições desfavoráveis à sobrevivência da própria espécie humana e de todas as demais formas de vida no planeta. A educação ambiental é uma das estratégias de formar cidadãos conscientes, que reconhecem os problemas ambientais e buscam soluções para a construção de uma sociedade sustentável. Nesse sentido, por este projeto, o Núcleo de Estudos e Pesquisa em Educação e Gestão Ambiental do IFRS Campus Farroupilha (NEPEA) tem o objetivo sensibilizar a comunidade em geral para a percepção ambiental e o engajamento individual e coletivo em ações de preservação do meio ambiente e escolhas sustentáveis. Para tanto, pretende promover ações de educação ambiental diversas por meio de mídias sociais. E, desta forma, contribuir com a divulgação científica de informações sobre alguns problemas ambientais e suas possíveis soluções, abordando também os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e a realidade local.

 

26. Nome da ação:Oficinas de inglês para crianças da Casa Lar

Coordenadora: Lucilene Bender de Souza

Modalidade: Projeto

Resumo: As oficinas têm o objetivo de familiarizar as crianças com a língua inglesa, promovendo o interesse e o aprendizado de inglês a partir de músicas, histórias, teatrinhos, pinturas, jogos e outros recursos lúdicos. Ao término de cada encontro, as crianças receberão uma atividade com o conteúdo abordado para ser realizada como “tema” durante a semana de intervalo entre um encontro e outro. O público-alvo são as crianças da Casa Lar Padre Oscar Bertoldo de Farroupilha. Elas serão organizadas em dois grupos conforme a faixa etária. A princípio, pensamos em um grupo de 4 a 6 anos e outro de 7 a 10 anos. Os encontros serão quinzenais e terão a duração de meia hora para o primeiro grupo e quarenta e cinco minutos para o segundo grupo. A forma de realização será remota através do Google Meet ou do Zoom. O dia da semana e o horário serão acordados com a Casa Lar.

 

27. Nome da ação: PEnsE 2021_7ª Jornada Científica, Tecnológica e Cultural do IFRS Campus Farroupilha

Coordenador(a): Michele Oliveira da Silva Franco / Felipe Sampaio

Modalidade: Projeto

Resumo: Anualmente o Campus Farroupilha realiza o PEnsE, a 7ª edição que será realizada entre os dias 14 e 16 de Dezembro/2021, devido a Pandemia COVID-19, será novamente virtual, podendo ter algumas ações presenciais desde que cumpram os protocolos sanitários estabelecidos. O PEnsE contará com a apresentação de trabalhos oriundos de ações de Ensino, Pesquisa e Extensão realizados por servidores(as) e estudantes do IFRS e também pela comunidade externa. O evento será constituído de trabalhos de diversos níveis de aprofundamento que visem o debate entre os participantes, apresentações artistícas e culturais, oficinas e cursos. O site oficial do PEnsE pode ser acessado em ifrs.edu.br/farroupilha/pense.

 

28. Nome da ação: Personalização do Ensino por meio de Metodologias Ativas

Coordenadora: Graciele Rosa da Costa Soares

Modalidade: Curso EaD

Resumo: O curso visa abordar diferentes metodologias ativas que poderão ser utilizadas no desenvolvimento de aulas presenciais ou remotas. São trabalhados aspectos teóricos das seguintes abordagens: aprendizagem por pares, gamificação e design thinking. O curso é direcionado para profissionais ou estudantes da área da Educação.

 

29. Nome da ação: Português como Língua de Acolhimento para (i)migrantes e refugiados

Coordenadora: Minéia Frezza

Modalidade: Curso EaD

Resumo: O curso Português como Língua de Acolhimento para (I)Migrantes e Refugiados busca auxiliar o processo de integração de estrangeiros que, por diversos motivos, deixaram seu país de origem e buscam uma nova oportunidade no Brasil. O conhecimento básico da língua oficial do Brasil torna-se, portanto, uma necessidade, que facilitará a comunicação e a interação social desse público. O Curso será ofertado em uma turma de nível básico, módulo 1, contemplando no total 90 participantes. As aulas serão ministradas aos sábados de manhã, das 9h às 10h, sob coordenação de docentes da área de Letras. No Módulo 1, estão previstos os seguintes conteúdos: – Apresentação pessoal e saudações. – Localização no tempo e no espaço. Identificação de rua, bairro e cidade. Pontos importantes: prefeitura, posto de saúde, hospital, agência de empregos, mercado, farmácia, escola. – Profissões. Como elaborar um currículo vitae e se apresentar em uma entrevista de emprego. – Tempo livre e atividades de lazer. – Corpo humano (partes do corpo, cinco sentidos, como buscar atendimento médico). – Alimentação, vestuário, mobília, eletrodomésticos (como e onde comprar). – Meios de transporte e como utilizá-los. – Tópicos gramaticais aplicados a situações comunicativas: pronomes, artigos, substantivos (masculino e feminino, singular e plural), adjetivos, verbos (presente, passado e futuro). – Numerais. Preço dos produtos e utilização do dinheiro (moeda brasileira). – Aspectos histórico-culturais referentes ao Rio Grande do Sul e ao Brasil

 

30. Nome da ação: Português como Língua Adicional em rede – IFRS

Coordenadora: Minéia Frezza

Modalidade: Curso EaD

Resumo: O Curso Português como Língua Adicional em rede – IFRS busca auxiliar o processo de integração de estrangeiros que deixaram ou que visam deixar seu país de origem em busca oportunidades no Brasil, especialmente de estudo. O conhecimento básico da língua oficial do Brasil é imprescindível para comunicação e a interação social desse público. O Curso será ofertado para duas turmas de nível básico, módulo 1, contemplando, no total, 40 participantes. Integrando o Edital CONIF/AI Nº 05, de 17 de maio de 2021, o PLA em Rede – IFRS, trata-se de um curso a distância tradicional, i.e., com tutoria, com limite de vagas e processo seletivo específico. Com carga horária de 150 horas, o curso foi criado e está hospedado no Moodle do IFSULDEMINAS, que organizou 18 lições baseadas no material didático de PLA elaborado por uma equipe do IFSUL (2015) vinculada ao Programa e-Tec, sendo aberta uma nova lição a cada semana. Além das atividades assíncronas organizadas pelo IFSULDEMINAS, haverá a oferta de encontros síncronos quinzenais por meio da plataforma Google Meet, nos quais haverá um enfoque em atividades interativas direcionadas à área de Português como Língua de Acolhimento de Acolhimento (doravante PLAc). As atividades assíncronas e síncronas serão moderadas pelos tutores do curso, que são bolsistas do Programa de Extensão Língua e cultura como ferramentas para acolher e integrar (i)migrantes e refugiados, com o apoio da coordenadora do curso, do moderador da plataforma, conforme orientado pelas diretrizes do Edital do CONIF supracitado.

 

31. Nome da ação: Programa de Iniciação Científica da OBMEP

Coordenadora: Ruana Maíra Schneider

Modalidade: Projeto

Resumo: O Programa de Iniciação Científica da OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas) é oferecido aos alunos de Ensino Médio do IFRS e de escolas da região que tenham interesse em participar. O principal objetivo do programa é aprofundar o conhecimento matemático dos alunos, por meio de resolução e redação de soluções de problemas, leitura e interpretação de textos matemáticos e estudo de temas de modo mais aprofundado e com maior rigor matemático. As atividades envolvem encontros online semanais com o professora, exercícios individuais e em grupos, avaliações online, participação em fórum e entrega de atividades em plataforma virtual mantida pela equipe da OBMEP.

 

32. Nome da ação: Representatividade importa: reflexões para uma educação antirracista

Coordenadora: Mônica de Souza Chissini

Modalidade: Evento

Resumo: Esta ação intercampi, proposta em parceria entre NEABIs Campi Farroupilha e Osório, tem por objetivo discutir acerca da importância da representatividade na educação. A ação visa a fomentar a reflexão para uma educação antirracista e problematizar o racismo estrutural e institucional que ainda persistem em nossa sociedade, bem como em seus contextos educacionais. Para tanto, os convidados Estevão de Fontoura (IFRS) e Maria Eduarda Ribeiro da Silva (UCS) debaterão acerca da representatividade negra na educação e nos currículos escolares contemporâneos, ensejando a promoção de práticas antirracistas no espaço escolar. O debate integra a programação da Formação Pedagógica 2021 do Campus Farroupilha e está vinculado ao Programa Leituras e Vivências Afirmativas no IFRS Campus Farroupilha.

 

33. Nome da ação: Rodas de conversa: atravessando fronteiras : imigração, refúgio e arte

Coordenadora: Minéia Frezza

Modalidade: Evento

Resumo:As ‘Rodas culturais: atravessando fronteiras’ serão oportunidades de trocas entre brasileiras/os e imigrantes com vistas a promover a integração destes e o respeito daqueles. A proposta prevê a realização de cinco encontros on-line, com início em agosto de 2021 e término em janeiro de 2022. A ação contará com convidados/as representantes dos imigrantes instalados nas regiões de abrangência do IFRS, tais como Haitianas/os, Senegalesas/es, Bengalis, Venezuelanas/os, etc., que partilharão aspectos sobre a cultura dos seus países de origem, tais como artes, religiões, com as/os demais participantes de cada encontro. Os encontros ocorrerão em língua portuguesa, contando com o relato de experiência dos/as convidados/as, moderação da equipe organizadora e interação dos/as participantes. Com isso, esperamos contribuir com a ampliação de espaços de acolhimento e integração de imigrantes e refugiados e oportunizar situações de aprendizado e interações significativas com sujeitos da comunidade em geral.

 

34. Nome da ação: Roda de leitura: Escrevivências, em Conceição Evaristo

Coordenadora: Mônica de Souza Chissini

Modalidade: Evento

Resumo: Este evento objetiva ofertar uma Roda de leitura a partir da obra da autora Conceição Evaristo, com enfoque para a discussão da noção de ‘Escrevivência’, por ela cunhada. A ação, que conta com a convidada Giselle Maria Santos de Araújo, professora do IFRS – Campus Alvorada, escritora e pesquisadora da área de Literatura, busca aprofundar o tema da Escrevivência, enquanto desdobramento do projeto de ensino (Escre)Vivências em Educação, coordenado pela Professora Daniela de Campos, porém também fomentar a visibilidade da obra literária de Evaristo e da literatura de autoria de mulheres negras brasileiras. A atividade é também alusiva ao Dia da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha, celebrado em 25/07/21, está vinculado ao Programa de Leituras e Vivências Afirmativas no IFRS Campus Farroupilha e é organizada pelo NEABI e NEPGS Campus Farroupilha.

 

35. Nome da ação: Sarau Artístico 08 de Março

Coordenadora: Minéia Frezza

Modalidade: Evento

Resumo: Ao longo dos anos as mulheres protagonizaram muitas lutas sociais e econômicas, além de também terem tido um papel importante em muitas descobertas científicas. Destes movimentos surgiram muitos direitos, leis e datas que buscam dar fim às desigualdades que circundam as mulheres cotidianamente ou ao menos, diminuí-las. No entanto, muitas mulheres ainda hoje são desassistidas, esquecidas e censuradas. A partir disso e com o intuito de buscar a reflexão acerca do Dia Internacional das Mulheres, comemorado no dia 08 de março e permitir uma maior visibilidade às mulheres e aos diversos aspectos que as cercam na sociedade, o Grêmio Estudantil Anísio Teixeira, em conjunto com NEABI, NEPGS, NEPEA e NAPNE do IFRS Campus Farroupilha, promove um sarau artístico, cujo tema são as diversas situações que são impostas às mulheres no dia a dia.

 

36. Nome da ação:Semear: saberes interculturais para cultivo de hortas orgânicas

Coordenador: Osmar Lottermann / Delma Tânia Bertholdo

Modalidade: Projeto

Resumo: O projeto objetiva constituir, por meio de trocas de saberes entre comunidade interna e externa, estratégias para a construção e plantio em hortas orgânicas. Prevê a construção do conhecimento agroecológico a partir da interlocução entre o IFRS Campus Farroupilha, Comunidade Kaingang de Farroupilha, Associação Cultural Moinho Covolan (ACMC) e Associação Farroupilhense de Agroecologia (AFAGRO), colaborando no que se refere à melhoria das condições de saúde da comunidade, contribuindo com a ocupação benéfica do solo e com a preservação ambiental.

 

37. Nome da ação: Semana Acadêmica da Tecnologia e da Engenharia

Coordenadora: Fernanda Raquel Brand

Modalidade: Projeto

Resumo: O intuito do evento é debater de forma conjunta entre IFRS, estudantes, profissionais, empresas, sindicatos e outros atores da comunidade, temas atuais das áreas dos cursos de Tecnologia e Engenharia, com enfoque no cenário de pandemia e pós-pandemia. O evento será no modelo remoto (podendo haver atividades presenciais caso já sejam permitidas), através do YouTube, no formato de mesa redonda, palestras, oficinas entre outras a serem definidas pelos estudantes.

 

38. Nome da ação:Treinamento de Xadrez

Coordenador: Augusto Massashi Horiguti

Modalidade:Projeto

Resumo: Este projeto visa oportunizar treinamento da modalidade xadrez através de plataformas on-line e Webconferências como forma de minimizar os efeitos da redução de eventos presenciais enxadrísticas. Além disso, visa também permitir a interação dos alunos e egressos do IFRS com outros atletas, visando um aprimoramento de desempenho através de torneios de Xadrez.

 

Mais informações sobre as ações de Extensão, entrar em contato com a Coordenadoria de Extensão:

  • Contato: Michele Franco
  • E-mail: coordenacao.extensao@farroupilha.ifrs.edu.br

Última atualização em 09/05/2022

Fim do conteúdo