Início do conteúdo

Projetos de Ensino


Auxílio da Monitoria para a Prática Docente Inclusiva

COORDENADOR:  Marcele Neutzling Rickes

DESCRIÇÃO: Esse projeto oferta aos docentes o apoio de estudante-monitor a fim de contribuir na qualidade da aprendizagem e auxiliar na efetivação de um planejamento significativo para estudantes com necessidades educacionais específicas com Plano Educacional Individualizado (PEI). Ao participar da monitoria o estudante-monitor tem a possibilidade de  ampliar sua formação acadêmica e participar de um universo de pesquisa relacionado às pessoas com NEE. Com esta ação pretendemos estimular a interação de saberes entre estudante-monitor, discentes e docentes propiciando a cooperação, trabalho em equipe e novos olhares e naturalidade sobre as pessoas com necessidades educacionais específicas.

 

LApis 2019 – Aprendendo na Teoria e Prática sobre a Criação de Abelhas

COORDENADOR: Renata Porto Alegre Garcia

DESCRIÇÃO: O projeto de ensino tem como objetivo a participação de alunos em atividades de ensino no LApis- Laboratório de ensino, pesquisa e extensão em apicultura e meliponicultura. Os bolsistas irão organizar o LApis para atividades de ensino, que inclui desde a organização de equipamentos e materiais, manutenção da casa da apicultura e casa do mel e o manejo do apiário. Os bolsistas também auxiliarão na execução das aulas práticas na casa da apicultura, casa do mel e apiário. Para execução das atividades os bolsistas irão estudar sobre a criação de abelhas. Durante o projeto os bolsistas irão discutir temas sobre de apicultura visando melhorar seus conhecimentos. Os bolsistas poderão participar de atividades com apicultores da região, bem como participar na organização de palestras visando a qualificação de profissionais na área de apicultura e meliponicultura. O auxílio dos bolsistas nas disciplinas relacionadas à criação de abelhas proporcionará melhores condições de aprendizagem.

 

Monitoria em Avicultura e Cunicultura 2019

COORDENADOR: Renata Porto Alegre Garcia

DESCRIÇÃO: As atividades práticas são fundamentais no processo de ensino aprendizagem. Para essas práticas ocorrerem são necessários a organização da instalações e equipamentos e os manejos diários das criações. Os monitores irão organizar os setores de avicultura e cunicultura para as aulas práticas dos cursos técnico em agropecuária e agronomia no ano letivo de 2018. Os monitores irão auxiliar a professora na execução dos projetos de ensino prático de criação de frango de corte e criação de coelhos. Os bolsistas do projeto irão realizar estudo sobre avicultura e cunicultura para realização das atividades de ensino. Os monitores irão auxiliar nas aulas teóricas e práticas, também na elaboração de materiais didáticos, informativos e exercícios com conteúdos de avicultura e cunicultura. Entre as atividades dos monitores está o acompanhamento de aluno com necessidades especiais durante o estágio curricular.

 

Desenvolvendo as Inteligências Múltiplas: Uma Aplicação sobre a Inteligência Lógico Matemática e Linguística

COORDENADOR: Vanessa Faria de Souza

DESCRIÇÃO: A teoria das inteligências múltiplas desenvolvida por Howard Gardner defende que todos os seres humanos possuem oito tipos de inteligências (linguística, lógico-matemática, espacial, musical, corporal cinestésica, interpessoal, intrapessoal e naturalista) no entanto, umas podem estar mais ou menos desenvolvidas dependendo dos estímulos que receberem. Este projeto tem seu foco fundamentalmente na inteligência linguística e na inteligência lógico- matemática pois são as inteligências mais estimuladas no ensino. O presente projeto cuja estratégia de pesquisa é a metodologia de investigação-ação pretende estimular com exercícios simples a Inteligência Lógico-Matemática e linguística nos alunos do 1° ano do Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio. É importante ter uma visão pluralista da mente humana inspirada em uma pedagogia de singularidade, na qual ensinar envolve reconhecer os diversos modos de aprendizagem de um aluno. Destaca-se, ainda, a responsabilidade dos professores em diversificar as suas estratégias de ensino para lecionar os conteúdos.

 

Formação Acadêmica Complementar: Ações em Loco no Curso de Bacharelado em Ciência da Computação

COORDENADOR: Vanessa Faria de Souza

DESCRIÇÃO: A formação acadêmica complementar é o processo educativo, cultural e científico que, articula-se ao ensino de forma indissociável, viabiliza a relações transformadoras entre a universidade e mercado de trabalho por exemplo, ou com pesquisas avançadas que estão em desenvolvimento, muitas das quais os professores não tem condições de acompanhar. As atividades de formação complementar como eventos e minicursos assumem um papel de grande importância no processo da comunicação científica, fomentando o desenvolvimento da Ciência, bem como atuam no aperfeiçoamento e na qualificação de recursos humanos. Nesse contexto, este projeto visa fomentar o desenvolvimento de minicursos, palestras, workshops, mesas redondas dentre outros, na área de Ciência da Computação, busca com isso complementar a formação do acadêmico, trazendo em suas temáticas tecnologias novas e diferenciadas, assim como evidenciar elementos significativos do mercado de trabalho, que são importantes para os alunos, que muitas vezes não há tempo somente com os períodos disponíveis em sala de aula, para que os professores consigam permear todas essas questões, e ainda lecionar todo o conteúdo que é programado para sua disciplina.

 

Prática em Projeto Assistido por Computador

COORDENADOR: Bruno Conti Franco

DESCRIÇÃO: A evolução dos computadores e da computação gráfica revolucionaram o projeto mecânico de máquinas e equipamentos, essas ferramentas possibilitam identificar erros e oportunidades de otimização em peças e conjuntos, antes mesmo da fabricação. O objetivo desse projeto é desenvolver práticas de ensino voltadas aos softwares de computação gráfica, especificamente aos do tipo CAD (Computer Aided Design). O resultado esperado desse projeto é a produção de material didático e ofertada de monitoria aos estudantes dos cursos de Engenharia Mecânica, Técnico em Mecânica Integrado e Técnico em Mecânica Subsequente.

 

Monitoria nos Componentes Curriculares da Área da Mecânica dos Sólidos do Curso Superior de Engenharia Mecânica

COORDENADOR: Jefferson Morais Gautério

DESCRIÇÃO: O projeto consiste na criação de monitoria para os componentes curriculares relacionados à área de mecânica dos sólidos, do curso superior em Engenharia Mecânica do campus Ibirubá. Os componentes curriculares que serão atendidos pelo projeto são: Mecânica dos Sólidos I, Mecânica dos Sólidos II e Mecânica Geral. A monitoria visa atender os alunos do curso de Engenharia Mecânica a partir do 4° semestre.

 

Monitoria na Área de Termo-fluido em Engenharia Mecânica

COORDENADOR: Daniel Vieira Pinto

DESCRIÇÃO: O projeto consiste da criação de um grupo de monitoria nas componentes curriculares da área de termo-fluidos do curso Superior em Engenharia Mecânica, bem com aos projetos de pesquisa, ensino e extensão relacionados com a área de termo-fluidos, em desenvolvimento no IFRS – Campus Ibirubá. As atividades de monitoria constituem-se de atendimento individual ou em grupos, em horários pré-definidos entre o professor coordenador, bolsistas e alunos interessados em receber atendimento.

 

Programa Plano Estratégico de Permanência e Êxito do IFRS-Campus Ibirubá

COORDENADOR: Maria Inês Simon

DESCRIÇÃO: O Programa em questão objetiva evidenciar um plano que contemple o estudo e a  análise do perfil socioeconômico dos estudantes que chegam à instituição, bem como daqueles que se evadem do ambiente escolar antes do desfecho de um período letivo, ou do encerramento de uma etapa de sua formação. A partir do perfil socioeconômico, os dados serão sistematizados para diagnóstico qualitativo e quantitativo, sendo, então realizada a validação dos fatores de evasão e retenção e das ações a serem adotadas por curso e modalidade propostas pela instituição.

 

Fábrica de Software

COORDENADOR: Edimar Manica

DESCRIÇÃO: O projeto de ensino tem como objetivo capacitar os alunos do Terceiro Ano do curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio do IFRS – Campus Ibirubá a desenvolver sistemas Web utilizando a linguagem de programação Python, o framework Django e o sistema de gerenciamento de banco de dados PostgreSQL. Este projeto seguirá a abordagem Learning by doing (Aprenda fazendo), onde os participantes irão aprender a linguagem Python desenvolvendo um software real para o IFRS – Campus Ibirubá. Além de aprender uma nova linguagem de programação, Python, os alunos terão a oportunidade de vivenciar na prática diversos conceitos teóricos trabalhados em diferentes componentes curriculares do curso, como, por exemplo, levantamento e documentação de requisitos, diagrama de casos de uso, modelo Entidade-Relacionamento, HTML e CSS.

 

Oficinas de Moodle para Servidores e Discentes

COORDENADOR: Edimar Manica

DESCRIÇÃO: Este projeto será um conjunto de oficinas a serem ofertadas para os servidores e alunos do IFRS – Campus Ibirubá com o objetivo de promover a utilização do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Moodle. As oficinas abordarão os recursos desse AVA para disponibilização de materiais e atividades, avaliação, bem como as ferramentas de comunicação e compartilhamento.

  

Ensino de Programação Através de Competições

COORDENADOR: Tiago Rios da Rocha

DESCRIÇÃO: Este projeto tem por objetivo viabilizar a participação dos alunos do Curso de Ciência da Computação e Curso Técnico em Informática em competições de programação internas e nacionais, de modo a estimulá-los ao aprofundamento científico teórico sobre algoritmos, programação e lógica computacional.

 

Significando Saberes em Libras

COORDENADOR:  Sabrine de Oliveira

DESCRIÇÃO: Esse projeto consiste em produzir material didático-visual em Libras a fim de construir um banco de dados de vídeos. A construção desse material auxiliará os estudantes na ampliação da sua formação, qualificando os conhecimentos científicos relacionados aos cursos: Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio e Bacharelado em Agronomia. O projeto prevê a produção de roteiros de gravação, filmagem e edição de vídeos, bem como a construção de uma canal no youtube para armazenamento e compartilhamento desses vídeos com o público interno do Campus Ibirubá.

 

Ações de Permanência e Êxito Escolar

COORDENADOR: Maria Inês Simon

DESCRIÇÃO:  Esse projeto objetiva o acompanhamento, o monitoramento e o auxílio pedagógico no que e refere às necessidades de aprendizagem e/ou outras carências que podem impactar na permanência e êxito dos estudantes matriculados na instituição. A proposta visa trabalhar com estudantes, docentes e responsáveis, acompanhando o processo de aprendizagem e, a partir das dificuldades constatadas, realizar ações com vistas ao êxito escolar.

 

Monitoria nas Componentes Curriculares da Área de Termo-fluidos no Curso Superior em Engenharia Mecânica

COORDENADOR: Daniel Vieira Pinto

O projeto consiste na oferta de monitoria nas componentes curriculares da área de termo-fluidos do curso Superior em Engenharia Mecânica. O bolsista, sob orientação dos professores da área, atuará como monitor, auxiliando alunos que buscam atendimento para sanar dúvidas a respeito dos conteúdos, nas componentes curriculares de Física II, Termodinâmica, Mecânica dos Fluidos, Transferência de Calor, Máquinas Térmicas I e II, Máquinas de Fluxo, entre outras disciplinas da área.

 

Ações de Promoção da Permanência e Êxito Escolar

COORDENADORA: Maria Inês Simon

O projeto objetiva o monitoramento e o reforço do processo ensino e aprendizagem, objetivando reduzir os índices de evasão bem como de retenção por meio de estratégias promotoras da permanência e êxito dos estudantes do Campus Ibirubá”.

 

Monitoria no estágio curricular obrigatório para estudantes em adaptação curricular

COORDENADORA: Marcele Neutzling Rickes

O projeto tem como objetivo possibilitar o apoio de monitores na construção do conhecimento significativo e no desenvolvimento do estágio curricular obrigatório de estudantes com NEE. Ao participar da monitoria terá a possibilidade de ampliar sua formação acadêmica, interagir com os estudantes no processo de ensino e aprendizagem, auxiliar no atendimento quanto às apresentações das experiências de estágio, análises e encaminhamentos produzidos pelos estudantes.

 

Oficinas de Moodle para Docentes e Discentes

COORDENADOR: Edimar Manica

Este projeto será um conjunto de oficinas a serem ofertadas para os professores e alunos do IFRS – Campus Ibirubá com o objetivo de promover a utilização do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Moodle. As oficinas abordarão os recursos desse AVA para disponibilização de materiais e atividades, avaliação, bem como as ferramentas de comunicação e compartilhamento.

 

LApis – Aprendendo na teoria e na prática sobre a criação de abelhas

COORDENADORA: Renata Porto Alegre Garcia

O projeto de ensino tem como objetivo a participação de alunos em atividades de ensino no LApis-Laboratório de ensino, pesquisa e extensão em apicultura e meliponicultura. Os bolsistas irão organizar o LApis para atividades de ensino, que inclui desde a organização de equipamentos e materiais, manutenção da casa da apicultura e casa do mel e o manejo do apiário. Os bolsistas também auxiliarão na execução das aulas práticas na casa da apicultura, casa do mel e apiário. Para execução das atividades os bolsistas irão estudar sobre a criação de abelhas. Durante o projeto os bolsistas irão discutir temas sobre de apicultura visando melhorar seus conhecimentos. Os bolsistas poderão participar de atividades com apicultores da região, bem como participar na organização de palestras visando a qualificação de profissionais na área de apicultura e meliponicultura. O auxílio dos bolsistas nas disciplinas relacionadas à criação de abelhas proporcionará melhores condições de aprendizagem.

 

Monitoria em avicultura e cunicultura

COORDENADORA: Renata Porto Alegre Garcia

As atividades práticas são fundamentais no processo de ensino aprendizagem. Para essas práticas ocorrerem são necessários a organização da instalações e equipamentos e os manejos diários das criações. Os monitores irão organizar os setores de avicultura e cunicultura para as aulas práticas dos cursos técnico em agropecuária e agronomia no ano letivo de 2018. Os monitores irão auxiliar a professora na execução dos projetos de ensino prático de criação de frango de corte e criação de coelhos. Os bolsistas do projeto irão realizar estudo sobre avicultura e cunicultura para realização das atividades de ensino. Os monitores irão auxiliar nas aulas teóricas e práticas, também na elaboração de materiais didáticos, informativos e exercícios com conteúdos de avicultura e cunicultura. Entre as atividades dos monitores está o acompanhamento de aluno com necessidades especiais durante o estágio curricular.

 

Acompanhamento ao Ensino de Computação: Monitoria, Nivelamento e Atividades de Estímulo ao Discente

COORDENADOR: Tiago Rios da Rocha

O projeto visa um acompanhamento dos estudos para os alunos do curso Superior em Ciência da Computação do IFRS Câmpus Ibirubá. Na perspectiva do aluno monitorado, o projeto visa atendê-lo da melhor maneira possível, no auxílio na resolução de problemas relacionados aos conteúdos de disciplinas que historicamente apresentam um alto índice de retenção, o que produz melhoria no aprendizado através do estabelecimento de práticas e experiências pedagógicas que permitam a interação dos alunos com o corpo docente e discente da instituição. Esta interação tem como objetivo estimular os alunos para aprimorarem seus conhecimentos, com isto, diminuir o número de evasão nos cursos tecnológicos, problema causado principalmente pela dificuldade nas disciplinas específicas de Programação de Computadores e disciplinas relacionadas a área de Matemática.

 

Formação Acadêmica Complementar: Ações em loco no curso de Bacharelado em Ciência da Computação

COORDENADORA: Vanessa Faria de Souza

Este projeto visa fomentar o desenvolvimento de minicursos, palestras, workshops, mesas redondas dentre outros, na área de Ciência da Computação, busca com isso complementar a formação do acadêmico, trazendo em suas temáticas tecnologias novas e diferenciadas, assim como evidenciar elementos significativos do mercado de trabalho, que são importantes para os alunos, que muitas vezes não há tempo somente com os períodos disponíveis em sala de aula, para que os professores consigam permear todas essas questões, e ainda lecionar todo o conteúdo que é programado para sua disciplina.

 

Prática em projeto assistido por computador

COORDENADOR: Bruno Conti Franco

A evolução dos computadores e da computação gráfica revolucionaram o projeto mecânico de máquinas e equipamentos, essas ferramentas possibilitam identificar erros e oportunidades de otimização em peças e conjuntos, antes mesmo da fabricação. O objetivo desse projeto é desenvolver práticas de ensino voltadas aos softwares de computação gráfica, especificamente aos do tipo CAD (Computer Aided Design), em português: Desenho Assistido por Computador. Esse projeto visa a produção de material didático sobre esse tema e a ofertada de monitoria aos estudantes dos cursos de Engenharia Mecânica e Técnico em Mecânica Integrado e Subsequente.

 

Monitoria no Ensino de Química com o uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs)

COORDENADORA: Ana Dioneia Wouters

As ações deste projeto tem o objetivo de tornar a monitoria uma ferramenta facilitadora e de apoio ao processo de ensino e aprendizagem, podendo sanar as dificuldades dos alunos relacionadas a situações trabalhadas em sala de aula, bem como no aprofundamento de tópicos nos quais os alunos tem mais interesses. O projeto contará com 2 monitores, sendo que um deles irá colaborar no atendimento aos alunos que apresentem dificuldades na compreensão de conceitos, e outro no desenvolvimento de aplicativos e banco de questões voltados para as áreas que os estudantes manifestem maior dificuldade.

Fim do conteúdo