Início do conteúdo

2021


NAF – Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal

  • Coordenadora: Valeska Rodriguez Lucas de Freitas
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • O projeto tem caráter extensionista e social, sendo desenvolvido em parceria com a Receita Federal do Brasil, onde os alunos do curso Técnico em Administração e de Tecnologia em Processos Gerenciais, matriculados no IFRS Campus Viamão, irão fornecer suporte contábil e fiscal a pessoas físicas de baixa renda, principalmente, auxiliando na elaboração da declaração de ajuste anual do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). Também será prestado auxílio às microempresas, microempreendedores individuais e entidades sem fins lucrativos, bem como a criação de um centro de geração de conhecimento tributário e fiscal por meio de exemplos, de discussões, criação de palestras, grupos de estudo e treinamentos. Em todos os atendimentos haverá o acompanhamento de um professor do IFRS responsável, sendo o coordenador ou colaborador do projeto.

 

ObservaViamão: Notas Técnicas para o Atlas Socioambiental de Viamão

  • Coordenador: Sergio Roberto Kapron
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • Como atividade correlata com suas finalidades, o Observatório do Desenvolvimento Territorial de Viamão e Entorno – ObservaViamão – propõem a produção de Notas Técnicas – NTs – sobre temas sociais e econômicos para subsidiar o Atlas Socioambiental de Viamão. O Comitê Impulsor do Atlas, que reúne diversas pessoas da comunidade, será o espaço de discussão dos temas a serem trabalhados e de avaliação deste projeto. Serão produzidas NTs, de caráter didático e informativo, a partir de dados quantitativos de bases de dados oficiais e públicas e a partir de informações coletadas junto à comunidade envolvida. Os temas serão priorizados e sistematizados com discussões dialogadas com o Comitê Impulsor. Esta ação também dará apoio para a instituição do processo de estímulo à produção, recebimento e publicação pelo ObservaViamão de NTs de pessoas da comunidade. As NTs, além de subsidiar o Atlas, também serão disponibilizadas à comunidade como fonte de informação e estímulo a novos estudos e ações.

 

(Programa) ASSOCIAÇÃO SATÉLITE PRONTIDÃO: RESISTÊNCIA E ANCESTRALIDADE

  • Coordenadora: Karla dos Santos Guterres Alves
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • O Programa ‘Associação Satélite Prontidão: Resistência e Ancestralidade’ visa promover ações de ensino, pesquisa e extensão direcionados a um território negro específico de Porto Alegre, o Bairro Rubem Berta, onde se encontra a sede da Associação Satélite Prontidão (ASP). A Associação Satélite Prontidão é um clube social negro com 116 anos e atua promovendo ações socioculturais e de inclusão. A contribuição histórica dos clubes sociais negros faz com que este Programa tenha uma relevância social muito grande como promotor de ações afirmativas para o povo negro em vulnerabilidade social ou exposto ao preconceito estrutural. Para tanto, este Programa se propõe ao desenvolvimento de projetos a partir dos eixos norteadores ‘história e memória’, ‘saúde e assistência social da população negra’ e ‘sociocultural e educacional’. Articulando interdisciplinarmente os projetos, o Programa ‘Associação Satélite Prontidão: Resistência e Ancestralidade’ pretende contribuir para o empoderamento do povo preto e a superação dos efeitos históricos do pós-abolição que, até os dias de hoje, colocam a população negra em situação de subalternidade.

 

IFRS Contribui – Viamão

  • Coordenador: Danilo Mattes Navarro Filho
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • A proposta visa seguir assessorando a gestão de organizações de Viamão, contribuindo para o aprimoramento dos arranjos produtivos locais. Em 2020/2021 foram recebidas 60 demandas de empreendimentos de Viamão e de outros municípios onde o IFRS está presente. Atualmente, verifica-se que existem organizações oriundas da cidade que não possuem recursos financeiros para buscar auxílio em sua gestão. Portanto, o projeto visa alinhar o conhecimento do IF com essa necessidade local. Dessa forma, buscaremos contribuir para a construção de uma sociedade mais justa, ética e democrática. Com equipes multidisciplinares faremos propostas que visem a interação entre a sociedade e o IF. O campus Viamão do IFRS possui o eixo de Gestão e Negócios, com profissionais capacitados nas distintas áreas da Administração: Gestão de Pessoas, Marketing, Finanças, Cooperativismo, Operações e Serviços. O Curso Superior de Processos Gerenciais e os cursos técnicos em Administração, Serviços Públicos e Cooperativismo também estão alinhados a esse eixo. Portanto, o projeto busca alinhar o conhecimento desenvolvimento no campus com as necessidades da comunidade local por meio do assessoramento organizacional. Com isso, será possível contribuir para o desenvolvimento local, bem como possibilitar que os alunos apliquem seus conhecimentos na realidade em que vivem.

 

Memorial da ASP

  • Coordenadora: Karla dos Santos Guterres Alves
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • Este projeto tem como objetivo promover pesquisas sobre os clubes sociais negros, tendo como objeto específico a Associação Satélite Prontidão (ASP). Este clube centenário funciona desde 1902 e promove ações de cultura, lazer, assistência social, saúde e educação para a população negra de Porto Alegre e região metropolitana (inclusive da cidade de Viamão, que não tem clube social negro). O projeto tem como premissa a pesquisa para o resgate historiográfico tanto da trajetória do clube, quanto das memórias de homens e mulheres negras que contribuíram para a constituição de sua história. Por meio de coleta documental, revisão bibliográfica, entrevistas, rodas de memórias e e outros, o projeto se propõe a reconstituir, dando visibilidade a história e compartilhando-a por meio de um memorial de acesso público. O memorial da Associação Satélite Prontidão será o meio de popularizar informações a respeito de sua importância e contribuição para a melhoria da qualidade de vida e saúde, escolarização, cidadania, elevação de autoestima e bem estar social da população negra, além de promover a extensão acadêmica.

 

Vozes femininas: música e literatura na perspectiva de gênero

  • Coordenadora: Daisy da Silva César
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • Com a participação de artistas locais o projeto prevê encontros não presenciais síncronos com a comunidade interna e externa do campus Viamão para estudar as relações de gênero no meio musical e literário através de epistemologias feministas. Estão previstas leituras e debates de textos literários e teóricos, rodas de conversa com intérpretes e compositoras locais, performances musicais e sarau com todos integrantes do projeto.

 

Segurança Alimentar em Comunidades Indígenas Mbyá-Guarani de Viamão-RS

  • Coordenador: Claudio Fioreze
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • As comunidades Mbya Guarani de Viamão possuem 105 famílias em 4 aldeias, onde a média de área de cultivo por família é de apenas 0,20 ha. A renda provém basicamente da comercialização do artesanato e políticas sociais (bolsa família). Nas três aldeias principais, há unidade de saúde e escola estadual. Cultivam diversos alimentos tradicionais, como milho, feijão, batata doce, aipim, amendoim, abóboras e um pouco de frutíferas e aves. A dieta, porém, é pobre em sais minerais, proteína e vitaminas. Desde 2016, se começou a produzir hortaliças com assistência da Emater, para subsistência, alimentação escolar (PNAE) e alguma renda suplementar. Porém, ainda há limitações e não há cooperação como a conhecemos para a comercialização e consumo. Além disso, a comunidade demanda sempre melhorias do solo, que está bastante desgastado, para ampliar a qualidade da produção, em especial daquelas famílias interessadas em produzir para sua dieta, para alimentação escolar local e eventuais feiras de produtores. Também se quer incrementar a mata nativa via sistemas agroflorestais, enriquecendo a mata com espécies como a erva-mate (para consumo próprio) e taquara (para o artesanato). A produção agroflorestal se apresenta como uma alternativa sustentável, em especial num contexto de fragilidade nutricional e de poucos recursos para investimento e custeio da produção. Os recursos são muito importantes, apesar de escassos, para viabilizar serviços de preparo do solo, aquisição de sementes e mudas, enfim, para amenizar a situação de insegurança alimentar.

 

AFIRMATIVO: oficinas de apoio ao ingresso na Pós-graduação por reserva de vagas

  • Coordenadora: Karla dos Santos Guterres Alves
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • Este projeto tem por escopo contribuir com conhecimentos científicos e socioemocionais para que negros, indígenas, refugiados, quilombolas, pessoas trans, pessoas com deficiência, entre outros possam concorrer ao acesso por meio de reserva de vagas a cursos de Pós-graduação Stricto Sensu, instrumentalizando-os para a concorrência a vaga de acesso. Serão oito encontros online desenvolvidos por meio de oficinas temáticas. A seleção ocorrerá por meio do preenchimento de formulário de inscrição online e entrevista coletiva (eliminatória) para identificação dos sujeitos fazem jus reserva de vaga. As oficinas serão ministradas por docentes do IFRS e voluntários.

 

(Programa) PROGRAMA ECOVIAMÃO (NÚCLEO DE ESTUDOS EM AGROECOLOGIA E PRODUÇÃO ORGÂNICA) – FASE V

  • Coordenador: Claudio Fioreze
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • O ‘Ecoviamão’ visa contribuir para ecologizar processos produtivos e sociais através da estratégia da Transição Agroecológica, da prática da gestão democrática, da valorização das comunidades tradicionais como atores indispensáveis, da defesa do meio ambiente materializada na valorização das unidades de conservação locais e regionais, da evidência da educação ambiental através de hortas escolares agroecológicas e do estímulo à inovação empreendedora voltada à economia cooperativa e solidária. Os objetivos específicos são: 1) a consolidação do ECOVIAMÃO; 2) a constituição de um plano de segurança alimentar e nutricional da alimentação escolar e institucional (PIASE); 3) a ampliação do acesso as políticas públicas de agroecologia, produção orgânica e SANS; 4) o efetivo envolvimento dos camponeses e povos tradicionais para geração de renda e inserção em mercados institucionais e de compras públicas; 5) o fortalecimento de feiras e mostras especiais, das ações de educação ambiental e de promoção do cooperativismo e da diversidade cultural; 6) a implementação de curso(s) de extensão e regulares em Agroecologia, DRS e SANS; 7) a inovação tecnológica ambiental e social, através da Incubadora Tecnológica; 8) o apoio à implantação do Observatório de Desenvolvimento Territorial; 9) a elaboração do Diagnóstico Rural de Viamão, peça chave do PMDR (Plano Municipal de Desenvolvimento Rural); 10) o avanço do Projeto de Redesenho da Matriz Agroecológica do Assentamento Filhos de Sepé; 11) promoção e resgate da Memória e da Cultura Ambiental de Viamão; 12) a construção do Atlas Socioambiental de Viamão como ferramenta de educação, gestão e cidadania ambiental.

 

Consciência Negra em Foto: cinquentenário do vinte de novembro

  • Coordenadora: Karla dos Santos Guterres Alves
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • Este projeto tem por escopo a comemoração do cinquentenário do dia 20 de novembro como Dia da Consciência Negra. Esta proposta visa que, por meio da fotografia, se expresse um novo olhar a respeito do Dia da Consciência Negra. Para tanto, será realizado um concurso de fotografias com três categorias, sendo estas amadora, profissional e histórica. A proposta espera popularizar, por meios audiovisuais, a história dos precursores do Movimento negro Gaúcho que deram origem a esta data nacional, dando um novo sentido para a data.

 

Planejamento e qualificação territorial participativa com foco no etnoturismo no contexto do Quilombo da Anastácia em Viamão-RS (Cópia) 13-03-2020 (Cópia) 17-05-2021

  • Coordenador: Neilo Márcio da Silva Vaz
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • O presente projeto tem por objetivo principal assessorar a comunidade rural Quilombo da Anastácia de Viamão-RS em um processo de planejamento territorial participativo, focado no etnoturismo. A proposição é resultado de outras inserções institucionais (os desafios criativos do campus) em que foi constatado uma pujante e enraizada ação de etnoturismo, já desenvolvida de forma seminal e espontânea ao longo dos anos. Neste sentido, o assessoramento busca o planejamento e a qualificação territorial através da realização de um programa de ações estruturado a partir de quatro eixos temáticos que abrange o etnoturismo, a preservação ambiental, o resgate, o registro, o reconhecimento e a valorização dos saberes e fazeres quilombola e a educação ambiental. O cronograma de ações segue uma lógica em que durante as quatro fases (construtiva, diagnóstica, planificadora e formativa-incubatória), se executa um processo de planejamento territorial participativo, que enfoca a organização e a qualificação etnoturística da comunidade. Desta forma, o projeto atua sob demandas relacionadas à tecnologias sociais, capazes de qualificar aquilo que já é desenvolvido pela comunidade, direcionando as ações para um desenvolvimento sustentável em seus aspectos econômicos, ambientais e socioculturais.

 

Semana Municipal do Meio Ambiente 2021

  • Coordenador: Claudio Fioreze
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • O Instituto Federal participará com o Programa EcoViamão em apoio ao ‘Projeto Ônibus Itinerante’ que levará atividades sensibilização ambiental inicialmente em escolas e posteriormente em associações de bairros e comunidade em geral. O evento acontecerá na praça, no espaço destinado a COOVIR e o objetivo é de trabalhar na educação ambiental da população sobre a importância da correta separação dos resíduos sólidos urbanos gerados por cada um, incentivar a reciclagem como forma de sustentabilidade ambiental. O público alvo é a população que visitar o espaço na praça. Estaremos recebendo resíduos recicláveis com PEV no local

 

Projeto Alvorada – Fortalecimento da cidadania e do empreendedorismo social

  • Coordenador: Carlos Robério Garay Corrêa
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • O sistema prisional, estruturado como resposta estatal ao cometimento de crime, pressupõe que o apenado não detém as qualidades necessárias para o convívio em sociedade, e a forma concreta e simbólica de enfrentamento do crime é a pena de restrição de liberdade. Entretanto, a pena não assume apenas o objetivo de punir o transgressor da lei, devendo também contribuir para o processo de ressocialização e reeducação. Por esse prisma, a concepção da punição transcende a retribuição pela aplicação do castigo, manifestando uma conotação voltada para o retorno do apenado à sociedade em melhores condições (JULIÃO, 2011). Nessa conotação, o Estado é responsável por promover os meios necessários para que o egresso do sistema carcerário possa ser reinserido na sociedade, objetivo expresso na Lei de Execução Penal (Lei Nº 7.210/84) e operacionalizado pelas medidas propostas no texto legal. O Art. 10 define que “assistência ao preso e ao internado é dever do Estado, objetivando prevenir o crime e orientar o retorno à convivência em sociedade”, ampliando-se seu escopo ao egresso, conforme preconiza o parágrafo único do dispositivo (BRASIL, 1984). O projeto objetiva promover a inclusão social e produtiva de pessoas, despertando no estudante, egresso do sistema prisional, o interesse em empreender projetos que possam subsidiar o seu pleno desenvolvimento pessoal e social. Visa contribuir para a autonomia econômica e financeira de pessoas egressas do sistema prisional e em situação de vulnerabilidade social, criando condições para o resgate, a afirmação e a constituição de seu capital social e cultural.

 

(Programa) ObservaViamão Publicação de Notas Técnicas

  • Coordenador: Sergio Roberto Kapron
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • O Programa Observatório do Desenvolvimento Territorial de Viamão e entorno – ObservaViamão – está sendo constituído como um espaço agregador e difusor das informações, dados, produções e saberes gerados no âmbito do IFRS e das demais organizações locais sobre o território viamonense. Também pretende se constituir como fonte de consulta para subsídios, diálogo e qualificação do ensino, de projetos e da gestão de ações, empreendimentos e movimentos de organizações locais. Para isso tem sido constituído com projetos de produção, sistematização e disseminação de conteúdos. Este Projeto “Publicação de Notas Técnicas – NTs” objetiva ampliar a publicação das produções que versem sobre o território local, estimulando, acolhendo e publicizando trabalhos de outros projetos, estudos e iniciativas além da do próprio ObservaViamão. Visa estimular estudantes, docentes e comunidades em geral a produzirem, a partir de suas pesquisas, estudos e projetos, NTs para serem publicadas. Com NTs se propõem adequar os conhecimentos a um formato objetivo, de fácil apreensão e exposição de informações originais e de recortes interpretativos secundários de dados e informações existentes. Além de publicizar e disseminar, objetiva-se estimular novas produções e seu uso em processos de aprendizagem e projetos de intervenção local. Para atingir os objetivos será constituído um comitê gestor, regulamento e processos para submissões e publicações, procedimentos para reconhecimento como Série Aberta Não Periódica (ISSN e DOI) e publicização das NTs com estímulo de uso como material didático para ensino e subsídio para novos estudos, ações e projetos que contribuam para a melhorias das condições de vida local.

 

Egressos do IFRS Campus Viamão: abrindo e mantendo diálogos entre o Campus e a comunidade

  • Coordenador: Nilo Barcelos Alves
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • A manutenção dos laços entre o IFRS Campus Viamão e seus egressos é crucial para que a instituição atinja seus objetivos. Este projeto tem como objetivo a realização de uma busca ativa de todos os egressos do IFRS Campus Viamão, com o intuito de mapear suas trajetórias pessoais e profissionais. A partir disso, o projeto buscará criar e gerar as condições para a manutenção de um diálogo mais próximo entre este público e a instituição. Essa busca ativa será realizada através do uso de um formulário eletrônico criado para este fim, e por uma ação de busca ativa pelos respondentes, tendo como meta a atingir a totalidade dos egressos do Campus. Essa ação fomentará a integração dos egressos nas ações de ensino, pesquisa e extensão do Campus e, com isso, gerar subsídios para os processos de revisão de cursos. Além disso, está prevista a realização de um encontro virtual entre os egressos e os estudantes em curso do Campus Viamão, para troca de experiências acadêmicas e profissionais.

 

Viamão com Ciência: introdução à pesquisa científica

  • Coordenador: Sergio Kapron
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  •  O projeto “Viamão com Ciência: introdução à pesquisa científica” visa construir um vínculo entre o conhecimento acadêmico e científico, sua produção e a comunidade geral de Viamão-RS, tendo esse como objetivo geral. Como objetivos específicos, realizaremos: uma oficina de introdução ao tópico da pesquisa científica, aproximando a comunidade externa à educação pública, gratuita e de qualidade do IFRS; uma oficina sobre sínteses visuais e textuais, criando vínculos entre a comunidade interna e externa por meio da troca de experiências e dificuldades sobre as sínteses; e, iremos estruturar um site para armazenar pesquisas sobre a cidade e de autores de dentro e fora do campus. Tais objetivos surgem da necessidade percebida da inclusão da comunidade externa à oportunidades de introduzir-se a pesquisa científica, como a interna possui por meio de bolsas e Projetos Integradores. A pesquisa pode ser uma forma de aprimorar as relações de ensino e aprendizagem, sendo importante para o desenvolvimento socioeconômico e tecnológico. Buscamos difundir as produções acadêmicas de e sobre Viamão a partir de um site que irá armazená-las, estimulando a visão de que a ciência surge das mais diversas pessoas e locais. Realizaremos uma oficina introdutória à pesquisa científica que poderá aproximar a academia da população geral de Viamão, além de incentivar a população sem acesso e experiência na área a seguir a carreira acadêmica, se assim desejarem. Propomos, ainda, uma oficina mais prática sobre a realização de sínteses, sejam visuais ou textuais, para suprir dificuldades encontradas pela estudante proponente em tarefas extra ou curriculares.

 

Um sistema educativo comunitário para a Unidade de Conservação Parque Natural Municipal Saint Hilaire em Viamão-RS: Construção de uma ferramenta socioambiental digital

  • Coordenador: Denirio Marques
  • Edital IFRS nº 57/2020 – Registro de ações de extensão – Fluxo Contínuo 2021/2022
  • Na última década a situação da Unidade de Conservação (UC) Parque Natural Municipal Saint Hilaire vem sido debatida pela comunidade do entorno, com grande ênfase nos aspectos socioambientais que são pouco esclarecidos e disseminados. Em contexto, não apenas pouco se sabe sobre as espécies vegetais e animais que ali habitam, como também sua relevância em termos de proteção de espécies. Muito se fala ainda sobre a insegurança de frequentar diversas áreas do parque, o que contribui para o distanciamento e o prejudicial reconhecimento da importância social e ambiental da UC. É um conjunto de fatores que contextualiza e forma as problemáticas que afetam tanto a sociedade quanto a fauna e a flora. Este projeto visa desenvolver um sistema informativo de educação ambiental no formato de vlog, valendo-se da acessibilidade moderna e do alcance das mídias sociais como YouTube, Instagram e Facebook, contextualizando sobre a biodiversidade e os aspectos socioambientais na Unidade de Conservação Parque Natural Municipal Saint Hilaire. Após pesquisa bibliográfica sobre trabalhos realizados nesta UC, o projeto visa a criação de conteúdos informativos de forma contínua com linguagem técnica e acessível à comunidade em geral por meio de mídias sociais. Espera-se com a realização deste projeto contribuir para minimizar as problemáticas identificadas quando da ausência de conhecimento pela comunidade dos benefícios da UC, visando o esclarecimento e construindo saberes, trazendo melhorias nas relações entre a sociedade e o meio ambiente

 

 

 

 

 

 

Última atualização em 13/10/2021

Fim do conteúdo