Início do conteúdo

Campus terá estrutura ampliada no início do próximo semestre


O IFRS campus Vacaria terá, no próximo semestre, mais cinco salas de aula, que se somarão às nove já existentes. Para marcar a concretização desta etapa de crescimento da instituição, servidores e estudantes receberam nesta sexta-feira, 13/12, a visita do deputado federal Henrique Fontana, o qual entregou ofício que repassa uma emenda parlamentar no valor de R$ 300 mil para o ano de 2020, verba que se soma à outra emenda no valor de R$ 250 mil, já liberada. O chamado Bloco Didático, objeto do Regime Diferenciado de Contratação (RDC) nº 16/2019 terá um custo estimado em R$ 575.400,0000 e uma área total de 300m². O resultado saíra no Diário Oficial da União no dia 16/12, próxima segunda-feira.

 

 

A medida justifica-se para contemplar o ingresso de novas turmas dos cursos integrados em Multimídia e Agropecuária, bem como o início das atividades do curso de Tecnologia em Processos Gerenciais, beneficiando diretamente cerca de 300 alunos. O resultado da licitação foi publicado no dia 10/12 e homologação ocorreu hoje, dia 13/12. O próximo passo é a assinatura do contrato, a qual ocorrerá nas próximas semanas. Após isso iniciam-se as obras no campus, provavelmente no final de janeiro de 2020.

Saiba mais

As ações desenvolvidas pelo IFRS seguem, em todas as áreas (ofertas de cursos, bolsas, pesquisas, ampliação da estrutura física dos campi etc.), planejamentos e avaliações nas quais é possível a participação de toda a comunidade. O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) 2019-2023, disponível no site da instituição, apresenta as metas de todos os campi. No documento é possível conhecer o projeto de expansão para o campus Vacaria, que envolve sobretudo ampliação da estrutura física, oferta de novos cursos, bem como outros fatores necessários para oferecer uma educação pública de qualidade.

Segundo o Diretor-geral do campus, Gilberto Putti, outra ação que já está encaminhada é a criação do curso de Administração integrado ao ensino médio, previsto para iniciar em 2021, o que vai proporcionar oportunidades a um número cada vez maior de jovens.

Fim do conteúdo