Início do conteúdo

Projetos de Pesquisa


Abaixo segue lista dos projetos de pesquisa e inovação em andamento no IFRS-Campus Sertão.

ANÁLISE DA VARIABILIDADE GENÉTICA EM POPULAÇÕES DE MILHO CRIOULO VISANDO APLICAÇÕES NO MELHORAMENTO DA ESPÉCIE
  Variedades crioulas de milho são uma fonte importantíssima de genes pouco explorada pelos programas de melhoramento. Este tipo de variedade apresenta características importantes como ampla rusticidade e tolerância a estresses bióticos e abióticos. Essas características são conferidas pela ampla variabilidade genética apresentada por estes materiais. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é analisar a variabilidade genética de populações de milho crioulo cultivadas na região Norte do Rio Grande do Sul e no Estado de Santa Catarina, através de marcadores moleculares. O estudo será desenvolvido no laboratório de bioquímica e biologia molecular do IFRS – Campus Sertão. O marcador utilizado será do tipo microssatélite. Serão avaliadas em torno de 30 variedades cultivadas nessas regiões, e serão testados em torno de 50 primers de microssatélite, selecionados no banco de dados on line de milho. Após as análises em PCR, será estimada a similaridade genética dos materiais utilizando o coeficiente de Nei & Li (1979). Pretende-se ao final do estudo, diagnosticar o nível de variabilidade genética dos materiais coletados, e observar a necessidade ou urgência da conservação destas importantes variedades.
Coordenador:

NORYAM BERVIAN BISPO

Grupo de Pesquisa: CIÊNCIAS AGRÍCOLAS
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

ANÁLISE DE RENTABILIDADE DA PRODUÇÃO DE FENO EM SISTEMA DE INTEGRAÇÃO LAVOURA-PECUÁRIA.
  A produção de feno no Brasil vem crescendo nos últimos anos em função da conscientização dos produtores da necessidade de transferir o excedente da produção forrageira dos períodos de maior oferta alimentar para os períodos de déficit alimentar. Este estudo tem como objetivo determinar os custos de produção e realizar a análise de rentabilidade na produção de feno de forrageiras cultivadas em sistema de integração lavoura-pecuária na região do Alto Jacuí-RS. Os dados primários serão coletados em sistema(s) de produção de feno, localizado no município de Selbach-RS, referentes ao ciclo de produção do ano de 2018/2019. Na determinação dos custos de produção e análise de rentabilidade serão utilizadas as metodologias de Matsunaga et al. (1976) e CONAB (2010). Ao término desta pesquisa, espera-se obter indicadores econômicos da atividade, verificar seu papel/impacto na integração lavoura-pecuária e estimar o potencial de expansão da produção de forrageiras conservadas na região do Alto Jacuí.
Coordenador:

ELISIO DE CAMARGO DE BORTOLI

Grupo de Pesquisa: ZOOTECNIA
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DE CULTIVARES DE TRIGO NO MUNICÍPIO DE SERTÃO, REGIÃO NORTE DO RIO GRANDE DO SUL
  O crescimento populacional impõe inúmeros desafios a serem enfrentados no futuro à nível mundial, com destaque para o aumento do consumo de alimentos. Desse modo, a agricultura assume um papel imprescindível, uma vez que é responsável diretamente pela produção de gêneros alimentícios. O Brasil possui grande relevância na produção agrícola devido a sua grande extensão no sentido latitudinal, permitindo assim o cultivo de diversas espécies vegetais. No entanto, a cadeia produtiva do trigo – um dos cereais mais cultivados no mundo – é muito instável desde a produção até a comercialização desestimulando o produtor rural a implantar esta cultura. Neste contexto, o objetivo deste trabalho é avaliar a adaptabilidade de cultivares de trigo, quando submetidas aos mesmos tratos culturais e fatores ambientais, no município de Sertão situado na região norte do Rio Grande do Sul. O experimento será conduzido na área experimental agrícola do IFRS – Campus Sertão. Os parâmetros avaliados serão emergência, espigamento, resistência ao acamamento, maturação, número de espigas por metro quadrado, estande final de plantas, rendimento de grãos, peso de mil grãos e peso do hectolitro. Os dados obtidos serão submetidos à análise estatística ANOVA (p<0,05), e se for verificado efeito significativo para alguma variável-resposta, suas médias serão comparadas pelo teste de agrupamento de médias de Scott-Knott (p<0,05). Os resultados serão divulgados nas indicações técnicas da cultura do trigo para a região Norte do Rio Grande do Sul bem como nos eventos promovidos pelo IFRS.
Coordenador:

FERNANDO MACHADO DOS SANTOS

Grupo de Pesquisa: MANEJO E TRATOS CULTURAIS EM PLANTAS DE LAVOURA
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

AVALIAÇÃO DO EFEITO DO HORMÔNIO ESTROGÊNIO SOBRE O METABOLISMO DE ZEBRAFISH E C. ELEGANS
  Atualmente, tem-se identificado em águas residuárias urbanas a presença significativa de hormônios de origem lipídica, conhecidos como estrogênios. A grande problemática dessa presença é que os estrogênios no ambiente aquático são muitas vezes provenientes de uso farmacológico humano e veterinário e não são completamente metabolizados, podendo ser excretados na sua forma original ou numa forma organicamente complexa. Dessa forma, os estrogênios podem ser convertidos em xenoestrogênios que estão relacionados a alterações morfológicas e comportamentais em animais aquáticos. Sabe-se que os estrogênios apresentam importante papel na regulação da expressão gênica, um processo lento de modificação celular, entretanto, há indícios de envolvimento dos estrogênios em atividades neurológicas, que são ações muito rápidas. Assim, o presente estudo pretende avaliar o efeito de estrogênios sobre o sistema nervoso colinérgico, purinérgico e serotoninérgico de Zebrafish. Além disso, irá comparar os resultados obtidos em Zebrafish com os resultados da exposição ao xenoestrogênio no nematódeo, Caenorhabditis elegans.
Coordenador:

ROSILENE RODRIGUES KAIZER PERIN

Grupo de Pesquisa: TOXICOLOGIA AMBIENTAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

AVALIAÇÃO DO POTENCIAL TOXICOLOGICO DO ALUMINIO EM C. ELEGANS E ZEBRAFISH
  O desenvolvimento das tecnologias de tratamento de efluentes são essenciais para a garantia da saúde da população. Porém, infelizmente, o tratamento de efluentes inexistentes ou ineficaz ainda é a realidade para muitas regiões do Brasil. Dessa forma, a presente proposta pretende avaliar o efeito toxicológico de concentrações de Alumínio, encontradas em riachos pertencentes a Bacia Hidrográfica da Corsan Erechim/RS, utilizando os organismos modelos C. elegans e Danio rerio. Após a determinação das concentrações de Al presentes na água do consumidor final, serão definidas as doses que serão utilizadas para os testes toxicológicos de exposição aguda e crônica nos organismos modelos escolhidos sendo eles um invertebrado: C. elegans e um vertebrado: Danio rerio, a escolha destes leva em consideração sua alta similariedade genética com o ser humano.
Coordenador:

ROSILENE RODRIGUES KAIZER PERIN

Grupo de Pesquisa: TOXICOLOGIA AMBIENTAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

BIOLOGIA E CONTROLE DE COLLARIA SCENICA (STAL, 1876) (HEMIPTERA: MIRIDAE) NA CULTURA DO TRIGO
  O percevejo Collaria scenica (Stal, 1876) (Hemiptera: Miridae), popularmente conhecido como “percevejo raspador, “percevejo das pastagens”, “mosquito das pastagens”, “percevejo do capim” e
“percequito”, vem ocorrendo com grande frequência causando danos expressivos às culturas quando se encontram em elevada população. No trigo, nas safras agrícolas 2017 e 2018, os danos causados por essa praga foram significativos. Existem evidências que o mesmo também esteja causando danos em milho. Não têm informações sobre a biologia do inseto e/ou as existentes são antigas. Além disso, não existem produtos registrados para controle de C. scenica. Diante da falta de informações sobre essa espécie, será feito a biologia do percevejo em diferentes cultivares e testados diferentes produtos químicos e biológicos para avaliar a eficiência de controle do mesmo.O estudo será desenvolvido no IFRS Campus Sertão, no laboratório de entomologia e na área experimental da pesquisa. Espera-se, com os resultados deste estudo,
gerar novas informações de manejo de C. scenica para os triticultores e quem sabe outras culturas de importância agrícola da região Norte do RS.
Coordenador:

MÁRCIA APARECIDA SMANIOTTO

Grupo de Pesquisa: NEMAS – NÚCLEO DE ESTUDOS EM MANEJO DE ÁGUA E SOLO
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

BIOLOGIA REPRODUTIVA DE TROPAEOLUM PENTAPHYLLUM LAM. (CREM) NA REGIÃO DO ALTO URUGUAI (RS)
  A liana Tropaeolum pentaphyllum Lam. (crem) é uma Planta Alimentícia Não Convencional (PANC). As principais ameaças à espécie decorrem da perda de hábitat e da extração in situ de seus tubérculos. Este estudo visa conhecer a biologia reprodutiva do crem. Para caracterizar seu sistema reprodutivo serão conduzidos cinco tratamentos: agamospermia, autopolinização manual, geitonogamia, polinização cruzada e controle. Para cada tratamento serão marcadas aleatoriamente 30 flores. A avaliação do sucesso reprodutivo será monitorada, sendo registrados o número de frutos formados e o número de mericarpos por fruto. As sementes dos testes de polinização serão colocadas para germinar, usando turfa como substrato. O crescimento do sistema caulinar aéreo desde a fase de plântula será acompanhado semanalmente. Após senescência da parte área das plantas provenientes de sementes será verificado se houve formação de tubérculos e serão feitas medições de massa e tamanho (comprimento, largura e espessura). Também será estudada sua fenologia. Os visitantes florais serão coletados e/ou fotografados e posteriormente identificados. Também será registrado o comportamento dos visitantes e os recursos florais por eles coletados. Será caracterizado o recurso disponível para os visitantes florais, quanto ao volume e concentração de açúcares no néctar.
Coordenador:

JULIANA MARCIA ROGALSKI

Grupo de Pesquisa: CONSERVAÇÃO DE ESPÉCIES VEGETAIS
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

CARATERIZAÇÃO ESPACIAL DE DIFERENTES MANEJOS FÍSICOS DO SOLO VIA AGRICULTURA DE PRECISÃO
  Cada vez mais as culturas agrícolas estão sendo limitadas por problemas da compactação do solo, sendo que a mobilização do solo por escarificadores possuem efeitos pouco duradores. Objetivo deste estudo é avaliar a variação espacial das propriedades físicas do solo submetido a diferentes técnicas de redução da compactação no
momento da semeadura da cultura de verão, visando a manutenção do sistema de manejo plantio direto (SPD). O experimento foi instalado em 2017, em área de produção de grãos de 4,0ha, manejada há mais de 18 anos pelo SPD, sendo delimitado 4 talhões com os seguintes tratamentos: SPD com sulcador do fertilizante da semeadora tipo facão afastado atuando a 10cm, testemunha (SPD10), e a 17cm como técnica de melhoria física do solo (SDP17); e cultivo mínimo com subsolador (CMd), técnica de descompactação com mobilização mais agressiva. O estudo está conduzido via técnicas de agricultura de precisão, estudando assim a variabilidade local e temporal dos parâmetros. Como qualificador será mensurado a resistência mecânica do solo à penetração, a umidade volumétrica, a porosidade e a densidade do solo, como propriedades físicas; da planta serão altura de planta, massa seca e verde planta. Combinado a estas leituras, serão mensurados a força de tração das raízes, área de elevação de solo na semeadura, quantidade de palha incorporada nesta operação, parâmetros influenciadores nas propriedades avaliadas. Espera-se que o sulcador atuando em maior profundidade consiga ser uma técnica de solução permanente dos problemas da
compactação, sem revolver o solo, mantendo os pressupostos do sistema plantio direto.
Coordenador:

DAVID PERES DA ROSA

Grupo de Pesquisa: RECURSOS AGRÍCOLAS NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO VEGETAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

COMUNICA-RE: UM PROTÓTIPO DE FERRAMENTA PARA APOIAR A ENGENHARIA DE REQUISITOS BASEADO EM REDES SOCIAIS
  A engenharia de software surgiu com o propósito de coordenar o desenvolvimento de software. Antes ocorriam diversos problemas no processo: os custos eram muito elevados, os produtos não atingiam a qualidade esperada, os erros só eram descobertos depois da entrega do sistema, entre outros. Tudo isso culminou na crise do software. Viu-se então a necessidade de adotar métodos de desenvolvimento. Por sua vez, a engenharia de requisitos é uma ramificação da engenharia de software. Seu objetivo é descobrir as funcionalidades necessárias ao sistema proposto. Esse processo de pesquisa de requisitos é conhecido como elicitação e envolve todos aqueles que têm contato ou serão afetados pelo sistema, os chamados stakeholders. Por outro lado, as redes sociais virtuais são ferramentas de comunicação altamente difundidas. Acredita-se para tanto que possam ser usadas para a elicitação de requisitos, aquisição de conhecimento sobre a área e na comunicação entre os profissionais envolvidos na efetivação do sistema. A fim de verificar essa possibilidade, uma pesquisa foi conduzida junto a empresas do PoloSul. Os resultados apontaram que o uso dessa tecnologia é viável e positivo. A pesquisa levantou, também, características importantes das redes sociais necessárias nesse contexto. Desta forma, será proposto um protótipo de ferramenta baseado em redes sociais para auxiliar a engenharia de requisitos.
Coordenador:

LIS ÂNGELA DE BORTOLI

Grupo de Pesquisa: GRUPO DE PESQUISA EM INFORMÁTICA APLICADA – IFRS
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

CURSO DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA DE DOCENTES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL: NOVAS PERSPECTIVAS PROFISSIONAIS
  Este projeto de pesquisa tem a finalidade de compreender por que profissionais formados em cursos superiores de tecnologia e bacharelados estão frequentando o curso de Formação Pedagógica de Docentes para a Educação Básica e Profissional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) – Campus Sertão. Pretende-se realizar a pesquisa no IFRS – Campus Sertão, no curso citado, que é oferecido na instituição desde 2010. Serão envolvidos estudantes que estejam regularmente matriculados no referido curso no ano de 2019, perfazendo um total de 77 estudantes. Como instrumentos para a coleta de dados serão utilizados questionários com questões abertas e fechadas, onde os estudantes envolvidos farão apontamentos sobre os motivos/razões que os levaram a frequentarem o curso de Formação Pedagógica de Docentes para a Educação Básica e Profissional no IFRS – Campus Sertão. Os dados obtidos serão confrontados com pesquisa bibliográfica, que fundamenta e orienta todo o trabalho e a execução será por meio da forma de estudo de caso. Com estes procedimentos e a análise dos dados obtidos, espera-se contribuir para o processo ensino-aprendizagem desenvolvido neste curso e pra o processo de formação inicial de professores para atuar na educação profissional. Destarte, a pesquisa, se realizada, será de grande valia para minha formação profissional bem como para a carreira acadêmica.
Coordenador:

JOSIMAR DE APARECIDO VIEIRA

Grupo de Pesquisa: POLÍTICAS PÚBLICAS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

DESCOMPACTAÇÃO DO SOLO NA SEMEADURA CONSORCIADO COM PLANTAS DESCOMPACTADORAS – EFEITOS NA CULTURA DA SOJA SOB SISTEMA DE PLANTIO DIRETO
  Técnicas de melhorias dos efeitos da compactação via escarificação biológica (ação das raízes) são pouco usadas e conhecidas, e nesse sentido que este projeto visa consorciar uso de duas técnicas de melhoria física do solo, o emprego de plantas hibernais com potencial descompactador, com aumento da sulcagem de fertilizante na semeadura das culturas estivais, mantendo assim um dos principais pressupostos do
sistema de plantio direto (SPD), o revolvimento apenas na linha de semeadura. O experimento está sendo realizado em Nitossolo Vermelho, com blocos ao acaso em esquema tri fatorial, sendo o fator 1 intensidade de tráfego (0, 2 e 4 passadas) e fator 2 as plantas descompactadoras (nabo + ervilhaca, aveia preta) e fator 3 uso de sulcador em maior profundidade (10 e 18cm). As plantas descompactadoras foram cultivados no ano 2017/2018, desta forma, seguindo a rotação, neste ano será centeio, avaliando o efeito residual da técnica. Para quantificação e qualificação dos efeitos serão coletadas porosidade, resistência e densidade do solo; altura, massa seca de raiz, massa verde e produtividade da soja. Avaliação das propriedades físicas será realizada no florescimento da cultura da soja, já as avaliações de planta, será realizada na soja e nas culturas hibernais. Visa-se com esse projeto quantificar os potenciais das plantas descompactadoras em solo da região norte do RS, com dados de solo e planta, bem como, testar outras técnicas que auxiliem na manutenção dos pressupostos do sistema de manejo de plantio direto, dentre eles, o não revolvimento do solo.
Coordenador:

DAVID PERES DA ROSA

Grupo de Pesquisa: RECURSOS AGRÍCOLAS NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO VEGETAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

EFEITO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA DISTRIBUIÇÃO DE TREPADEIRAS DA FAMÍLIA ASTERACEAE ENDÊMICAS DA MATA ATLÂNTICA SUL
  A Mata Atlântica é um domínio biogeográfico que apresenta altas taxas de diversidade e endemismo biológicos, apesar do histórico de intensa devastação que o reduziu a fragmentos florestais. Dentre as diversas formas de vida que o domínio atlântico abriga, se destacam as plantas trepadeiras, um grupo de grande importância ecológica, mas ainda pouco estudado, especialmente nos estados do Sul do Brasil. Além das ameaças relacionadas à perda de habitat pelo desmatamento, essas plantas podem sofrer os efeitos das mudanças climáticas globais, que potencialmente alteram os padrões de sobrevivência e ocorrência das espécies na região. Diante disso, o presente projeto objetiva avaliar o efeito das mudanças climáticas futuras na distribuição geográfica de Mikania paranensis Dusén e Mikania orleansensis Hieron. (Asteraceae), duas espécies de trepadeiras endêmicas da Mata Atlântica do Sul do Brasil. Para tanto, será elaborado um banco de dados de localidades georreferenciadas de ocorrências conhecidas para cada espécie. Os bancos de dados servirão como base para as análises de modelagem da distribuição potencial atual dos táxons. Em seguida, as distribuições das espécies serão projetadas em diferentes cenários climáticos futuros. Os modelos obtidos para as espécies serão comparados a fim de se verificar coincidências e divergências nas previsões obtidas.
Coordenador:

MARIA CLÁUDIA MELO PACHECO DE MEDEIROS

Grupo de Pesquisa: GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS AMBIENTAIS (GEPA)
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

EFEITO DE APLICAÇÃO DO ÁCIDO SALICÍLICO VIA FOLIAR SOBRE OS NÍVEIS DE CLOROFILAS, RETARDO DA SENESCÊNCIA, DESENVOLVIMENTO E GRAU BRIX NAS UVAS DE CULTIVARES DE COPA DE VIDEIRAS
  A viticultura brasileira teve um aumento considerável nos últimos anos, sendo a Serra Gaúcha, a maior produtora de uva dentro do estado do Rio Grande o Sul. Manejos de cultivo e aplicações fitossanitárias buscam incrementar qualidade e produtividade da cultura. O objetivo do presente trabalho é avaliar se a aplicação de ácido salicílico (AS) via foliar, tem influência sobre os teores de clorofilas ä’ e ‘b’ , e totais nas folhas, e grau brix na uva das variedades Niágara branca e Bordô. O delineamento experimental será um fatorial com quatro tratamentos de AS (0,0; 10,8; 13,8; 16,8 g/L), em duas variedades de videiras. Contendo três repetições de quatro plantas para cada variedade. Os tratamentos serão realizados a cada 30 dias, com avaliação das clorofilas a cada 15 dias. Sendo realizados de fevereiro à junho (dormência), e de setembro (brotação) à dezembro de 2019. A avaliação do grau brix das uvas será realizado no período de amadurecimento, janeiro ou fevereiro de 2020.

Coordenador:

PAULO AFONSO LINS ROSSAL

Grupo de Pesquisa: CIÊNCIAS AGRÍCOLAS
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

EFEITO DOS HERBICIDAS GLIFOSATO, 2,4-D, GLUFOSINATO DE AMÔNIO E HALOXYFOP SOBRE O SISTEMA NERVOSO CENTRAL DE CAENORHABDITIS ELEGANS
  Atualmente, o Brasil é considerado maior consumidor de agrotóxicos do mundo. E com o desenvolvimento de novas tecnologias pelas empresas de biotecnologia, como a tecnologia Enlist® para culturas de soja (Glycine max), milho (Zea mays L.), e algodão que expressam genes que atribui resistência a herbicidas à base de glifosato, 2,4-D colina, glufosinato de amônio e haloxyfop haverá um aumento no uso de agrotóxicos, principalmente dos mencionados. E como sabe-se, a utilização dos agrotóxicos tem ocasinado sérios e inúmeros efeitos, não só para o ambiente como também para a saúde humana, especialmente a do trabalhador rural e de suas famílias, que são os que mais ficam expostos a eles no dia-a-dia. Os principais efeitos relatados são, a desregulação hormonal, impotência, infertilidade, má formação fetal. Além de aumentar o risco de desenvolvimento de câncer e de doenças degenerativas, como a Doença de Alzheimer (DA) causando grande preocupação ambiental. Desta forma, na presente pesquisa será utilizado o modelo experimental Caenorhabditis elegans (C. elegans) que sofrerá uma exposição aguda e crônica aos agrotóxicos para que assim se possa avaliar seus efeitos neuroquímicos. Espera-se que este estudo possa contribuir para o entendimento de vários aspectos da toxicidade dos C.elegans fazendo do C. elegans um modelo ainda mais promissor em estudos de toxicologia ambiental.
Coordenador:

ROSILENE RODRIGUES KAIZER PERIN

Grupo de Pesquisa: TOXICOLOGIA AMBIENTAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

ELABORAÇÃO DE BEBIDA ALCOÓLICA FERMENTADA DE BUTIÁ (BUTIA CAPITATA)
  Dentre as inúmeras ferramentas utilizadas para a industrialização e conservação de frutas temos a fermentação alcoólica como importante alternativa, bem como para o desenvolvimento de produtos oriundos das mesmas. O butiá (Butia capitata), fruta nativa principalmente dos estados da região sul do país consiste em uma alternativa de utilização em processos fermentativos, agregando aromas e sabores, tendo com esta fruta uma excelente opção, pela ampla adaptação climática da espécie. O objetivo deste trabalho é elaborar uma bebida alcoólica fermentada a partir de caldo de cana de açúcar acrescido de duas diferentes concentrações de polpa de butiá (10 e 20% (m/v)). Será avaliado o comportamento fermentativo de uma linhagem comercial de Saccharomyces cerevisiae – amplamente utilizada em processos de vinificação. Também serão analisados o teor de metanol, teor alcoólico, além de testar diferentes substâncias clarificantes. A levedura utilizada foi escolhida com base em testes anteriores bem como as concentrações de polpa de butiá.
Coordenador:

TAÍS LETÍCIA BERNARDI

Grupo de Pesquisa: ALIMENTOS: TECNOLOGIA, MICROBIOLOGIA, BIOQUÍMICA E SAÚDE
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

ESTRATÉGIAS DE APRENDIZAGEM PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA
   Este projeto de pesquisa tem por objetivo conhecer as ‘Estratégias de aprendizagem para a construção do conhecimento na Educação Profissional e Tecnológica’. A metodologia empregada remete a um estudo bibliográfico e de campo, a partir de um estudo descritivo e de caso realizado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, Campus Sertão. O instrumento que será empregado para a coleta de dados é um questionário estruturado disponibilizado em ambiente web, com preenchimento on-line para os docentes que atuam na EPT, bem como aos estudantes matriculados. Para análise de dados será utilizada a análise de conteúdo. Conclui-se que as estratégias pedagógicas viabilizam a construção do conhecimento enquanto estratégia educativa emancipatória, e podem demonstrar que o educando quando é partícipe desse processo e da construção do seu conhecimento.
Coordenador:

ANA SARA CASTAMAN

Grupo de Pesquisa: POLÍTICAS PÚBLICAS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL
Edital: EDITAL IFRS Nº 91/2018 FLUXO CONTÍNUO – PROJETOS DE PESQUISA E INOVAÇÃO

IDENTIFICAÇÃO DA RESISTÊNCIA DE CEVADILHA AO HERBICIDA GLYPHOSATE
  A cevadilha (Bromus catharticus) é uma planta daninha frequente nas culturas de inverno na região sul do país. O objetivo deste estudo será confirmar a resistência de Bromus catharticus ao herbicida glyphosate. O gênero Bromus pertence à família Poaceae e possui cerca de 120 espécies entre anuais e perenes, com ampla distribuição geográfica encontra-se distribuída em todo o globo. Nas últimas safras de inverno surgiram relatos sobre a dificuldade do herbicida glyphosate controlar a cevadilha. Experimentos serão realizados em casa-de-vegetação em delineamento experimental inteiramente casualizado. Biótipos de cevadilha sensíveis e com suspeita de resistência ao glyphosate serão coletadas nas localidades com relatos de dificuldade de controle. Inicialmente será realizado um screening com a dose recomendada de 360 g e.a ha-1. Os biótipos que sobreviverem a dose recomendada serão submetidas a curva de dose resposta com dez doses de glyphosate (0, 45, 90, 180, 270, 360, 450, 540, 720, 1440 g e.a ha-1). As variáveis avaliadas serão fitotoxicidade aos 21, 28, 35 e 55 dias após aplicação (DAA). Os dados de fitoxicidade serão ajustados ao modelo logístico de três parâmetros que determinará a dose que corresponde a 50% de controle da planta daninha (C50). Baseados nos valores de C50 será calculado o Fator de Resistência (FR) por meio da divisão do C50 do(s) biótipo(s) resistente(s) pelo C50 do(s) biótipo(s) suscetíveis. Será determinado os valores de C80 e C95 usando a equação inversa. Os biótipos de cevadilha serão considerados resistentes quando apresentarem FR>1.
Coordenador:

ANDERSON LUIS NUNES

Grupo de Pesquisa: CIÊNCIAS AGRÍCOLAS
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

IMPACTO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS NA DISTRIBUIÇÃO DE TREPADEIRAS ENDÊMICAS DA MATA ATLÂNTICA: UM ESTUDO DE CASO EM SAPINDACEAE
  O Bioma Mata Atlântica é composto por um conjunto de tipologias vegetais que abrange formações florestais diversas, tendo como um importante elemento de sua composição e estrutura, as plantas trepadeiras. Frente às iminentes mudanças climáticas, a Biologia faz a sua contribuição ao perguntar quais as consequências dessas sobre a biota, e ao se preocupar com os efeitos sobre a distribuição e características dos biomas. As técnicas de modelagem de distribuição potencial possibilitam estimar a atual distribuição de uma espécie e predizer áreas que possuem características ambientais iguais ou semelhantes, de modo a prever a resposta de espécies diante de novos cenários ambientais. O objetivo deste trabalho é predizer a distribuição potencial de trepadeiras da família Sapindaceae de ocorrência restrita à região sul do Bioma Mata Atlântica, contribuindo para o conhecimento dos possíveis impactos de mudanças climáticas na distribuição do táxon de estudo e nas formações vegetais atlânticas, como um todo. Para a elaboração dos modelos de distribuição, serão utilizados dados de variáveis bioclimáticas. A princípio, serão utilizados, para as projeções futuras, os cenários disponíveis para 2050 e 2070 de dois modelos climáticos globais a serem selecionados. Para as análises de modelagem, será aplicado o algoritmo de Máxima Entropia. Os modelos de distribuição atual e as projeções futuras serão comparados quantitativamente.
Coordenador:

MARIA CLÁUDIA MELO PACHECO DE MEDEIROS

Grupo de Pesquisa: GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS AMBIENTAIS (GEPA)
Edital: EDITAL IFRS Nº 91/2018 FLUXO CONTÍNUO – PROJETOS DE PESQUISA E INOVAÇÃO

IMPLANTAÇÃO DE UM BANCO DE GERMOPLASMA PARA TROPAEOLUM PENTAPHYLLUM LAM., EM SERTÃO (RS)
  A espécie Tropaeolum pentaphyllum Lam. é uma planta alimentícia não convencional (PANC), popularmente conhecida como crem ou batata-crem. Foi listada pelo projeto Plantas para o Futuro – região Sul como uma das plantas com grande potencial para produção no futuro, devido às propriedades nutricionais de seus tubérculos. O avanço das atividades agropastoris e a extração in situ dos tubérculos têm sido grandes ameaças para a espécie. Diante disso, o objetivo deste trabalho é a criação de um banco de germoplasma visando conservar a diversidade genética da espécie T. pentaphyllum. Para caracterizar o germoplasma do crem será realizada a caracterização morfológica dos caracteres vegetativos e reprodutivos da espécie, com a utilização de 41 descritores morfológicos. Serão utilizados os descritores morfológicos adaptados da espécie Tropaeolum tuberosum R. & P., e 18 desenvolvidos especificamente para T. pentaphyllum. O banco de germoplasma será constituído por tubérculos já existentes no Laboratório de Ciências Naturais, oriundos da região Norte do RS, e tubérculos provenientes da Serra Gaúcha, adquiridos via Emater/Ascar e IFRS- Campus Bento Gonçalves, de agricultores familiares. Será feita a caracterização comparativa dos acessos que forem incluídos na coleção. Os dados serão analisados estatisticamente por agrupamentos (Cluster Analysis).
Coordenador:

JULIANA MARCIA ROGALSKI

Grupo de Pesquisa: CONSERVAÇÃO DE ESPÉCIES VEGETAIS
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

INFLUÊNCIA DA LIMPEZA CLONAL E UTILIZAÇÃO DE MEDICAMENTOS HOMEOPÁTICOS NA PRODUÇÃO DE BATATA INGLESA
  A batata inglesa representa a mais importante hortaliça cultivada no Brasil. Ao longo do tempo, essa cultura tem aumentado em área e produtividade. Contudo, o alto custo dos insumos e as oscilações do mercado tem desestimulado os produtores a continuar na atividade. A cultura da batata exige a aplicação de agroquímicos para a manutenção da sanidade das plantas e para combater insetos pragas. A cultura de tecidos pode originar plantas livres de doenças principalmente, viroses. Anualmente, toneladas de agroquímicos são utilizados sobre as plantas de lavoura e, no que diz respeito a cultura da batata, essas aplicações são recomendadas de forma semanal, resultando no acúmulo de produtos químicos na cultura e no ambiente como um todo. Assim, a utilização de produtos alternativos para o manejo de insetos pragas e doenças pode significar uma redução muito interessante na quantidade de agentes químicos aplicados no ambiente bem como, uma significativa redução de custos para o produtor. Nesse contexto, o presente trabalho tem por objetivo avaliar em nível de campo a influência da técnica de limpeza clonal e a eficiência de medicamentos homeopáticos no controle de insetos pragas e doenças da cultura da batata inglesa.

Coordenador:

ADRIANO MICHEL

Grupo de Pesquisa: BIOTECNOLOGIA E CITOGENÉTICA VEGETAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

MANEJO DE MELOIDOGYNE JAVANICA NA CULTURA DA SOJA, NO NORTE DO ESTADO DO RIO GRADE DO SUL
  Os nematoides são patógenos que se destacam por causarem danos nas culturas de importância agrícola.
Dentre as principais espécies presentes nas lavouras de soja no Brasil destacam-se os causadores de
galhas, pertencentes ao gênero Meloidogyne. Esses nematoides, com destaque para M. javanica, se não
manejados adequadamente, podem ocasionar danos expressivos a essa cultura. O objetivo do trabalho
será avaliar diferentes táticas de manejo para controle de M. javanica. Os testes serão desenvolvidos na
cultura da soja, que será semeada em vasos dispostos em casa de
vegetação. Os ovos de M. javanica obtidos de criação massal em tomateiro (Santa Cruz Kada – Paulista)
serão inoculados no solo previamente autoclavado. O manejo a ser avaliado será químico, biológico e
genético. O delinemaneto será inteiramente casualizado, sendo composto por 06 tratamentos e
12 repetições cada. O controle químico será composto pelo grupo químico Fluquinconazol (Atento®). No
controle biológico serão utilizados Bacillus subtilis e B. licheniformis (Nemix C®). No controle genético será
utilizada a cultivar M5947 (Monsoy®) comparada com uma cultivar suscetível. Para a análise estatística
será utilizado o programa estatístico R. Os resultados serão divulgados por meio impresso, publicações e
transmitidos para os sojicultores do Norte do Estado do Rio Grande do Sul.
Coordenador:

MÁRCIA APARECIDA SMANIOTTO

Grupo de Pesquisa: NEMAS – NÚCLEO DE ESTUDOS EM MANEJO DE ÁGUA E SOLO
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

MÉTODOS DE EXTRAÇÃO E QUANTIFICAÇÃO DE MICOTOXINAS POR CROMATOGRAFIA EM CAMADA DELGADA (CCD) E CROMATOGRAFIA LÍQUIDA DE ALTA EFICIÊNCIA (CLAE), E MONITORAMENTO DE MICOTOXINAS EM CEREAIS ESTOCADOS
  Os contaminantes naturais inevitáveis nos alimentos podem ter origem química ou biológica. Micotoxinas são metabólitos secundários tóxicos dos fungos, e têm origem biológica. Apesar dos esforços para controlar a contaminação fúngica, os fungos toxigênicos são onipresentes na natureza e ocorrem regularmente em suprimentos alimentares. Existem milhares de micotoxinas, mas apenas algumas apresentam desafios significativos de segurança alimentar. A flora fúngica natural associada aos alimentos é dominada por três gêneros – Aspergillus, Fusarium e Penicillium. As estruturas químicas das micotoxinas produzidas por esses fungos são muito diferentes, assim como as características das micotoxicoses que podem causar. Quando presentes em alimentos em níveis suficientemente altos, esses metabólitos fúngicos podem ter efeitos tóxicos que variam de aguda a crônica, mutagênica e teratogênica; e os sintomas resultantes variam de irritação da pele a imunossupressão, defeitos congênitos, neurotoxicidade e morte. Fatores ambientais afetam a presença de micotoxinas em cereais brutos e armazenados. Tradicionalmente, o controle da contaminação de alimentos por micotoxinas tem sido feito através da atividade de água, pH e controle de qualidade dos ingredientes utilizados. Novas vias de controle estão emergindo, incluindo a disponibilidade de grãos geneticamente modificados com maior resistência a insetos e, assim, menores taxas de infecção fúngica, além disso o melhor gerenciamento de sementes. Com base nisso, este projeto será desenvolvido com foco na extração e análise de micotoxinas em cereais, onde o principal objetivo será aperfeiçoar técnicas de extração de micotoxinas, quantificar e estudar formas de controle destes contaminantes principalmente em cereais estocados utilizados para a alimentação animal.
Coordenador:

ODIVAN ZANELLA

Grupo de Pesquisa: ALIMENTOS, ENERGIA E SAÚDE
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

NARRATIVAS ORAIS EM COMUNIDADES QUILOMBOLAS DA REGIÃO NORTE DO RIO GRANDE DO SUL – UMA PROPOSTA DE TRABALHO NA ESCOLA (CÓPIA) 07-03-2019
  As narrativas presentes na memória das comunidades tradicionais oferecem um subsídio rico para o trabalho na escola. Todavia, essas culturas são silenciadas ou pouco representadas no espaço escolar. Essa situação é resultado de um processo de colonização que marcou com violência e desrespeito as histórias desses povos. Por essa razão, esse projeto tem como objetivo investigar junto a duas comunidades quilombolas da região norte do Rio Grande do Sul (Arvinha e Mormaça), as narrativas orais que perpassam o cenário e a memória dessas comunidades a fim de que esse material seja suporte principalmente para professores da região no trabalho com a cultura afro-brasileira. A metodologia da pesquisa será desenvolvida por meio da escuta de narrativas orais coletadas em comunidades quilombolas referida região, com o suporte de estudantes quilombolas, bolsistas dos cursos técnicos e superiores do IFRS – Campus Sertão. Os pressupostos teóricos nos quais se fundamenta a pesquisa se sustentarão em Burke (2010) a respeito da ação de estudar as culturas não reconhecidas pelo cânone. Serão inclusas as reflexões de Ong (1988) sobre a importância e a dinâmica das culturas orais. Também traremos à discussão os estudos de Mato (2005) que trata do conceito de interculturalidade, modos de produção de conhecimentos e práticas socioeducativas que podem ser propostas nos espaços sociais. Os primeiros resultados trouxeram narrativas que mostram a história e as vivências dos moradores dessas comunidades e se mostram como um aporte rico de materialidade histórica e literatura oral para o ensino da cultura afro-brasileira na escola.
Coordenador:

FELIPE BATISTELLA ALVARES

Grupo de Pesquisa: LINGUAGENS, CULTURA E EDUCAÇÃO
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

O PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR NA MICRORREGIÃO DE PASSO FUNDO
  O acesso aos mercados institucionais pela agricultura familiar representa benefícios tanto para os agricultores, que têm a oportunidade de escoamento de sua produção, como para os estudantes, que passam a usufruir de alimentos de qualidade. Destarte, reconhecendo a importância da agricultura familiar para o processo de desenvolvimento rural e a significância do Programa Nacional de Alimentação Escolar para a agricultura familiar, bem como a regulamentação que rege esse Programa, tem-se os seguintes questionamentos: Como a gestão pública municipal dos municípios que integram a Microrregião de Passo Fundo tem usado os recursos do Programa Nacional de Alimentação escolar? Quais os entraves e desafios enfrentados para o cumprimento da Lei nº 11.947/2009? Para responder essas questões, o estudo tem como objetivo, analisar a gestão e o uso dos recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar nos municípios que compõem a Microrregião de Passo Fundo/RS. Como objetivos específicos têm-se: a) descrever o PNAE da criação às alterações recentes; b) averiguar o montante de recursos repassados pela União e o montante de recursos utilizado para a compra direta da agricultura familiar local; c) identificar os entraves e desafios enfrentados pelos gestores municipais para o cumprimento da Lei n° 11.947/2009. Para tanto, será utilizada a pesquisa bibliográfica e a pesquisa em dados secundários oficiais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, no de 2011 a 2017; bem como dados primários dos municípios da microrregião.
Coordenador:

RAQUEL BREITENBACH

Grupo de Pesquisa: GERAR – GRUPO DE ESTUDOS REFERENTES AO AGRONEGÓCIO
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

OBSERVATÓRIO DE PERMANÊNCIA E ÊXITO DE ESTUDANTES DO IFRS – CAMPUS SERTÃO
  A expansão da rede federal de ensino básico, técnico, tecnológico e superior busca atender a demanda de qualificação da população brasileira, especialmente em regiões desprovidas de políticas públicas, promovendo-se a inclusão e o desenvolvimento regional, de forma multiescalar, realidade do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS). A inserção dos grupos sociais proporcionada pela referida expansão possibilitará a efetiva transformação social, visto que a inclusão educacional funciona como uma ferramenta de construção de saberes, proporcionando aos sujeitos condições para o domínio dos conhecimentos. Nessa esteira, a análise e o debate do perfil dos estudantes do IFRS e do território onde estão inseridos, torna-se fundamental ao propósito da instituição, visando prosseguir com a política federal de ensino técnico e científico. Destarte, o presente Projeto de Pesquisa, denominado “Observatório de Permanência e Êxito de Estudantes do IFRS – Campus Sertão”, objetiva evidenciar um plano de pesquisa e análise dirigido ao detalhamento do perfil socioeconômico dos estudantes que chegam à instituição, bem como daqueles que se evadem do ambiente escolar antes do desfecho de um período letivo, ou do encerramento de uma etapa de sua formação.
Coordenador:

GUSTAVO CONDE MARGARITES

Grupo de Pesquisa: POLÍTICAS PÚBLICAS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

PERSPECTIVA INTERNACIONAL DA SUCESSÃO FAMILIAR RURAL
  Comumente os jovens são considerados marginalizados, vulneráveis e incapazes em um mundo de adultos. Isto se agrava com a diversidade social pela qual é composta a juventude, à exemplo da distinção entre jovens rurais e jovens urbanos. O jovem rural, comparativamente ao jovem urbano, enfrenta mais dificuldades e menos oportunidades no espaço rural, projetando como alternativa a migração para o meio urbano, buscando melhores condições de vida, estudo e trabalho. Como resultado, temos envelhecimento e masculinização da população rural e dificuldades de sucessão familiar no campo. O cenário brasileiro tem sido explorado em pesquisas acadêmicas, as quais mostram um panorama pessimista, prevendo aumento de migração rural-urbana e limitações cada vez maiores para a permanência dos jovens no campo como sucessores nas propriedades. E no restante do mundo existem preocupações semelhantes às brasileiras no que se refere a sucessão rural? O presente projeto se propõe investigar a situação atual da sucessão familiar rural numa perspectiva internacional. Como objetivos específicos, buscará identificar padrões da problemática de sucessão rural no mundo; identificar países e situações em que a sucessão rural no campo não encontra dificuldades, levantando quais ações ou cenários são responsáveis pelo sucesso; e identificar se o padrão de diferenciação de gênero é exclusivo do Brasil ou se observa em outros locais do mundo. Metodologicamente, será um ensaio teórico e não utilizará pesquisa empírica como base de dados, alicerçando-se na revisão bibliográfica. Desta pesquisa espera-se avançar cientificamente nessa área de conhecimento, contribuindo para a comunidade científica da área.
Coordenador:

RAQUEL BREITENBACH

Grupo de Pesquisa: GERAR – GRUPO DE ESTUDOS REFERENTES AO AGRONEGÓCIO
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

POLIMORFISMOS DE NUCLEOTÍDEO ÚNICO (SNPS) NO GENE SH4 E SUA RELAÇÃO COM O DEGRANE EM CULTIVARES DE ARROZ VERMELHO E PRETO
  Atualmente no Brasil ocorre aumento no consumo de arroz vermelho e arroz preto. Estes ainda considerados a planta daninha mais problemática nas lavouras de arroz branco. O degrane ou debulha natural ainda presente nas cultivares de arroz é uma característica evolutiva e adaptativa para a dispersão e distribuição de sementes. O arroz vermelho cresce como o arroz cultivado, mas é difícil ser colhido devido ao elevado degrane das sementes. O arroz é a planta cultivada mais conhecida em nível genético, fisiológico, bioquímico e molecular. Baseado nas informações existentes no arroz cultivado é possível entender processos importantes que regulam o degrane em arroz. O gene sh4 tem se mostrado um importante regulador do degrane em algumas especies poáceas, principalmente o arroz. O objetivo deste projeto é identificar a polimorfismo de nucleotídeo único no gene sh4 de cultivares de arroz vermelho e preto na tentativa de produzir informações para o desenvolvimento de métodos moleculares que resultem no aumento da produtividade das cultivares de arroz vermelho e preto. Dessa forma, o produto a ser gerado e protegido por patentes serão sequencias nucleotídicas de DNA correspondentes ao gene sh4 relacionados ao degrane. Estes conhecimentos constituem-se em necessidade básica para estudos posteriores a serem realizados com o objetivo de desenvolver tecnologias de biologia molecular que resultem na diminuição do degrane de arroz cultivado e arroz daninho gerando enorme impacto na cadeia produtiva do arroz.
Coordenador:

ANDERSON LUIS NUNES

Grupo de Pesquisa: CIÊNCIAS AGRÍCOLAS
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

POTENCIAL ANTIOXIDANTE DE HYLOCEREUS UNDULATUS E SELENICEREUS MEGALANTHUS (PITAYA VERMELHA E AMARELA) PARA A REDUÇÃO DE ESTRESSE OXIDATIVO EM CAENORHABDITIS ELEGANS E ZEBRAFISH EXPOSTOS A ALUMÍNIO.
  O desenvolvimento de produtos que amenizem os efeitos de doenças causadas pelo envelhecimento é um dos principais focos de estudos da atualidade. Doenças crônicas neurodegenerativas como Doença de Alzheimer, Parkinson, esclerose múltipla, são doenças cada vez mais recorrentes nos dias atuais, porém com origem ainda indefinida. Um dos possíveis fatores causadores destas doenças é a geração de estresse oxidativo, que corresponde a um desbalanço entre os níveis de radicais livres em comparação com o sistema protetor intrínseco de cada célula, o sistema antioxidante. Este sistema antioxidante cumpre o papel de proteger a estrutura celular de efeitos negativos do estresse oxidativo, causado pela presença excessiva de espécies reativas de oxigênio (ROS) no organismo. Assim, o presente estudo pretende quantificar os compostos antioxidantes (Flavonoides, Carotenoides e vitaminas) presentes na fruta Pitaya amarela e vermelha, para a partir desta informação avaliar o potencial antioxidante do extrato aquoso desta fruta em Caenorhabditis elegans e Zebrafish, ambos em situações normais e em resposta a intoxicação por alumínio. Para tal pretende-se avaliar enzimas biomarcadoras de estresse oxidativo, além de parâmetros comportamentais de sobrevivência, locomoção, aprendizado e de bem-estar do verme e interação social, agressividade e ansiedade de zebrafish.
Coordenador:

ROSILENE RODRIGUES KAIZER PERIN

Grupo de Pesquisa: TOXICOLOGIA AMBIENTAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO DA PLATAFORMA DE APOIO PARA DESENVOLVIMENTO REGIONAL – PLANADER
  O projeto de desenvolvimento da PLATAFORMA DE APOIO PARA DESENVOLVIMENTO REGIONAL – PLANADER compreende um esforço de inovação tecnológica conjunto entre os campi Sertão e Erechim do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul com intuito de oferecer à comunidade regional uma plataforma tecnológica de software para cadastro e análise de demandas regionais identificadas por diferentes entidades da comunidade, ora identificados como demandantes. As propostas submetidas por aqueles que buscam algum tipo de atendimento especializado serão geridas pelo software e distribuídas entre as instituições executoras conforme ranqueamento de prioridade e características importantes identificadas no decorrer do processo. Logo, a plataforma de software compreende o produto a ser gerado pela pesquisa, o qual será desenvolvido por meio de tecnologias freeware, que não implicam em custo de licenciamento, e metodologias de projeto de software reconhecidas na área de Tecnologia da Informação. Entende-se que a plataforma a ser construída atuará em demandas que envolvam capacitação, desenvolvimento de produtos, serviços e fomentos diversos oriundos da comunidade, aproximando-os das instituições aptas a oferecer o apoio técnico/científico necessário para sua consecução. Em termos institucionais, o projeto alinha-se à missão do IFRS no que tange ao desenvolvimento dos arranjos produtivos locais, afinal a própria instituição compreenderá o rol de instituições executoras da plataforma, com prioridade de atendimento em relação as demais. Ainda, espera-se que plataforma PLANADER, uma vez em uso, traga significativos ganhos à comunidade regional, na forma de novas tecnologias e parcerias, potencializando a relação entre o IFRS e a comunidade.
Coordenador:

DIEGO ANTONIO LUSA

Grupo de Pesquisa: GRUPO DE PESQUISA EM INFORMÁTICA APLICADA – IFRS
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

PROPAGAÇÃO DE RUBUS ERYTHROCLADUS (ROSACEAE): GERMINAÇÃO DE SEMENTES E ENRAIZAMENTO DE ESTACAS CAULINARES E RADICULARES NO ALTO URUGUAI (RS)
  A espécie Rubus erythrocladus Mart. ex Hook.f. (amora-verde) é endêmica do Brasil, com ocorrência nos Biomas Mata Atlântica (Floresta Ombrófila Mista e Campos) e Cerrado, ocorrendo nas regiões Sul e Sudeste. Apresenta flavonoides (kaempferol e quercetina), o que aumenta seu interesse. Seus frutos com coloração verde e sabor agradável chamaram atenção da população regional, e revelaram seu potencial de comercialização junto às demais pequenas frutas. Porém, até então essa frutífera ainda não foi domesticada. Assim sendo, este estudo objetiva desenvolver técnicas de propagação para a espécie (estaquia e germinação). Dois experimentos serão conduzidos no Instituto Federal do Rio Grande do Sul – Campus Sertão. Para o primeiro experimento serão coletadas estacas de caules e raízes de R. erythrocladus, as quais serão tratadas com diferentes concentrações de AIB (500, 750, 1000, 1250, 1500 mg L-1) por 10 segundos, assim como o controle em água destilada. O delineamento experimental será inteiramente casualizado com fatorial 2×6. Neste experimento as estacas serão mantidas em bandejas plásticas, contendo vermiculita como substrato, em casa de vegetação com temperatura controlada e irrigação diária. para o segundo experimento de germinação, as sementes serão submetidas à escarificação (com ácido sulfúrico), à estratificação (com areia) ou ambos os tratamentos, os quais serão comparados com o controle. Neste experimento serão efetuados quatro tratamentos com quatro repetições e 100 sementes cada. As sementes serão mantidas em BOD, com condições controladas.
Coordenador:

JULIANA MARCIA ROGALSKI

Grupo de Pesquisa: CONSERVAÇÃO DE ESPÉCIES VEGETAIS
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

PROSPECÇÃO DE GENES RELACIONADOS AO DEGRANE EM ARROZ
  O arroz é um dos alimentos mais importantes para a maioria da população mundial. O degrane ou debulha natural ainda presente nas cultivares de arroz é uma característica evolutiva e adaptativa para a dispersão e distribuição de sementes. O arroz vermelho cresce e compete com o arroz cultivado, mas não pode ser colhido devido ao elevado degrane das sementes. O arroz é a planta cultivada mais conhecida em nível genético, fisiológico, bioquímico e molecular. Baseado nas informações existentes no arroz cultivado é possível entender processos importantes que regulam o degrane em arroz. O objetivo deste projeto é identificar a variabilidade fenotípica e genotípica do degrane em arroz vermelho de forma a produzir informações para o desenvolvimento de métodos moleculares que resultem na diminuição da ocorrência desta planta daninha em lavouras de arroz irrigado. Dessa forma, o produto a ser gerado e protegido por patentes serão sequencias nucleotídicas de DNA correspondentes a genes relacionados ao degrane. Estes conhecimentos constituem-se em necessidade básica para estudos posteriores a serem realizados com o objetivo de desenvolver tecnologias de biologia molecular que resultem na diminuição do degrane de arroz cultivado e arroz vermelho gerando enorme impacto na cadeia produtiva do arroz. Desta forma, a produtividade do arroz aumentará e a permanência do arroz vermelho na lavoura poderá ser diminuída em virtude da retirada de suas sementes na operação da colheita do arroz cultivado.
Coordenador:

ANDERSON LUIS NUNES

Grupo de Pesquisa: CIÊNCIAS AGRÍCOLAS
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

SELEÇÃO GENÔMICA DE VACAS LEITEIRAS
  A seleção genômica aplicada nas avaliações de programas de melhoramento genético, permitem maior rapidez para um ganho genético e diminuição do intervalo entre gerações dos rebanhos comerciais. Apresenta-se como ferramenta com de grande importância para incrementos na produção, apresentando alta acurácia de seleção, baseada em marcadores, como os genes e QTLs (QuantitativeTrait Loci), relacionados a determinação de características de interesse. O estudo tem por objetivo observar o incremento do mérito genético, através da seleção genômica, observando características produtivas, reprodutiva e econômica entre três gerações de vacas da raça Holandesa em propriedades rurais do município de Sertão/RS. Os dados genômicos dos animais serão submetidos ao Teste de Tukey, com grau de significância de 5%. As gerações serão classificadas como avós, filhas e netas. Os resultados deverão mostrar se existem ganhos significativos para as características produtivas, reprodutivas e para o mérito liquido nas gerações futuras.
Coordenador:

HEITOR JOSÉ CERVO

Grupo de Pesquisa: ZOOTECNIA
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

TIPIFICAÇÃO DE PROPRIEDADES FÍSICO-HÍDRICAS DE SUBSTRATOS DE HORTA
  Os substratos têm por finalidade proporcionar as plantas condições ideais de cultivo, fornecer nutrientes e água ao sistema radicular das plantas. Atualmente, o uso de substratos em recipientes, sacos ou vasos vem sendo utilizado frequentemente em ambientes protegidos, tanto na olericultura, floricultura, silvicultura bem como na fruticultura. O experimento será instalado no Laboratório de Manejo de Água e Solo
(LAMAS) do IFRS-Campus Sertão, no município de Sertão-RS. O objetivo deste trabalho será caracterizar as propriedades físico-hídricas de substratos hortícolas utilizados na região (no primeiro ano) e melhorar
estas propriedades através da adição de condicionadores (segundo ano). Os substratos (6) serão avaliados quanto a umidade gravimétrica, densidade do substrato, densidade de partículas, porosidade
total, porosidade de aeração na tensão de 5 kPa e água disponível, tamponante e remanescente em diferentes tensões, em delineamento completamente casualizado (DCC) com 10 repetições e as curvas de
retenção de água (tensões de 10, 20, 30, 40, 50 e 60 cm) destes substratos. A determinação da umidade gravimétrica dos substratos será realizada através do método padrão em estufa a uma temperatura de 65
graus Celsius, até massa constante. A densidade dos sólidos será determinada utilizando-se balão volumétrico e álcool anidro. Para a determinação da densidade do substrato, utilizar-se-á a metodologia de
promover a acomodação do substrato nos cilindros volumétricos. Os cilindros com os volumes ajustados serão novamente saturados e submetidos às diferentes tensões através de funis de placa porosa.
Coordenador:

MÁRCIO LUIS VIEIRA

Grupo de Pesquisa: NEMAS – NÚCLEO DE ESTUDOS EM MANEJO DE ÁGUA E SOLO
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

TRAJETÓRIA PROFISSIONAL DO EGRESSO DO CURSO TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA DO IFRS – CAMPUS SERTÃO: CONEXÕES ENTRE A FORMAÇÃO CURRICULAR E O CONTEXTO DO MUNDO DO TRABALHO (CÓPIA) 12-03-2019
  Este projeto de pesquisa pretende analisar a trajetória profissional dos egressos do Curso Técnico em Agropecuária do IFRS – Campus Sertão e os vínculos desta trajetória ao contexto sócio ocupacional do mundo do trabalho, considerando as principais ocupações em que os egressos estão inseridos. Busca-se examinar as habilidades, competências e saberes que os egressos desenvolvem e as que são conferidas, estabelecendo conexões entre a formação curricular e as exigências do mundo do trabalho. O desenvolvimento metodológico da pesquisa se dará em três momentos: levantamento de dados de identificação dos egressos citados anteriormente; levantamento documental para resgatar a história da educação profissional no Brasil e a do IFRS – Campus Sertão e, após a elaboração, testagem, aplicação dos questionários aos egressos e a devolução, a tabulação para obtenção dos dados. Espera-se que os três momentos permitam a caracterização, interpretação e a repercussão das contribuições do IFRS – Campus Sertão para a promoção profissional do Técnico em Agropecuária e de como este concebeu a formação obtida. Com estes procedimentos e análise dos dados obtidos, espera-se contribuir para o planejamento, definição e retroalimentação de políticas educacionais voltadas para a educação profissional assim como para a instituição e o curso Técnico em Agropecuária envolvidos. Os egressos/sujeitos que representam o universo desta pesquisa contribuirão para subsidiar propostas que auxiliarão na redefinição, em âmbito didático, curricular e avaliativo, do Projeto Político Pedagógico (PPP) de formação dos Técnicos em Agropecuária do IFRS – Campus Sertão e outros cursos e instituições similares.
Coordenador:

JOSIMAR DE APARECIDO VIEIRA

Grupo de Pesquisa: POLÍTICAS PÚBLICAS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES PARA A EDUCAÇÃO BÁSICA E PROFISSIONAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

UNIFORMIDADE DE SEMENTES DE SOJA: VELOCIDADE DE SEMEADURA X DOSADOR X GRAFITE
  O aumento da produtividade agrícola está atrelado a uma série de fatores, dentre eles a semeadura da cultura, pois problemas nesta etapa irão comprometer o desenvolvimento inicial, que por sua vez irá prejudicar a produtividade. Dentre os fatores nessa etapa citamos o tipo de dosador, velocidade de plantio, formato e tamanho da semente, presença de grafite, nesse sentido, há uma carência de pesquisas que relacionem tais parâmetros e nesse sentido objetivo dessa pesquisa será avaliar a influencia da velocidade de semeadura, tipo tipo de anel dosador e uso ou não de grafite na uniformidade de semeadura. O projeto será instalado na área experimental do IFRS Campus Sertão, em delineamento blocos ao acaso em esquema trifatorial (4 x 2 x 2), fator 1 será velocidade de semeadura (3, 4, 6 e 7,5km h-1), fator 2 será tipo de anel dosador (liso e ondulado), fator 3 uso de grafite (0, 100% e 150% da dose recomendada), sendo utilizado 3 repetições. Como avaliadores serão quantificados população de plantas emergidas, distribuição longitudinal, coeficiente de variação da distribuição, componente de rendimento de uma soja com tecnologia intacta, em que a densidade de plantio é um pouco menor, perfazendo assim mais os efeitos do arranjo espacial. Espera-se encontrar uma relação entre o coeficiente de variação da distribuição de sementes com a produtividade da cultura da soja, haja visto que esta informação é pouco conhecida e, bem como, relacionando o uso de grafite.
Coordenador:

DAVID PERES DA ROSA

Grupo de Pesquisa: RECURSOS AGRÍCOLAS NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO VEGETAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020

USO DE TÉCNICAS DE AGRICULTURA DE PRECISÃO PARA AVALIAÇÃO DE MANEJO DO SOLO POR SUBSOLADORES
  Técnicas de descompactação do solo estão cada vez mais sendo empregadas em algumas propriedades agrícolas do país,em face disso, cresceu o número de fabricante de escarificadores e/ou subsoladores, implementos geralmente utilizados em áreas manejadas pelo sistema plantio direto. Tal uso possui alguns inconvenientes, sendo o principal a mobilização da cobertura superficial do solo, que possui várias funções no sistema de manejo, bem como, há dúvidas sobre os efeitos no solo perante sua configuração. Nesse contexto, objetivo desse projeto é comparar o efeito na relação solo-planta entre dois tipos de subsolsadores através de técnicas de agricultura de precisão.O experimento foi instalado em uma área de produção de grãos em 2017, sendo realizado 3 talhões com os seguintes tratamentos: sistema plantio direto (testemunha), cultivo mínimo “convencional” (subsolador convencional de configuração simples) e cultivo mínimo de “disco” (subsolador com disco de corte e rolo destorroador). Como qualificadores serão mensurados a resistência mecânica do solo à penetração, a umidade volumétrica, macroporosidade, microporosidade, porosidade e densidade do solo, estes como propriedades física do solo, relativo a planta será altura de planta, altura de inserção de espiga, massa seca radicular, produtividade, e a resistência mecânicas das raízes. Espera-se que com este projeto consigamos demonstrar a variação dos efeitos dos subsoladores ao longo do tempo, bem como, verificar a duração destes.
Coordenador:

DAVID PERES DA ROSA

Grupo de Pesquisa: RECURSOS AGRÍCOLAS NOS SISTEMAS DE PRODUÇÃO VEGETAL
Edital: EDITAL PROPPI Nº 77/2018 – FOMENTO INTERNO 2019/2020
Fim do conteúdo