Início do conteúdo

Legislativo de Vale Real emite Moção de Contrariedade ao contingenciamento de recursos da educação


Após a sessão ordinária da última terça-feira, dia 4 de junho, a Câmara de Vereadores de Vale Real emitiu Moção de Contrariedade ao contingenciamento no orçamento destinado à educação por parte do Governo Federal, atingindo diretamente o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS).

Na Moção, o Poder Legislativo Municipal destaca que a medida pode excluir os estudantes que não têm acesso ao ensino superior, senão pela instituição pública, comprometendo também o futuro das próximas gerações.

O documento foi aprovado na última sessão, quando o diretor-geral do IFRS Campus Feliz, professor Giovani Forgiarini Aiub, participou da reunião da Câmara a fim de apresentar a instituição para o legislativo e os impactos dos cortes orçamentários no campus.

Na sua fala, o diretor Giovani destacou aspectos que diferenciam o IFRS e a rede profissional de educação tecnológica, como a verticalização do ensino, onde o aluno tem a oportunidade de ingressar no ensino médio e seguir em um curso de graduação e pós-graduação, além de possibilitar que esses estudantes participem de projetos de ensino, pesquisa, extensão, visitas técnicas e a assistência estudantil. O Campus Feliz hoje conta com três cursos técnicos integrados, dois cursos superiores de tecnologia, duas licenciaturas e uma engenharia, além de duas especializações e um mestrado profissional, envolvendo mais de cem servidores, entre técnicos, docentes e terceirizados, e 900 alunos.

Fim do conteúdo