Início do conteúdo

Auxílios


O IFRS, através da Proppi, auxilia pesquisadores e estudantes buscando viabilizar a execução de projetos de pesquisa e inovação, a apresentação de resultados em eventos científicos/tecnológicos e as publicações científicas.

 

  1. Execução de projetos de pesquisa e inovação

Para execução do projeto, os pesquisadores podem solicitar, conforme disponibilidade em edital, o Auxílio Institucional à Produção Científica e/ou Tecnológica (AIPCT). Esse auxílio é destinado aos projetos de pesquisa e inovação e deverá ser utilizado para fomentar e custear as atividades previstas. Os recursos destinados ao AIPCT deverão ser executados para despesas de custeio e despesas de capital, conforme orientações da Resolução Consup 32/2015, Instrução Normativa Proppi 004/2014 e demais regulamentações.

 

  1. Apresentação de resultados em eventos científicos/tecnológicos

Para a participação eventos científicos e tecnológicos, com intuito de divulgar os resultados obtidos nos projetos de pesquisa e inovação, pesquisadores e estudantes podem solicitar auxílio através de editais específicos, que seguem orientações previstas nas Instruções Normativas Proppi 001 e 002/2017. Esses auxílios são variáveis entre pesquisadores e estudantes e podem ser para despesas com locomoção, taxas de inscrição, despesas com hospedagem e alimentação.

Os valores são variáveis conforme as regiões do Brasil e exterior, sendo definidos como valores máximos os seguintes:

– Exterior (países sul-americanos): até R$ 5.000,00 (cinco mil reais)

– Exterior (demais países): até R$ 7.000,00 (sete mil reais)

– Região Norte e Nordeste: até R$ 2.600,00 (dois mil e seiscentos reais)

– Região Centro-Oeste e Sudeste: até R$ 2.000,00 (dois mil reais)

– Região Sul: até R$ 1.000,00 (mil reais) no Rio Grande do Sul e até R$ 1.200,00 (mil e duzentos reais) para Santa Catarina e Paraná.

 

  1. Publicações científicas

Para apoiar a divulgação científica e tecnológica dos resultados dos projetos de Pesquisa e Inovação em periódicos técnico-científicos qualificados, permitir a consolidação dos grupos de pesquisa e fomentar a produção científica e tecnológica no âmbito dos grupos de pesquisa do IFRS, os pesquisadores podem solicitar auxílio para para correção de gramática e estilo em língua estrangeira e/ou pagamento de taxas de submissão, tramitação e publicação de artigo científico em periódico com Qualis/CAPES (conceito mínimo “B2”).

 

Fim do conteúdo