Pular para o conteúdo

Instituto Federal do Rio Grande do Sul

Instituto Federal do Rio Grande do Sul
Início da navegação
Nossos CampiMapa do Rio Grande do Sul com marcações nas cidades onde o IFRS está presente.
 Esconder/Mostrar Menu Fim da navegação
Início do conteúdo

Aberto, no Campus Bento Gonçalves, o 2º Salão de Pesquisa, Extensão e Ensino


Foi aberto na manhã desta sexta-feira, 10 de novembro de 2017, o 2º Salão de Pesquisa, Extensão e Ensino do IFRS. Com chuva, as delegações dos 17 campi chegaram ao Campus Bento Gonçalves para participar do maior evento institucional, que este ano tem como tema central “A nova realidade nacional: riscos e desafios para o ensino, pesquisa e extensão na Educação Profissional e Tecnológica”. As atividades vão até o dia 11 de novembro, reunindo aproximadamente 700 estudantes e servidores.

Após o credenciamento, os participantes assistiram à apresentação artística do Departamento de Tradições Gaúchas (DTG) Cultura sem Fronteira, que integra o programa de extensão Núcleo de Cultura e Arte (Nuca), do Campus Bento Gonçalves. Em seguida, ocorreu a abertura oficial. A mesa foi composta pelos pró-reitores de Desenvolvimento Institucional, José Eli Santos dos Santos (representando o reitor Osvaldo Casares Pinto); de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, Eduardo Girotto; de Extensão, Viviane Silva Ramos; de Ensino, Clarice Monteiro Escott; e de Administração, Tatiana Weber; o diretor de Gestão de Pessoas, Marc Emerim; a diretora-geral do Campus Bento Gonçalves, Soeni Bellé; e o presidente do Grêmio Estudantil do mesmo campus, aluno Augusto Leal (representando os estudantes do IFRS).

A fala das autoridades institucionais reforçou o esforço realizado para a concretização do evento, no atual momento de cortes orçamentários. O 2º Salão sofreu modificações no formato, passando a ocorrer em dois dias – e não em três dias, como na edição anterior – e está sediado no campus. Os pró-reitores destacaram que manter o Salão é um ato de resistência e uma oportunidade para mostrar a qualidade dos projetos desenvolvidos por alunos e servidores, representando a força institucional. Salientaram que serão promovidas a socialização de conhecimentos, a integração e também espaços para reflexões sobre a importância dos investimentos na educação pública de qualidade e sobre o atual cenário de dificuldades políticas e econômicas.

Na ocasião, foi realizado também o lançamento da edição deste ano da revista de extensão Viver IFRS, cuja edição estará disponível no Portal de Periódicos IFRS. Por fim, houve também uma homenagem aos estudantes que representaram o IFRS nos Jogos Federais dos Institutos Federais 2017, em Minas Gerais, e conquistaram a medalha de ouro na modalidade futsal masculino. A equipe e o professor Tiago Locatelli receberam uma menção honrosa.

O salão congrega os eventos: 6º Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica (Sict), 5º Seminário de Extensão (Semex), 4º Seminário de Educação Profissional e Tecnológica (Semept), 2º Seminário de Pós-graduação, 2º Seminário de Internacionalização, 5ª Mostra de Robótica e 4ª Mostra Cultural. Serão apresentados 376 trabalhos, de estudantes dos campi do instituto.

O evento deste ano conta com o apoio da Cooperativa de Crédito, Investimento e Poupança Carlos Barbosa (Sicredi) e da Organisys Software.

Primeira palestra

Logo após a abertura, teve início a palestra “Rede Federal EPCT: Para onde vamos?”, ministrada pela professora Cláudia Schiedeck Soares de Souza, assessora do reitor e ex-reitora do IFRS (gestões de 2009 a 2011 e 2011 a 2015). Cláudia destacou desafios e esforços empenhados para que a rede federal se constituísse e expandisse e frisou a importância da educação como fator de mobilidade e inclusão social, bem como a necessidade de investimento para que as instituições mantenham a qualidade do ensino.

Confira imagens do primeiro dia do evento

Saiba mais sobre a programação no site do evento

 

Fim do conteúdo
Início do rodapé Fim do rodapé